Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Quarta-feira, 22.12.10

GNR quer “zero mortes” nas Estradas do Distrito este Natal e Ano Novo

Uma média de 150 agentes estarão, por dia, nas principais
vias do distrito a fiscalizar, sancionar e sensibilizar
os automobilistas para a importância da Segurança Rodoviária
O Comando Territorial da GNR de Coimbra tem à sua disposição um novo veículo de controlo de velocidade em movimento – a chamada “Viatura Provida” – que será mais um auxiliar na Operação de Segurança Rodoviária de Natal/Ano Novo que o Destacamento de Trânsito daquela unidade irá realizar no distrito já a partir de amanhã e até dia 26 e entre os dias 31 deste mês e 2 de Janeiro de 2011.
Esta nova aquisição, que capta imagens em movimento, não só para casos de excesso de velocidade, mas também no que respeita a manobras perigosas ou não sinalizadas, irá servir todo o distrito de Coimbra, embora a operação montada pela GNR esteja mais concentrada nas vias onde se regista sinistralidade rodoviária com maior índice de gravidade, como é o caso da A-1, IC-2, EN-109, EN-17, IC-3, IP-3, A-14 e A-17, algumas delas com policiamento 24 horas.
«Iremos implementar medidas de regulação e fiscalização de trânsito, dando prioridade a uma actuação preventiva e de apoio, visando sobretudo a visibilidade e a segurança da circulação rodoviária» explicou, em conferência de Imprensa, o capitão Pedro Rosa, do Destacamento de Trânsito, adiantando que, no total dos dois períodos, está prevista a presença de 1.046 efectivos nas estradas do distrito, correspondentes a 414 patrulhas e a 98 rondas.
O efectivo será reforçado especialmente amanhã e no dia 26, assim como no dia 31 e no dia 2 de Janeiro, tendo em conta a previsão quanto ao aumento do fluxo de trânsito nas principais vias do distrito e à probabilidade da ocorrência de acidentes. A média de agentes para cada dia da operação é de 150, adiantou o capitão Pedro Rosa.
Para além da “Viatura ProVida”, e no que respeita a meios materiais, a GNR terá nas estradas da sua área de intervenção 565 carros e 71 motos (no total dos dois períodos), para além de alcoolímetros e radares.
Atenção ao excesso de velocidade

O objectivo desta operação é o de sempre, evitar ao máximo a perda de vidas nas estradas, diminuindo o número de acidentes e a possibilidade de comportamentos de risco. «Queremos que este Natal seja diferente dos outros anos», afirmou, em conferência de Imprensa, o comandante distrital da GNR, Santos Cardoso, recordando que «as previsões são para condições climatéricas muito adversas» e, portanto, propícias ao aumento da sinistralidade rodoviária.
Também o governador civil de Coimbra lembrou que esta é «uma época difícil no que respeita à segurança rodoviária», especialmente «porque há muita gente na estrada e as condições climáticas são desfavoráveis». Henrique Fernandes, que aproveitou para falar sobre a necessidade de introduzir os médicos, os professores e os pais como agentes da educação para a segurança rodoviária, apelou a todos os cidadãos para que «redobrem o bom código de conduta nas estradas», evitando tragédias.
Embora admitam ser um desejo «utópico», os responsáveis da GNR garantem que todo o dispositivo montado para esta Operação Natal/Ano Novo 2010 vai no sentido de contribuir para que não existam mortes nas estradas do distrito nestes períodos. De qualquer forma, como admitiu Santos Cardoso, «já seria muito bom se os números fossem idênticos aos do ano passado», em que se registaram menos mortes e feridos e igual número de acidentes nas estradas do distrito em relação a igual período de 2008 na época das festas.
Apesar de o excesso de álcool ou as cedências de prioridade terem sido apontadas como as principais razões para a ocorrência de acidentes com vítimas mortais, o excesso de velocidade continua a estar, como o comprovam as estatísticas de 2009, no topo da lista das causas dos sinistros com mortos e feridos, inclusivamente já durante este ano, como adiantou o capitão Pedro Rosa, que sublinhou – com dados contabilizados até Novembro – o aumento da sinistralidade do concelho de Montemor-o-Velho e a diminuição no concelho de Coimbra. 

in: DC

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 08:25


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031




Tags

mais tags