Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Domingo, 03.03.13

Barreiro SUL e SUESTE’13 – Simulacro de Acidente Ferroviário Multivítimas

O Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste realizou no dia 2 de março um exercício de simulacro de Acidente Ferroviário Multivítimas no terminal rodo-ferro-fluvial do Barreiro, antecedido de um workshop sobre “Gestão de emergência no contexto de sinistros de grande envergadura”.

A realização de exercícios (simulacros) de acidente ferroviário visa cumprir a legislação nacional em consumação da mútua colaboração entre o gestor da infraestrutura ferroviária – REFER – e as empresas de transporte ferroviário – no caso, a CP – para estabelecimento dos procedimentos comuns de emergência, que deverão ser exercitados para efeitos de aferição e teste.

O exercício “SUL e SUESTE’13” surgiu, assim, no âmbito do planeamento anual de simulacros de acidente ferroviário entre a REFER e a CP no sentido de, de forma harmonizada, promoverem ações de avaliação, aferição e teste aos procedimentos de resposta a situações de emergência instituídos, sob homologação do IMT, e, também, em correspondência com a intenção manifestada pelo Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste em exercitar a prática de intervenção num ambiente ferroviário e familiarizar os seus operacionais com uma hipotética situação de acidente ferroviário com multivítimas, testando as capacidades de cada elemento perante situações de emergência desta natureza.

Foi também intenção do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste pôr em prática as suas valências em matéria de salvamento e desencarceramento ferroviário, tendo em conta a forte aposta na formação dos bombeiros encetada neste particular nos últimos meses, promovendo o treino operacional nas vertentes de socorrismo, desencarceramento e funções de comando (COS).

O simulacro “SUL e SUESTE’13” foi de nível operacional tático de âmbito municipal, planeado e conduzido com a finalidade de testar a resposta operacional do Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro (SIOPS), aplicado aos Agentes de Proteção Civil e Entidades que cooperam nesta matéria, no município do Barreiro, distrito de Setúbal, e de testar os planos de emergência da REFER e da CP. Foi previsto um cenário fictício de acidente ferroviário, com um grau de exigência elevado na mobilização e condução de forças que atuaram na resposta à emergência e na operacionalização de procedimentos diferenciados de ação e de segurança inerentes à especificidade do transporte público ferroviário. O cenário do simulacro determinou a existência de 24 vítimas resulantes do acidente, com diversos graus de gravidade, sendo que 12 delas necessitaram de cuidados diferenciados e evacuação em ambulância após triagem.

O simulacro contou com o envolvimento da REFER – Rede Ferroviária Nacional, da CP – Comboios de Portugal, da PSP – Polícia de Segurança Pública e da ANPC – Autoridade Nacional de Proteção Civil, através do Comando Distrital de Operações de Socorro de Setúbal.

Para além do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste, que envolveu cerca de 50 bombeiros e 12 veículos nas operações de socorro, garantindo ainda a constituição de uma força de reserva com 9 bombeiros e 3 veículos, às ordens do Comando, para assegurar a pronta assistência e prestação de socorro face a qualquer situação de emergência real que pudesse ocorrer no contexto do simulacro ou fora deste, estiveram ainda envolvidos os Corpos de Bombeiros do Barreiro (Corpo de Salvação Pública), de Cacilhas, da Moita, do Pinhal Novo, do Seixal e de Sesimbra, os quais disponibilizaram 9 ambulâncias de socorro, com as respetivas tripulações, como reforço aos meios do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste, para efeitos de evacuação secundária de algumas das vítimas.

O exercício de simulacro, contou com um painel de observadores de reconhecida competência técnica: Patrícia Gaspar, Comandante Distrital de Operações de Socorro de Setúbal; Fernando Gonçalves, Comandante do CB Condeixa; José Guilherme, Comandante do CB Benavente; Jorge Jesus, Comandante do CB Cantanhede; Jorge Fernandes e Paulo Rocha, Formadores da Escola Nacional de Bombeiros; Tenente Enfermeira Sílvia Sousa, da Força Aérea Portuguesa. Todos qualificaram o exercício com um nível de qualidade bastante elevado, reconhecendo o empenho e a capacidade do Corpo de Bombeiros organizador, bem como dos restantes Corpos de Bombeiros envolvidos, face à complexidade e dimensão do cenário simulado.

Tal como referido, na parte da manhã realizou-se no quartel-sede da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste um workshop sobre “Gestão de emergência no contexto de sinistros de grande envergadura”, o qual contou com uma centena de participantes. Após a abertura pelo Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto de Carvalho, o Comandante do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste, Acácio Coelho, coordenou dois painéis de oradores, cujas comunicações versaram os seguintes temas: “Organização e gestão de emergências ferroviárias” (Pedro António e João Gregório, REFER), “Acidentes ferroviários: prevenção e resposta” (Manuel Baptista, CP), “Gestão de acidentes ferroviários/multivítimas” (Jorge Fernandes, ENB), “Evacuações aeromédicas” (Sílvia Sousa, FAP) e “Gestão de emergências e comunicação” (Patrícia Gaspar, ANPC).

 
BVSS, 2013-03-02

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 10:51


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Tags

mais tags