Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Terça-feira, 15.11.11

HISTÓRIA - BOMBEIROS


BOMBEIROS DE COLARES
PIONEIROS NO CONCELHO DE SINTRA



Segundo consta de uma Acta de 1930, evocativa dos 50 anos dos BOMBEIROS Voluntários da Ajuda.


" O Corpo Activo estava dividido em 3 Secções, sendo a primeira constituída pela 1ª Esquadra, Palácio da Ajuda e tendo como Chefe João Luís Duarte. A 2ª Secção tinha a seu cargo as Esquadras da Casa Pia e do Palácio das Necessidades e era seu Chefe Eugénio Ladislau de Oliveira e finalmente a 3ª Secção e 4ª esquadra tinha a sua sede no Hospital de São José e era dirigida por Artur Mena.
Em Março de 1890 foi inaugurada a 5ª Esquadra, que teve a sua sede em Colares e foi constituída pelo material e pessoal da antiga Associação dos Bombeiros daquela localidade. Foi Chefe desta Esquadra Eduardo Rodrigues da Costa industrial muito considerado naquela Vila e instrutor o 1º patrão dos Bombeiros Municipais de Lisboa, Fernando Augusto de Oliveira"
O livro de Actas da Associação dos Bombeiros Voluntários de Colares mais antigo existente é já um segundo livro, respeitante ao ano de 1901 e seguintes, ao qual foi colada uma folha – com a anotação de estar ausente o Secretário e não do anterior livro de Actas – contendo a deliberação da Assembleia Geral Extraordinária de 12 de Julho de 1891 respeitante á criação de uma Banda de Música.
O primeiro Secretário de que temos noticia foi Francisco Canuto Rocha Júnior, conforme Acta de 5 de Julho de 1891, a felizmente tivemos acesso por estar arquivada no Governo Civil de Lisboa.
Não nos movem ideias saudosistas, mas entendemos que a memória de um passado construído com tanto amor e abnegação, na total disponibilidade para a prática do bem, terá de construir um compromisso para os presentes. Terá de faze-los sentirem-se como que depositários efémeros de uma inestimável herança moral que terão de transmitir aos vindouros ainda mais enriquecida.
Aos que nos antecederam, desde os mais destacados dirigentes aos mais humildes colaboradores, administrativos ou operacionais, aqui fica o preito da nossa sincera e agradecida Homenagem.


***

Uma colectividade Humana é como uma árvore: mergulhando raízes no húmus do passado, oferece os frutos do presente nos quais se contêm as sementes da nova vida a projectar-se no futuro
Que a sombra dessa árvore frondosa cujos 100 anos, longe de envelhecerem, lhe dão a pujança da juventude, nos reforce a generosidade para sermos dignos continuadores dos homens bons que em 1890 fundaram a Associação dos Bombeiros Voluntários de Colares


António Caruna
2º Comandante
 
 
Fonte : Textos retirados do Livro "Cem Anos Fazendo o Bem"
Dos Bombeiros Voluntários de Coares

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 23:11


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930




Tags

mais tags