Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Quinta-feira, 03.02.11

Já Não Vai Haver Novo Quartel para os Voluntários de Coimbra

A Câmara e a Direcção da Associação Humanitária concordam com a permanência do quartel na Avenida Fernão de Magalhães. A elaboração do projecto de remodelação das actuais instalações arranca já este ano.

João Silva, presidente da Direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Coimbra (AHBVC), e João Paulo Barbosa de Melo, presidente da Câmara Municipal de Coimbra, estão de acordo quanto à permanência do quartel da corporação na Avenida Fernão de Magalhães.

Uma comunhão de ideias transmitida, ontem, no final de uma visita do autarca às instalações, seguida de uma reunião de trabalho onde foram transmitidos os projectos dos Voluntários para este ano.

«Gostaríamos que esta associação continuasse aqui, que é o seu espaço natural, e foi aqui que nasceu. Retirar daqui seria um erro», sublinhou João Silva, enquanto Barbosa de Melo, já depois de ter dito «nunca» ter sido «muito adepto» da saída do quartel para «os arredores», lembrou ter dito, em Abril de 2010, aquando do 121.º aniversário dos Bombeiros Voluntários de Coimbra, «porque não estudar a possibilidade da continuidade do quartel no âmago da cidade».

Além da zona de «riscos grandes» que é a Baixa, o presidente da autarquia de Coimbra justificou a opção com «uma questão de tradição», mas também com «uma questão de comodidade de acesso dos próprios bombeiros ao quartel». «Parecia-me uma boa solução e constato que encaixa na forma de ver o problema por parte da Direcção desta AHBVC», assumiu Barbosa de Melo, assegurando que «a Câmara ajudará a ter uma sede digna neste edifício».

Após sublinhar que «não vai ser tudo feito de uma só vez», o autarca destacou que «o objectivo primeiro é estudar bem o que aqui se vai fazer», esperando que, em 2012, se avance para a construção do novo quartel, assim como defendeu que o projecto, do ponto de vista urbanístico, «ajude a melhorar esta zona da cidade». Antes de terminar, Barbosa de Melo apelou à «sustentabilidade do projecto, que ajude a gerar as receitas, que, depois, ajudem a que os bombeiros continuem a sua missão».

“Não há dinheiro sem projecto”

Em Abril próximo, os Voluntários de Coimbra, com um corpo de 120 homens, assinalam o 122.º aniversário. João Silva quer «um projecto bom, que não suscite dificuldades ou discussão», confirmando ir «celebrar um contrato dentro de dias, tendente a desenvolver um estudo prévio para ver o que se pode fazer neste espaço». «Estamos a iniciar o processo, estamos no arranque da elaboração do projecto e pensamos avançar, no dia 10 de Abril, com alguma coisa mais», expressou o presidente da Direcção da AHBVC.

«A localização é uma questão que hoje está encerrada», garantiu João Silva, manifestando a vontade de contribuir para «encontrar uma nova geração de quartéis de bombeiros, de dimensão mais urbana». Quanto às ideias para o remodelado quartel dos Voluntários de Coimbra, o dirigente resumiu: «Temos uma frente para a Fernão de Magalhães e uma frente para o rio. Aquilo que imaginamos é que todo este espaço, que vai da Avenida Fernão de Magalhães até à Rua dos Oleiros, é para a componente operacional (aparcamento de viaturas, camaratas, quartel). A outra parte mais institucional, virada para as actividades, será nesta parte histórica».

Confrontado com as dificuldades financeiras, João Silva defendeu que «não há dinheiro sem projecto», reforçando que «os Voluntários de Coimbra têm património e uma boa solução de espaço». «Agora, vamos ver como o podemos aproveitar», prosseguiu, antes de concluir: «Não queremos andar sempre numa atitude de pedinchice junto da Câmara, sem a qual não podemos prescindir. Queremos ser um parceiro activo da cidade na procura de soluções, mas queremos que a cidade colabore connosco. Precisamos ter mais sócios, mais cidadãos activos e que as pessoas de Coimbra percebam a importância dos seus bombeiros».

Fachada do quartel pintada nos próximos dias

Na reunião de ontem, João Silva transmitiu a Barbosa de Melo algumas das iniciativas a concretizar em 2011. Além da melhoria da parte operacional, nomeadamente do aparcamento de viaturas, com a concretização de uma «pequena intervenção interna», o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Coimbra anunciou a melhoria da funcionalidade e do apoio dos bombeiros, através da reformulação de um pequeno barco, que contou com a «ajuda preciosa» da Junta de Freguesia de Santa Cruz.

As camaratas também entram na lista de melhoramentos. A pintura e a limpeza da fachada do quartel serão iniciadas nos próximos dias.

in: DC

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 12:53


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728




Tags

mais tags