Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Terça-feira, 18.01.11

Apenas a Minha Opinião

Olá!

Uma vez fui acusado de ser um prevaricador…

Agora que me chamaram, porque não fazer jus ao meu status conseguido por sempre ter sido um inconformado Bombeiro?

O quartel novo, é motivo de várias conversas típicas de uma cidadezinha pacata como Macedo de Cavaleiros… as pessoas quando não têm vida própria têm tendência em criticar o trabalho de outros, mesmo que estes outros, estejam empenhados em socorre-los ou então zelar pela segurança dos seus bens…

O quartel novo, ou melhor, novo velho, ainda não está ocupado por vários motivos que não se percebem, mas lá que há muita falta de interesse e má vontade, disso não tenho dúvida e por favor guardem para vocês o argumento mesquinho de que “ os Bombeiros não vão para o quartel novo ( velho ) porque querem ver passar as gajas em frente ao quartel…”

Realmente a limitação do intelecto de alguns não me surpreende, acontece no entanto que nem todos se resumem ao aprecio da bela raça feminina…

Porque chamo quartel novo velho às novas instalações? Simples, pesquisem quando foi lançada a primeira pedra e rápido chegam a uma conclusão… e depois basta visitar o quartel novo ( velho ) e poderem ver ao ponto de degradação que já se encontra e uma bela escadaria feita em ripas de madeira que ninguém se deu ao trabalho de pintar…

Para que tenham uma pequena ideia, o quartel de Bombeiros em Macedo de Cavaleiros levou 10 anos ( para já ) a edificar, corporações vizinhas como por exemplo Izeda e Torre de Dona Chama, levaram no máximo dois anos… afinal o que se passa assim de tão anormal em Macedo de Cavaleiros?

A falência de um empreiteiro?

Parece-me uma justificação tão absurda como a das “ gajas boas” ou pelo facto de os Bombeiros não quererem ir… parecem-me justificações demasiado dúbias…

A falta de mobiliário é outra justificação que não me convence também… mas se opinarem de que há um desinteresse da actual direcção e uma mistura de interesses politico-partidários ao barulho e pessoais, então aí, sou obrigado a dar o braço a torcer…

Já sei que estou a ser incomodo... inconveniente… vá não se esqueçam do prevaricador!

Mas há coisas que quando são demais, começam a chatear…

Resolvam-se, acima de tudo, entendam-se, no verão está um calor que não se suporta, no inverno, um frio difícil de suportar… refiro-me ao quartel velho, o mesmo mesmo velho…

Poderia esticar um pouco mais a corda, mas como há gente demasiado interessada em ver se me enforco, fico-me por aqui…

Sem empenho, nada se consegue e se é verdade que se têm que pagar as dívidas e os vencimentos, e desfazer os disparates que “alguém” fez e que nunca se responsabilizou, também é verdade que para angariar dinheiro, por vezes é preciso ter uma dinâmica assim em tudo semelhante à da secção desportiva que tiveram a ousadia de participar e organizar eventos para a angariação de fundos e afinal, se um “ bando de garotos” o conseguiram, não se percebe como “ilustres Macedences” se limitam tanto…

Vá, venham de lá os vossos mimos…


por Luís Rock
in: Blog do Luis Rock

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 15:48



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




Tags

mais tags