Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Segunda-feira, 20.08.12

E... tudo ficou por terminar!

Ficava acordado, com o pensamento preso à almofada. Vezes sem conta, a lágrima soltava-se, em dias como o de hoje. Abafado, seco! A sirene - altiva - despertava a obrigação de erguer o corpo e partir em auxilio de quem estava em sobressalto.
De luz apagada, os passos ficavam mais firmes no corredor. E eu ali ao lado, deitado na impotência de o ver sair. Imaginava o seu rosto. Semblante despreocupado. Afinal, era mais uma chama entre outras tantas. A porta batia, a chave rodava no ferrolho, fechando em mim o receio de ser a última vez que ele o fazia.
Um vazio em mim, transbordava de angústia durante todas as horas da madrugada. Olhava no escuro e via a sua clareza de somente pensar em bem ajudar e assim se sentir bem consigo. Perdemos dias e deixamos muito por partilhar. Mas sei que de outra forma não teria vestido, ao longo de quarenta anos, aquela farda e sobretudo aquele meigo espírito. De capacete ou de bivaque, o que importava era lá estar.
E hoje, ao sentir o cheio do cinzento, daquela encosta que abraçava o voluntário de Figueiró dos Vinhos, senti-me novamente impotente e a equacionar o destino de quem tudo dá, mas que tudo deixa por terminar. Talvez por isso ainda esteja acordado, agora preso à memória, as recordações de um Pai como aquele que se tornou nesta tarde mais um singelo símbolo dos Bombeiros Voluntários.

(Homenagem - 09. Agosto. 2012)
Autor: António Crespo

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 15:23



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031




Tags

mais tags