Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Terça-feira, 15.11.11

História - BOMBEIROS


ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA
DE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS "PROGRESSO BARCARENENSE"


Em 25 de Março de 1880, António José Gonçalves, Inácio Casimiro Alves de Azevedo, António da Costa Pereira, Cândido António, Henrique de Silva e João de Sousa Canedo, entre outros, fundaram a Sociedade Filarmónica de Barcarena, com a dupla finalidade de dotar a povoação com u...ma Banda de Música e um Grupo Dramático.
Em 26 de Maio de 1894, com a designação de Associação de Instrução e Beneficência Joaquim Sabino de Sousa, foi criada uma outra colectividade que posteriormente, e por razões de ordem política, mudou de nome, tendo adoptado o de Associação de Instrução e Beneficência de Barcarena
O espírito de competição entre as duas instituições tornou mais activo o espírito associativo quer no campo cultural, quer no sector recreativo.
Um dia, a 13 de Julho de 1901,as chamas irromperam na casa que era a sede da Sociedade Filarmónica de Barcarena, reduzindo a cinzas grande parte dos móveis, documentação e objectos de grande valor estimativo.
Não existia na altura um grupo de bombeiros em Barcarena, para além de um grupo de homens, trabalhadores da antiga Fábrica de Pólvora, que habitualmente prestavam socorro quando aí sucediam fogos ou explosões, o que deixou a população em sobressalto, como se calcula.
A pedido de Casimiro Augusto de Carvalho, a população reuniu-se então no salão da Junta de Freguesia, onde foi acordado formar-se um corpo de bombeiros voluntários, instruídos e disciplinados para salvaguarda das vidas e dos haveres da população.
Embora não tenha sido fácil a criação deste corpo de bombeiros, a 15 de Agosto de 1901, conseguiu-se finalmente a fusão das duas colectividades existentes, dando origem a Associação de Bombeiros Voluntários, adoptando o nome de Associação dos Bombeiros Voluntários "Progresso Barcarenense".
Desde 1880, quando a sede era na arrecadação da igreja, enquanto não se conseguiram fundos para a compra dos instrumentos musicais – as sedes foram na Rua da Fábrica da Pólvora, no Sobreiro de Baixo e no Beco da Mouraça – actual travessa Alípio Seco, em homenagem ao que foi mestre da Banda durante 26 anos – casa, mais tarde doada por um sócio à Associação e na qual foram produzidas as beneficiações necessárias e onde ainda hoje se situa a sede da Associação.
Actualmente o património imóvel da Associação é composto pelo referido edifício da sua Sede Social e por um Quartel, construído em 1993.
Actualmente a Associação é composta por 4 Secções, que são as seguintes :
1ª Secção – Corpo de Bombeiros com Quadro de Honra
2ª Secção – Banda de Música e Escola de Música
3ª Secção – Grupo Cénico Sénior e Juvenil
4ª Secção – Desportiva
A organização administrativa da Associação é composta do seguinte modo :
Assembleia Geral
Conselho Fiscal
Direcção da Associação
A Associação foi agraciada pela República Portuguesa em 1948 com a insígnia de Oficial da Ordem de Benemerência, pela Câmara Municipal de Oeiras em 1928 com a medalha de Mérito e Filantropia e em 1980 com a Medalha de Ouro e pela Liga dos Bombeiros Portugueses em 1980 com o Crachá de Ouro e ainda ao longo dos anos por várias outras instituições.
 
Fonte:Bombeiros de Barcarena

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 10:50


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930




Tags

mais tags