Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Segunda-feira, 02.04.12

Governo Rreforça Meios de Combate a Incêndios já a Partir de Abril

Referiu ontem fonte da tutela, o reforço do dispositivo de combate a incêndios e a implementação de medidas especiais face à actual situação especial, tal como já tinha sido anunciado. A situação meteorológica atípica para a época e o elevado número de ocorrências e de área ardida levou o governo a implementar um conjunto de medidas que visam antecipar o dispositivo de defesa da floresta contra incêndios.

O governo decidiu antecipar o designado Período Crítico que terá início no dia 1 de Abril, tendo como objectivo operacionalizar os meios e recursos normalmente desencadeados a partir de 1 de Julho, em situações normais na Fase Charlie.

Igualmente, será antecipada a abertura de todos os Postos de Vigilância Fixa da Rede Nacional. Além disso, anunciou ainda o aluguer de um avião Beriev, que irá integrar o dispositivo de combate a incêndios a partir de 1 de Maio, o qual foi feito por ajuste directo, mas em condições mais favoráveis, cujo destino será a região Norte do país. Na Fase Bravo,  graças ao acordo celebrado com um conceituado organismo espanhol de estudos sobre fogos florestais (CEAFF), serão integrados no dispositivo cerca de 12 elementos de técnicos analistas de incêndios e especialistas no uso do fogo de supressão, em substituição das equipas GAUF.

A contratação deste serviço ao organismo de combate de incêndios florestais de Espanha por 3 meses, assume-se como mais vantajosa comparativamente aos custos de anos anteriores e que serão inteiramente suportados pelo Fundo Florestal Permanente”, adiantou fonte. Os técnicos espanhóis, com larga experiência nos incêndios da Grécia trabalharão em conjunto com os técnicos do ICNF (Instituto de Conservação da Natureza e Floresta) destacados para o combate aos incêndios.

"O Estado tem de se adaptar às circunstâncias", sustentou, salientando que dia 1 de Abril, "como prometido", as medidas especiais terão início para fazer face à situação especial que o país atravessa em matéria de incêndios florestais.

Hoje, a situação é diferente à vivida em 2003 ou 2004, onde os incêndios destruíram milhares de hectares de floresta e onde se perderam vidas humanas. Quase todos os municípios portugueses encontram-se actualmente dotados de Gabinetes Técnicos Florestais e tendo desenvolvido nestes últimos 5 anos, um conjunto de acções previstas nos planos municipais de defesa da floresta contra incêndios, conferindo um maior conhecimento deste problema e tornando os seus técnicos mais experientes”. Planos estes que serão actualizados até Janeiro de 2013.


fonte: JM

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Diário de um Bombeiro às 09:44



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930




Tags

mais tags