Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Sábado, 31.12.11

Autarcas exigem helicópteros a voar 24 horas


Os autarcas dos 12 concelhos do distrito de Bragança exigem que o Ministério da Saúde cumpra o contracto assinado em 2008 sobre a dotação da região de um helicóptero do INEM, aquando do encerramento do serviço nocturno nos SAP dos centros de saúde na sequência de um acordo com os municípios.
Numa reunião marcada com carácter de urgência para responder as declarações do presidente do INEM, Miguel Soares de Oliveira, sobre a possibilidade de os helicópteros estacionados no interior deixarem de voar à noite, os autarcas elaboraram um documento que vai ser enviado ao Governo onde exigem a manutenção do serviço nocturno do meio aéreo e mostram a sua "total discordância" a intenção do INEM, explicou Beraldino Pinto, presidente da Câmara de Macedo de Cavaleiros.
"O socorro por helicóptero foi acordado para colmatar a perda de outros serviços na região e para minimizar as dificuldades de acesso à saúde porque a maior parte dos hospitais estão a longas distâncias e as ambulâncias não conseguem compensar em termos de tempo essas situações", acrescentou o autarca.
Para os edis a questão dos elevados custos evocados pelo presidente do INEM não são argumento suficiente para extinguir o serviço de transporte aéreo nocturno, "porque se trata de uma grande perda para os transmontanos, para os turistas e para os empresários aqui radicados", explicou Beraldino Pinto, que acredita que os custos não são relevantes com os ganhos em saúde.
O argumento apontado pelo INEM de que no período nocturno diminuiu a operacionalidade dos helicópteros não é valido para os autarcas que consideram que no Inverno "pode haver algum grau de diminuição da operacionalidade, mas são casos pontuais colmatados por via terrestre", afirmou o presidente da Câmara de Macedo de Cavaleiros.
Na mesma reunião foi discutida a renovação de cerca de 180 profissionais dos centros de saúde e dos três hospitais do distrito, nomeadamente médicos, fisioterapeutas e auxiliares. Os autarcas exigem a manutenção dos funcionários "porque estão em causa postos de trabalho e podem estar em causa vários serviços de saúde nas unidades afectadas", explicou Américo Pereira, autarca de Vinhais.

Fonte: JN

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Diário de um Bombeiro às 02:18


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031




Tags

mais tags