Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Sexta-feira, 14.10.11

Distrito de Braga: Apelo às Juntas para apoiarem nos incêndios

Resolvidas as primeiras ocorrências da manhã, só entre o meio-dia e as 14.30 horas de ontem, deflagraram 11 incêndios no distrito de Braga em dez concelhos diferentes. Números que levaram ontem o comandante distrital de operações de socorro, Hercílio Campos, a enviar uma comunicação a todos os Serviços Municipais de Protecção no sentido de sensibilizarem as Juntas de Freguesia para a problemática dos incêndios florestais. O apelo do CODIS é no sentido dos autarcas estarem mais atentos às respectivas freguesias e sensibilizarem a própria população.

O ‘recado’ é reforçado em freguesias onde têm ocorrido, repetidamente, incêndios.
A não utilização do fogo é, no entanto, a ajuda mais preciosa para evitar os incêndios florestais.
Fafe, Guimarães, Braga, Barcelos, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vizela, Celorico de Basto, Póvoa de Lanhoso e Vila Nova de Famalicão foram os concelhos onde, ontem, se registaram ocorrências no espaço de duas horas.

E se umas ocorrências são resolvidas em pouco tempo, outras exigem mais meios. Foi o caso dos incêndios que deflagraram em Pedraído, concelho de Fafe, e em Longos, concelho de Guimarães.
Além dos meios terrestres, foram mobilizados dois meios aéreos de Vila Real para acorrer aos incêndios de Pedraído (Fafe) e de Longos (Guimarães) porque os meios baseados no distrito estavam a operar fora. Duas horas depois, a situação de Longos estava em resolução.

Pouco tempo depois, novo alerta. A cerca de um quilómetro deflagrou outro incêndio na mesma zona que os meios no terreno não tardaram a resolver, mas que alerta para a repetição das ocorrências nos mesmos locais. Por volta das 17.30 horas, foi dado como dominado o incêndio em Pedraído, Fafe. Logo que os meios aéreos regressaram ao distrito foram mobilizados para os incêndios em curso. Durante a tarde, houve alerta de incêndios em Vila Verde e em Pedralva (Braga).

O Grupo de Reforço (GRIF) de Aveiro que veio para o distrito para apoiar o combate em Escudeiros, anteontem, foi ontem mobilizado para Duas Igrejas, em Vila Verde.
Esta era, aliás, a ocorrência com mais meios no distrito, ao final da tarde.
No concelho vilaverdense, desde há três dias que se mantém aberta a ocorrência do Monte de Santa Ana, em Paçô, por continuarem meios em vigilância no terreno. Também a zona de Monte, em Escudeiros, Braga, continua sob vigilância.

O alerta amarelo foi prolongado agora para 17 de Outubro em todo o país. Por decidir está ainda a manutenção dos quatro meios aéreos que têm estado a reforçar o dispositivo no país, um deles em Braga.
 
 
fonte: Correio do Minho

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 12:51


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




Tags

mais tags