Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro


Quinta-feira, 23.08.12

Mãe terá provocado incêndio em Castro Marim que matou os dois filhos

Os elementos recolhidos pela Polícia Judiciária até esta manhã indiciam que terá sido a própria dona da casa – uma mulher de 40 anos – que terá provocado o incêndio e a explosão que a matou a ela e aos dois filhos menores, ontem em Castro Marim, no Algarve.

A dentista brasileira, que vivia há vários anos em Portugal com o marido e os filhos, teria antecedentes de problemas psiquiátricos e o exame pericial ao local aponta para que tenha sido alguém no interior da casa a causar o incêndio e a explosão, que ocorreu ontem pouco antes das 10h00. 

A habitação estava fechada e não havia quaisquer indícios de invasão. O marido da dentista não se encontrava na casa na altura do incidente, estando a trabalhar na clínica que ambos possuíam, em Vila Real de Santo António. 

Segundo avança o Correio da Manhã, o marido saiu de casa por volta das 8h. As crianças – um rapaz de 13 anos e uma rapariga de 11 – costumavam acordar cerca das 9h30 e terá sido por volta dessa hora que ocorreu o incêndio, seguido da explosão. Os vizinhos, que viram chamas e fumo e até ouviram gritos vindos da vivenda, ainda tentaram entrar mas não conseguiram.

"Abrimos o portão do quintal e tentámos chamar pelas pessoas a ver se alguém ouvia, mas não houve qualquer resposta. Um dos vizinhos até nos disse que não deveria estar ninguém em casa", disse àquele jornal uma das vizinhas.

Só quando os bombeiros de Vila Real de Santo António chegaram ao local e saíram "transtornados" de casa é que os vizinhos perceberam que havia pessoas lá dentro.

O Laboratório da Polícia Científica da PJ teve duas equipas a examinar o local, uma de Faro reforçada com outra de Lisboa.

Fonte: Público

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:06

Segunda-feira, 20.08.12

PJ detém suspeito de fogo posto em Oliveira do Hospital

A Polícia Judiciária, através da Directoria do Centro, deteve um homem por suspeita de dois crimes de incêndio florestal em Fojo, Avô, no concelho de Oliveira do Hospital.



Segundo as autoridades, o suspeito, agricultor de 24 anos, “está fortemente indiciado de, num quadro de problemas familiares associado ao excessivo consumo de álcool, no passado dia 14 do corrente mês, ter ateado, pela madrugada e ao final do dia, com um isqueiro, dois focos de incêndio em terrenos ocupados por mato, pinheiros, oliveiras e carvalhos, no lugar do Fojo, Avô, Oliveira do Hospital, tendo ardido no total cerca de 750 m2, e que foram combatidos por seis corporações de bombeiros”.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 16:57

Segunda-feira, 20.08.12

PJ detém presumível incendiário de Arganil

A Polícia Judiciária, através da Directoria do Centro, deteve um homem por suspeita de fogo posto. O suspeito, desempregado de 29 anos, terá sido o responsável pelo incêndio que consumiu cerca de 500 m2 no lugar de Barreiros, Sarzedo, Arganil. Está em prisão preventiva.

De acordo com a informação avançada pela Polícia Judiciária, o homem, solteiro e madeireiro de profissão, terá usado um isqueiro para atear o fogo a um monte de feno situado num terreno agrícola em pousio, povoado com oliveiras, pereiras e erva seca, facto que provocou a perda de uma área de cerca de 500 m2 e pôs em perigo as habitações contíguas e toda a mancha florestal envolvente.

Os factos remontam à noite de 14 para 15 deste mês, no lugar de Barreiros, Sarzedo, Arganil. O homem de 29 anos, agora detido, terá agindo num quadro de solidão e sob a influência de álcool. O suspeito já foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 16:37

Segunda-feira, 13.08.12

PJ detém suspeito de atear incêndios

A Polícia Judiciária (PJ) informou hoje que deteve um homem suspeito de dois crimes de incêndio em espaço florestal, ocorridos este mês na zona da Lourinhã.

A PJ explica em comunicado que os dois incêndios, um ocorrido a 07 de agosto e outro a 11 de agosto, foram iniciados com recurso a chama direta em zona de incultos e matos.

"Em consequência destes atos viria a ser criado perigo para as habitações contíguas, um armazém contendo alfaias agrícolas e fardos de palha e para botijas de gás de alimentação a habitações", descreve a PJ.

O suspeito, de 56 anos de idade, foi hoje presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Fonte: DN

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:25

Quinta-feira, 09.08.12

Incêndios: PJ Já Este Ano Deteve Dez Suspeitos em Trás-os-Montes


A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um suspeito de ter ateado cinco incêndios em Chaves, elevando para dez os detidos, este ano, pelo crime de fogo florestal na zona de Trás-os-Montes. 

A detenção foi efetuada pela Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real. 

Com a colaboração do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), a PJ deteve um homem de 24 anos, suspeito de ter ateado cinco incêndios na localidade de Agrela, em Ervededo, concelho de Chaves. 

Este fogo consumiu vários hectares de mato, castanheiros e pinheiros. 

O detido, ajudante de serralheiro, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.

Em Moimenta da Beira, uma mulher de 27anos foi constituída arguida e internada no Serviço de Urgência de Psiquiatria do Hospital de Viseu. 

A mulher identificada pela PJ de Vila Real é suspeita de ter ateado três incêndios que consumiram mato, em vários lugares das Freguesias de Arcozelo e Leomil. 

Segundo referiu aquela polícia, em comunicado, os incêndios colocaram em perigo uma vasta área de mato, que só não foi consumida devido à rápida intervenção de populares e dos bombeiros. 

A arguida possui antecedentes de internamento hospitalar compulsivo por anomalia psíquica. 

Aquando da realização das diligências de investigação, de acordo com a PJ, a mulher, “apresentava comportamento instável, agressivo e com sinais de ausência de medicação”. 

Esta ação contou com a colaboração da GNR de Moimenta da Beira.

Fonte: ionline

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Diário de um Bombeiro às 21:19

Quinta-feira, 02.08.12

PJ deteve presumível autora de incêndio florestal

A Polícia Judiciária identificou e deteve uma mulher de 24 anos, desempregada, como presumível autora de um incêndio florestal ocorrido a 5 de julho, na zona de Ponte de Sor, distrito de Portalegre.

Segundo a diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da PJ, responsável pela detenção da mulher, cujo móbil são "razões fúteis de vingança", o incêndio foi ateado "com recurso a fósforos, no interior do povoamento".

Em comunicado enviado esta quinta-feira à imprensa, a PJ indica que "o incêndio atingiu cerca de quatro hectares de montado de sobro e eucaliptal de um extenso espaço florestal".

A investigação teve como ponto de partida várias comunicações da GNR local, relativas ao número de ocorrências verificadas durante o mês de julho naquele concelho.

A detida vai agora "ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas", indica ainda a PJ.

Fonte: JN

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:42

Quarta-feira, 25.07.12

PJ deteve suspeito de atear fogo em Torres do Mondego

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quarta-feira a detenção, através da Directoria do Centro, de um suspeito de ter ateado um incêndio que, no sábado, colocou um perigo "uma vasta área florestal" em Coimbra.

O suspeito "está fortemente indiciado de, no dia 21 de Julho, ter ateado um foco de incêndio em floresta que colocou em perigo uma vasta área florestal, o que só não aconteceu graças à pronta intervenção de populares", refere a PJ em comunicado.

O homem, um pedreiro de 38 anos, terá ateado as chamas nas traseiras da sua casa, em Torres do Mondego, nas proximidades da Mata de Vale de Canas, quando se encontrava alcoolizado e tendo avisado antes uma vizinha para "preparar os baldes porque vinha lá o fogo de Miranda", o que permitiu à população acorrer ao incêndio logo que foi detectado fumo, disse fonte policial à agência Lusa.

Um pedido para liquidar uma dívida que terá despertado sentimentos de vingança no presumível autor do crime é uma possível explicação para o atear do fogo, em que o suspeito recorreu a um plástico incandescente que atirou para a vegetação, adiantou a mesma fonte.

O homem tem antecedentes criminais por outro tipo de delitos, segundo a fonte contactada pela agência Lusa.

O arguido vai ser presente em Tribunal para aplicação das medidas de coacção adequadas.

Com esta, ascendem a 24 as detenções por crime de incêndio florestal efectuadas pela PJ este ano. Na zona Centro, é o quinto detido.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 23:41

Sexta-feira, 20.07.12

INCÊNDIOS/TAVIRA Polícia científica da PJ reforça investigações - Judiciária



As investigações da Polícia Judiciária (PJ) sobre as causas do incêndio na Serra do Caldeirão, no Algarve, foram hoje reforçadas com elementos do Laboratório de Polícia Científica, oriundos de Lisboa, revelou à agência Lusa fonte policial.

De acordo com a mesma fonte, desde a deflagração do incêndio, na quarta-feira, em Tavira, que a Diretoria do Sul da PJ "tem permanentemente inspetores e especialistas em incêndios a acompanhar a situação e a investigar as causas".
"Temos ideias já bastante claras do que aconteceu", afirmou a fonte, escusando-se para já a avançar pormenores, uma vez que continuam as diligências no terreno.

Fonte: @ Agência Lusa

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:53

Segunda-feira, 16.07.12

Presumível incendiário detido pela PJ em Montalegre

A Polícia Judiciária, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, deteve um homem, de 35 anos, em Montalegre, suspeito de ter ateado um incêndio florestal.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a PJ refere que o fogo consumiu cerca de 0,5 hectares de mato, na serra do Leiranco, no lugar de Cervos, no concelho de Montalegre.

"O incêndio colocou em perigo uma vasta área de mato e pinhal, de valor elevado, que só não foi consumida devido à rápida intervenção dos bombeiros, concretamente da utilização de um helicóptero", acrescentou a PJ.

O suspeito, desempregado, residente em Montalegre, vai ser sujeito a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

A investigação criminal contou com a colaboração do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR de Montalegre.

Fonte: JN

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:59

Sexta-feira, 13.07.12

PJ deteve homem indiciado pela prática de incêndio florestal

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal, deteve um homem indiciado pela prática de crime de incêndio florestal.

"Na sequência da inspecção judiciária efectuada a um incêndio que deflagrou na passada quarta-feira, na freguesia da Boaventura e que consumiu uma área aproximada de 30.000m2 e colocou em risco algumas residências, foram recolhidos fortes indícios da prática de um incêndio doloso permitiram identificar o suspeito de nacionalidade portuguesa e com 75 anos de idade", refere o comunicado enviado à nossa redacção.

O detido foi presente às autoridades judiciárias competentes tendo sido julgado em processo sumário e condenado a dois anos e meio de prisão com pena suspensa e obrigatoriedade de frequentar uma acção de sensibilização para pirómanos.

Fonte: Dnoticias

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 12:52


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Tags

mais tags