Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro


Terça-feira, 28.08.12

LAMEGO - IDENTIFICADO INDIVÍDUO POR CRIME DE INCÊNDIO FLORESTAL

Em 27 de Agosto de 2012, o Núcleo Proteção Ambiental do Destacamento Territorial de Lamego, após várias diligências, identificou indivíduo sexo masculino de 42 anos de idade, residente em Samodães – Lamego, pelo crime de incêndio florestal por dolo, ocorrido no final do dia de 24 de Agosto, no lugar de Montecarreiros – Samodães, no qual colocou em perigo uma mancha florestal com área aproximada de 10ha e várias residências.

Foi contactada a Policia Judiciária de Vila Real, a qual deu continuidade às diligências, tendo procedido à detenção do indivíduo.

Fonte: GNR Viseu

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 10:39

Sábado, 25.08.12

Vítimas da colisão no IC1 podem estar ligadas a "ilícito criminal"

Cinco homens morreram, esta sexta-feira, numa colisão entre um ligeiro de passageiros e um pesado de mercadorias, no IC1, em Castro Verde. A GNR suspeita que as vítimas pudessem estar "envolvidas em algum ilícito criminal", tendo sido apreendidos, na viatura acidentada, cerca de 300 euros e cinco pares de luvas.

Fonte dos bombeiros assegurou ao JN que as cinco vítimas mortais circulavam todas no veículo ligeiro. O brutal acidente, que ocorreu no IC1, ao quilómetro 659, junto ao cruzamento de "Estação de Ourique", não provocou ferimentos no motorista do camião, que está a receber apoio psicológico.

A identidade das vítimas ainda não é conhecida. Fonte do CDOS de Beja garantiu ao JN que a matrícula da viatura ligeira era portuguesa. O JN também apurou que as vítimas terão idade média que rondará os 30 anos, acrescentou a mesma fonte. A agência Lusa adianta, citando fonte do Comando Territorial de Beja da GNR, que eram todas do sexo masculino.


Entretanto, uma fonte do Comando Territorial de Beja da GNR citada pela Agência Lusa disse que foi apreendido, "no interior do veículo ligeiro de passageiros em que seguiam, cinco pares de luvas e cerca de 300 euros em dinheiro, o que nos leva a crer que possam estar envolvidos em algum ilícito criminal".

Neste momento, sublinhou a mesma fonte, as autoridades ainda desconhecem "qual possa ser" esse ilícito, mas está a "proceder a investigações e ao cruzamento de dados".

"Só uma das vítimas mortais é que tinha identificação, pelo que estamos a desenvolver diligências para apurar a identidade dos restantes. Por agora, poderiam ter vindo de qualquer parte do país", revelou.

Os corpos foram transportados para o Instituto de Medicina Legal de Beja.

As circunstâncias em que se deu a colisão não são ainda conhecidas e estão a ser investigadas pela GNR. Fonte dos bombeiros afirmou à Lusa que "o veículo ligeiro de passageiros é que colidiu com o pesado de mercadorias". As viaturas seguiam no sentido Norte-Sul. O camião, apurou o JN, tinha acabado de entrar na estrada, saído de uma pedreira, e o ligeiro embateu com violência na traseira do pesado.

Informações recolhidas pelo JN no local, junto de várias testemunhas que chegaram ainda antes dos bombeiros, indicam que o carro iria em alta velocidade, tendo já feito várias ultrapassagens perigosas, momentos antes do acidente.

O alerta foi dado às 11.12 horas. Para o local foram mobilizados 21 bombeiros, apoiados por sete viaturas, das corporações de Castro Verde e Ourique, assim como um helicóptero e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida do Instituto Nacional de Emergência Médica.

As viaturas já foram retiradas da via, tendo a estrada sido limpa, e a circulação do trânsito, que se encontrava condicionada, ficou "normalizada cerca das 16 horas".


Fonte: JN





Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 00:26

Quinta-feira, 23.08.12

Mãe terá provocado incêndio em Castro Marim que matou os dois filhos

Os elementos recolhidos pela Polícia Judiciária até esta manhã indiciam que terá sido a própria dona da casa – uma mulher de 40 anos – que terá provocado o incêndio e a explosão que a matou a ela e aos dois filhos menores, ontem em Castro Marim, no Algarve.

A dentista brasileira, que vivia há vários anos em Portugal com o marido e os filhos, teria antecedentes de problemas psiquiátricos e o exame pericial ao local aponta para que tenha sido alguém no interior da casa a causar o incêndio e a explosão, que ocorreu ontem pouco antes das 10h00. 

A habitação estava fechada e não havia quaisquer indícios de invasão. O marido da dentista não se encontrava na casa na altura do incidente, estando a trabalhar na clínica que ambos possuíam, em Vila Real de Santo António. 

Segundo avança o Correio da Manhã, o marido saiu de casa por volta das 8h. As crianças – um rapaz de 13 anos e uma rapariga de 11 – costumavam acordar cerca das 9h30 e terá sido por volta dessa hora que ocorreu o incêndio, seguido da explosão. Os vizinhos, que viram chamas e fumo e até ouviram gritos vindos da vivenda, ainda tentaram entrar mas não conseguiram.

"Abrimos o portão do quintal e tentámos chamar pelas pessoas a ver se alguém ouvia, mas não houve qualquer resposta. Um dos vizinhos até nos disse que não deveria estar ninguém em casa", disse àquele jornal uma das vizinhas.

Só quando os bombeiros de Vila Real de Santo António chegaram ao local e saíram "transtornados" de casa é que os vizinhos perceberam que havia pessoas lá dentro.

O Laboratório da Polícia Científica da PJ teve duas equipas a examinar o local, uma de Faro reforçada com outra de Lisboa.

Fonte: Público

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:06

Terça-feira, 21.08.12

Homem detido por provocar incêndio florestal

A GNR de Vila Franca das Neves, no concelho de Trancoso, anunciou esta terça-feira a detenção de um homem por suspeita de incêndio por negligência.

A detenção ocorreu pelas 16h30 de segunda-feira e, segundo a GNR, o incêndio "terá sido ateado na sequência de trabalhos agrícolas levados a efeito pelo suspeito".

O homem foi notificado para comparecer no tribunal judicial de Trancoso.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 18:31

Segunda-feira, 20.08.12

PJ detém suspeito de fogo posto em Oliveira do Hospital

A Polícia Judiciária, através da Directoria do Centro, deteve um homem por suspeita de dois crimes de incêndio florestal em Fojo, Avô, no concelho de Oliveira do Hospital.



Segundo as autoridades, o suspeito, agricultor de 24 anos, “está fortemente indiciado de, num quadro de problemas familiares associado ao excessivo consumo de álcool, no passado dia 14 do corrente mês, ter ateado, pela madrugada e ao final do dia, com um isqueiro, dois focos de incêndio em terrenos ocupados por mato, pinheiros, oliveiras e carvalhos, no lugar do Fojo, Avô, Oliveira do Hospital, tendo ardido no total cerca de 750 m2, e que foram combatidos por seis corporações de bombeiros”.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 16:57

Segunda-feira, 20.08.12

PJ detém presumível incendiário de Arganil

A Polícia Judiciária, através da Directoria do Centro, deteve um homem por suspeita de fogo posto. O suspeito, desempregado de 29 anos, terá sido o responsável pelo incêndio que consumiu cerca de 500 m2 no lugar de Barreiros, Sarzedo, Arganil. Está em prisão preventiva.

De acordo com a informação avançada pela Polícia Judiciária, o homem, solteiro e madeireiro de profissão, terá usado um isqueiro para atear o fogo a um monte de feno situado num terreno agrícola em pousio, povoado com oliveiras, pereiras e erva seca, facto que provocou a perda de uma área de cerca de 500 m2 e pôs em perigo as habitações contíguas e toda a mancha florestal envolvente.

Os factos remontam à noite de 14 para 15 deste mês, no lugar de Barreiros, Sarzedo, Arganil. O homem de 29 anos, agora detido, terá agindo num quadro de solidão e sob a influência de álcool. O suspeito já foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 16:37

Sexta-feira, 17.08.12

Presumível incendiário sujeito a apresentações semanais

Ficou sujeito à medida de coação de apresentações semanais, o homem suspeito de ter ateado fogo em diversos locais da Ribeira Brava.

Em comunicado, o Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária do Funchal (PJ) confirma a notícia avançada na edição impressa desta sexta-feira do DIÁRIO e acrescenta que o indivíduo, com 47 anos, foi localizado no final da tarde de terça-feira, pelos Bombeiros Municipais da Ribeira Brava "a atear fogo em diversos locais daquele Concelho, pelo que alertadas as autoridades locais (PSP) e com o auxílio de alguns populares, foi possível interceptar o suspeito".

Esta foi a sexta detenção por suspeita de fogo posto efectuada pela PJ ao longo deste ano. Nos cinco casos anteriores, quatro dos fogos deflagraram em zonas florestais.

A última detenção e também a mais mediática de todas as ocorridas este ano, atendendo às proporções que as chamas atingiram, ocorreu no passado dia 27 de Julho na zona Oeste da Madeira. O detido foi um homem com 37 anos, que em tempos concorreu ao curso de aspirante de bombeiro e chumbou nos testes.

O indivíduo é suspeito de ter ateado dois incêndios: um que consumiu, em final de Março, 30 hectares de área florestal na Ponta do Pargo, o outro de grandes proporções que no dia 17 de Julho fustigou as freguesias da Fajã da Ovelha, Ponta do Pargo e Achadas da Cruz, consumindo 2.484 hectares e colocando em perigo várias habitações.

Fonte: DNotícias

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 18:12

Segunda-feira, 13.08.12

PJ detém suspeito de atear incêndios

A Polícia Judiciária (PJ) informou hoje que deteve um homem suspeito de dois crimes de incêndio em espaço florestal, ocorridos este mês na zona da Lourinhã.

A PJ explica em comunicado que os dois incêndios, um ocorrido a 07 de agosto e outro a 11 de agosto, foram iniciados com recurso a chama direta em zona de incultos e matos.

"Em consequência destes atos viria a ser criado perigo para as habitações contíguas, um armazém contendo alfaias agrícolas e fardos de palha e para botijas de gás de alimentação a habitações", descreve a PJ.

O suspeito, de 56 anos de idade, foi hoje presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Fonte: DN

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:25

Segunda-feira, 13.08.12

Lançam fogo a barco de luxo e cinco carros

Pouco passava das 05h00 de ontem quando o alerta para um incêndio num armazém caiu nos Bombeiros de Agualva-Cacém. E mal chegaram ao local, no Casal do Cotão, em São Marcos, Sintra, surgiram de imediato as suspeitas de fogo posto – pelo cheiro a produtos acelerantes e com cinco carros de luxo, motos e um barco devorados pelas chamas. A 300 metros, tiveram ainda de combater um fogo em mato.

"Mal entrámos, havia lá dentro um cheiro muito forte a acelerante. Isto, associado aos três focos de incêndio [em mato, num BMW e no interior do armazém], leva a crer que terá sido fogo posto", explicou ao CMfonte dos bombeiros. O caso está a ser investigado pela Judiciária.

O complexo da Quinta do Papel, onde se localiza o armazém, insere-se numa propriedade privada onde existem vários armazéns inactivos há muitos anos. Mas, apurou o CM, o espaço onde deflagrou o incêndio é "utilizado por um homem, que sai dali todos os dias pelas 20h00", contou uma moradora de um prédio próximo.

O incêndio propagou-se através de três focos – entre os quais num BMW que ardeu à entrada da propriedade. A dimensão do incêndio obrigou, minutos depois, à chamada de reforços. A presença de materiais inflamáveis dificultou o combate, que durou mais de duas horas. "Estava sempre a reacender", disse fonte dos bombeiros. Devido à forte suspeita de fogo posto, a Polícia Judiciária foi chamada.

Entre os danos materiais no armazém, contam-se cinco veículos de marcas diferentes: BMW, Ford, Mitsubishi, Fiat Ducato e um Volkswagen Karmann – um modelo clássico dos anos 50 –; duas motos Yamaha e ainda uma embarcação de luxo com cerca de seis metros. Foram consumidos pelas chamas.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 13:38

Sexta-feira, 10.08.12

Trancoso: Detido presumível incendiário

Um homem de 31 anos, suspeito de ter ateado um incêndio há uma semana numa zona de mato de Moreira de Rei, em Trancoso, foi detido, anunciou esta sexta-feira a Polícia Judiciária.

O suspeito está desempregado e tem antecedentes por crimes do mesmo tipo, refere a PJ em comunicado.

Além dos indícios que levaram à detenção, há suspeitas de que o homem seja responsável "por, pelo menos, outros cinco incêndios ocorridos nas imediações daquela localidade desde meados de Junho", acrescenta.

A detenção foi realizada em colaboração com a GNR local e, após primeiro interrogatório, o detido foi obrigado pelo tribunal a apresentar-se periodicamente no posto policial da área de residência.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 14:49


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Tags

mais tags