Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Quinta-feira, 25.08.11

“Sufoco”: Bombeiros à Beira do Colapso por Dívidas dos Hospitais

Caso da Póvoa do Varzim é o extremo de uma situação que assola diversas corporações do país, credoras de milhares de euros. Hospitais não pagam serviços de transporte de doentes e deixam bombeiros na iminência da parar.
Os bombeiros da Póvoa do Varzim representam o caso mais dramático do sufoco que diversas corporações enfrentam, por dívidas hospitalares. Segundo o presidente da Câmara Municipal, o caso local é “dramático”. No entanto, Macedo Vieira realça que o problema estende-se a todo o país.

“Sem dinheiro”, o Estado não paga serviços básicos de saúde, prestados pelos bombeiros.
“A realidade é esta: o País gastou à toa e agora todos iremos sofrer, nos próximos anos”, referiu o edil, à agência Lusa.

Por seu turno, o responsável máximo pelos Bombeiros Voluntários da Póvoa do Varzim, Rui Coelho, encontra outra palavra para classificar a situação: “sufoco”. As dívidas do agrupamento hospitalar da cidade atingem os 120 mil euros, de um total de 150 mil de que a corporação é credora.

Duarte Caldeira, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, assinala este caso como o mais preocupante, mas chama à atenção para a realidade nacional. “Em todo o país há incumprimento”, sublinha. Nesse sentido, foi pedida uma reunião com os ministros da Saúde e da Administração Interna, Paulo Macedo e Miguel Macedo, respetivamente.

A liga espera “uma solução imediata do Governo”, para evitar o “colapso de muitas estruturas de bombeiros do país”.

fonte: PT Jornal

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:13


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  





Tags

mais tags