Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Quinta-feira, 03.05.12

VMER integrada na Urgência de Bragança

A Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste garante, a partir de hoje, a operacionalidade da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Bragança. 

Este meio de socorro foi integrado no Serviço de Urgência da Unidade Hospitalar de Bragança, na sequência de um despacho do Ministério da Saúde, que prevê a integração dos cuidados pré-hospitalares nos serviços de urgência.
Recorde-se que até agora a gestão das equipas da VMER era feita pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), que continua a partilhar responsabilidades com os hospitais, nomeadamente ao nível do desgaste das viaturas.
Com esta alteração ao nível do funcionamento da emergência pré-hospitalar, os doentes têm a garantia de que quando chegam ao hospital são tratados pela mesma equipa que prestou os cuidados pré-hospitalares, o que permite um acompanhamento mais eficaz das situações clínicas.
A integração da VMER no serviço de Urgência Médico-Cirúrgica de Bragança vai permitir, ainda, aumentar a taxa de operacionalidade deste meio de socorro. O director clínico da ULS, Domingos Fernandes, garante que durante o mês de Maio está garantida a operacionalidade da viatura a cem por cento. “Já tínhamos uma taxa de operacionalidade alta, mas esperamos conseguir aumentá-la com esta integração de serviços”, acrescenta o responsável.

20 enfermeiros e 13 médicos garantem operacionalidade a cem por cento no mês de Maio

Para o director clínico, o mais importante é servir melhor os utentes do distrito de Bragança. “Vamos ter a equipa que faz o pré-hospitalar, médico e enfermeiro, integrado na Unidade do Doente Crítico. Isto permite dar uma continuidade de cuidados desde a casa do doente até um serviço que presta cuidados definitivos ao mesmo doente”, realça Domingos Fernandes.
Segundo a directiva do Governo, o prazo para a integração dos serviços do INEM nos hospitais termina no início de Novembro, mas Bragança decidiu avançar já por considerar este processo mais vantajoso para os utentes.
“É vantajoso, porque permite uniformizar critérios, protocolos e formas de trabalhar. O grande objectivo é melhorar o prognóstico do doente”, sublinha o director clínico.
O director da Urgência de Bragança, Juan Luengos, reconhece que esta integração é um desafio, mas acredita que este processo, para além de permitir um melhor acompanhamento do doente, também é motivador para os profissionais de Saúde.
No âmbito deste processo, também está previsto integrar a ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) na Urgência de Mirandela.

Fonte: Jornal Nordeste

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Diário de um Bombeiro às 16:15



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031




Tags

mais tags