Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Quinta-feira, 18.08.11

Portalegre: Antigo quartel dos bombeiros vai acolher Centro Interpretativo da Ordem de Avis

O antigo quartel dos bombeiros de Avis (Portalegre) está a ser transformado num Centro Interpretativo da Ordem de Avis (CIOA), num investimento superior a um milhão de euros, revelou hoje à agência Lusa fonte do município local.

De acordo com a mesma fonte, o espaço deverá ser inaugurado em 2012 e tem como objectivo transformar-se num local de investigação, debate e pesquisa sobre a Ordem de Avis.

O município alentejano, entidade promotora do projecto, além de querer cativar o público em geral para frequentar o espaço, pretende ainda criar as condições necessárias para atrair visitantes mais “especializados”.

Nesse sentido, a autarquia pretende dotar o CIAO de vários elementos que permitem a esse tipo de público aprofundar o estudo do património histórico e artístico afecto à Ordem de Avis e a outras ordens militares.

Este projecto, que está a ser desenvolvido no centro da vila de Avis, conta com financiamento comunitários, através do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).

Entretanto, o município de Avis celebrou um protocolo de colaboração com a Direcção-Geral de Arquivos, com o objectivo de salvaguardar, promover, valorizar e divulgar o património material e imaterial relativo à Ordem de Avis e ao Convento de S. Bento de Avis.

Neste âmbito, a Direcção-Geral de Arquivos vai disponibilizar ao município o acesso à documentação, em formato digital, referente à Ordem de Avis e ao Convento de Avis, que integra o acervo do Arquivo Nacional da Torre do Tombo, bem como do Arquivo Distrital de Portalegre.

Em contrapartida, a Câmara Municipal de Avis, através do CIOA, vai proceder à descrição e disponibilização da referida documentação.

Além do espólio documental que vai acolher através do protocolo, o CIOA espera também mostrar ao público a documentação que integra o acervo da Biblioteca Nacional e da Câmara Municipal e Santa Casa da Misericórdia de Avis.

A autarquia alentejana espera ainda estabelecer parcerias com outras entidades no sentido de alargar o seu espólio documental e, desta forma, oferecer aos visitantes do CIOA mais bases de estudo e de conhecimento.

fonte: Publico

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:36


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  





Tags

mais tags