Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Sábado, 11.02.12

PC recomenda uso de roupa adequada e ingestão de bebidas quentes perante vaga de frio


A Direção-Geral da Saúde e a Autoridade Nacional de Proteção Civil recomendam, perante a descida das temperaturas prevista para este fim-de-semana, o uso de várias camadas de roupa e a ingestão de bebidas quentes, entre outras medidas de autoproteção.
Em comunicado hoje enviado à Lusa, a Proteção Civil indica que garantirá o acompanhamento permanente da situação, juntamente com a Direção-Geral da Saúde e o Instituto de Segurança Social, prestando “particular atenção à situação de grupos populacionais mais vulneráveis, como crianças, idosos, pessoas portadoras de patologias crónicas e indivíduos sem abrigo”.
Além da ingestão de sopas e bebidas quentes e do uso de roupa “folgada e adaptada à temperatura ambiente”, a Direção-Geral da Saúde aconselha ainda a população a evitar a exposição prolongada ao frio e as mudanças bruscas de temperatura e a proteger as extremidades do corpo (usando luvas, gorro, meias quentes e cachecol).
Recomenda igualmente “especial atenção com a proteção em termos de vestuário por parte de trabalhadores que exerçam a sua atividade no exterior e evitar esforços excessivos resultantes dessa atividade”, lê-se no documento.
A Proteção Civil junta a estas outras recomendações, como “especial atenção aos aquecimentos com combustão (como braseiras e lareiras), que podem causar intoxicação e levar à morte” e “que se assegure uma adequada ventilação das habitações, quando não for possível evitar o uso de braseiras ou lareiras”.
Aconselha ainda “que se evite o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono, desligando sempre quaisquer aparelhos antes de se deitar” e “que se tenha em atenção a condução em locais suscetíveis de formação de gelo na estrada, adotando uma condução defensiva”.
Por último, a Autoridade Nacional de Proteção Civil recomenda “especial atenção por parte das famílias e vizinhos, e das redes de proximidade, com as situações de pessoas idosas e em condição de maior isolamento”.
No caso específico dos sem-abrigo, o Instituto da Segurança Social articulará com as Câmaras Municipais de Lisboa e Porto planos de contingência para lhes prestar apoio.
Para obterem “esclarecimentos adicionais sobre os efeitos do frio na saúde e medidas de autoproteção ou para serem devidamente encaminhados para os serviços de saúde quando se justifique”, os cidadãos deverão ligar para a Linha Saúde 24 (808 24 24 24).
E através da Linha Nacional de Emergência Social (144) poderão ser reportadas eventuais situações de emergência de âmbito social, indica ainda a Proteção Civil.
Fonte: noticiasdocentro

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 01:14



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829




Tags

mais tags