Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Sexta-feira, 06.05.11

Almeirim Vai Acolher Base da Força Especial de Bombeiros

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) escolheu o dia internacional do bombeiro, 4 de Maio, para anunciar a instalação de duas importantes estruturas de socorro em Almeirim, cidade escolhida para acolher a base do grupo de Santarém da Força Especial de Bombeiros (FEB) e o futuro Pólo Logístico Nacional da Protecção Civil.
A construção da base permanente para os “canarinhos”, que estão provisoriamente instalados no Sardoal, foi alvo de um protocolo entre a ANPC e a Câmara Municipal de Almeirim, que oferece o terreno e assume os custos da construção, cedendo-a por 20 anos à ANPC.
O edifício, o primeiro do género a ser construído de raiz em Portugal, vai ficar situado no lote 84 da Zona Industrial e servirá para acolher a 3ª companhia da FEB.
O projecto significa um investimento total que ronda os 583 mil euros, comparticipados a 70% por fundos comunitários do QREN.
A base, que tem um prazo previsto de construção de nove meses, tem capacidade para acomodar em permanência 60 elementos dos “canarinhos”.
Estende-se por uma área total de 600 m2, dividida em áreas de trabalho, sala de formação, e espaços de lazer e de refeições.
“A Câmara de Almeirim está a disponibilizar os meios e fá-lo com todo o gosto”, afirmou o presidente da autarquia, José Sousa Gomes, durante a cerimónia de assinatura do protocolo.
“Espero que corresponda aos anseios da ANPC e que sirva para todas as questões operacionais”, acrescentou ainda o autarca, para quem “é necessário garantir toda a disponibilidade para ter os meios de socorro para fazer face àquilo que é imprevisível”.
Uma vez que a Câmara de Almeirim disponibilizou um lote de terreno contíguo ao que vai acolher a base da FEB, a ANPC decidiu lá instalar a sua Unidade de Reserva Logística, um investimento da responsabilidade do Estado que ronda os 1,3 milhões de euros, igualmente comparticipado por fundos europeus.
Segundo o que foi transmitido durante a cerimónia, o concurso está pronto para ser lançado, tendo a obra um prazo de construção de 11 meses.
Este pólo logístico nacional da Protecção Civil tem cerca de 1.600 m2 de área coberta e divide-se em dois edifícios independentes.
Um servirá como o parque de veículos, ao passo que o segundo vai acolher todos os equipamentos operacionais da ANPC, à excepção daqueles que se destinam à ajuda humanitária e que vão permanecer na base aérea de Sintra.
Segundo Arnaldo Cruz, presidente da ANPC, a infra-estrutura tem ainda áreas de trabalho para a recém-criada Brigada Logística da FEB, que ficará responsável pelo funcionamento desta unidade.
O presidente da ANPC justificou a escolha de Almeirim pela sua localização geográfica central, a nível do país, e pela rede de acessibilidades que serve o concelho, nomeadamente o acesso rápido a três auto-estradas (A1, A13 e A10) e a proximidade à Linha Ferroviária do Norte.
Arnaldo Cruz revelou ainda que o pólo vai receber o nome de António Almeida Santos, mais conhecido por “Saroca”, o ex-comandante dos bombeiros voluntários do Cadaval e formador na Escola Nacional de Bombeiros que pôs fim à própria vida em Janeiro deste ano.
“Será uma homenagem inteiramente justa, pois em vida foi um dos principais impulsionadores da criação do pólo logístico”, justificou o presidente da ANPC, arrancando muitas palmas aos bombeiros que encheram o salão nobre da Câmara.
Dentro de um ano e meio, Almeirim será dos concelhos com maior concentração de meios e estruturas de socorro a nível do país, onde o investimento global ascende aos 2,5 milhões de euros.
Isto porque, a estes dois equipamentos agora apresentados, junta-se ainda o Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, que está a funcionar na cidade desde Setembro de 2009.
Durante anos disperso entre a capital de distrito e Tomar, o CDOS foi instalado no Lezíria Retail Park de Almeirim, numa área de 480 m2, arrendada pela Câmara de Almeirim e cedido a título gratuito à ANPC nos primeiros 18 meses de funcionamento.
Uma vez que tem sido considerado como modelo, o espaço foi entretanto aumentado para 630 m2, num investimento total da Protecção Civil nacional que já ascende aos 300 mil euros.

por João Nuno Pepino
fonte: Jornal O Ribatejo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Diário de um Bombeiro às 20:21


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2011

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031




Tags

mais tags