Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Domingo, 21.08.11

Bombeiros de Bragança Insultados e Ameaçados Durante Combate a Incêndio

Os Bombeiros de Bragança foram chamados esta noite para combate a um incêndio florestal que lavrava ao lado da estrada que liga Bragança ao Portelo, e junto á aldeia de França.

Através de um alerta de um popular, foram activados rapidamente os meios de intervenção disponíveis, contando que já se encontravam 2 equipas de combate a incêndios em missões em Carrazeda de Ansiães e Vinhais.

O grupo activado para França dirigiu-se rapidamente para o local, tendo encontrado já a seguir á aldeia de Rabal um foco de pequenas dimensões e possivelmente acabado de atear, visto a sua reduzida dimensão. Esse foco foi combatido de imediato, e procedeu-se o seguimento da estrada até a aldeia de França, verificando se haveria mais focos de incêndios.

A cerca de 1km da aldeia de França, começou a haver fumo no ar e rapidamente se suspeitou de um incêndio de grandes dimensões, este que se veio a vislumbrar na primeira curva da estrada nacional antes de chegar a França. Um incêndio lavrava com médio intensidade, em forma circular, sem influência de ventos, mas que colocava em risco algum arvoredo e uma corriça. A cabeça do incêndio seguiria em direcção aos pinhais de Montesinho.

Após os Bombeiros começarem a combater o incêndio, estes foram ajudados por 2 populares. Mas passados 10 minutos começaram a aparecer junto á viatura mais populares. Um destes que acabavam por aparecer posteriormente, notoriamente embriagado começou a questionar o motorista da viatura sobre o tempo de demora, tendo este apenas explicado que vieram o mais rapidamente possível e antes já teriam apagado outros focos pelo caminho. 
O mesmo ameaçou fazer queixa junto do comandante do Corpo de Bombeiros de Bragança, não tendo ninguém da equipa lhe dado mais resposta o mesmo começou a diferir ameaças e insultos aos elementos da equipa. A passividade dos outros populares permitiu que o homem continuasse as ameaças e inclusive, chegou a confessar a autoria do incêndio maior, dizendo que seria para testar a nossa rapidez. Entretanto com o aparecimento de mais populares o individuo continuo com ameaças de morte e insultos muito grosseiros, mas nenhum dos presentes tentou veementemente contrariar a situação que causou algum maus estar e desconfiança à equipa que se encontrava a combater o incêndio.A GNR foi chamada ao local, e apenas quando estes militares apareceram é que os amigos e familiares levaram o individuo alcoolizado para a povoação. Entretanto com o empenhamento das equipas no combate acabou por não ser possível a sua identificação.

O incêndio foi extinto, mas a insegurança e falta de respeito para com os bombeiros ficou patente naquela aldeia de França!
 
fonte: CBBragança

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:25


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  





Tags

mais tags