Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Quarta-feira, 24.11.10

Almodovar: GNR Detem Individuos Por Injurias a Bombeiros

A Guarda Nacional Republicana deteve na noite de domingo sete indivíduos. Seis por furto de cobre em Serpa e um por violência doméstica e injúrias aos bombeiros e militares da guarda.
Seis homens foram detidos por furto de bobines de cobre na Zona Industrial de Serpa, enquanto que em Almodôvar um indivíduo foi detido por violência doméstica e injúrias aos bombeiros e aos agentes da autoridade.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) de Serpa deteve, na noite de domingo, à entrada da cidade de Beja, seis indivíduos, todos de etnia cigana, residentes nesta cidade, por furto de três bobines de cobre. O furto ocorreu numa empresa de instalações eléctricas sedeada na zona industrial de Serpa, tendo a GNR sido alertada por um telefonema anónimo cerca das 22 horas.

Segundo revelou o Major José Candeias, oficial de Relações Publica do Comando Territorial de Beja da GNR, “foi concertada uma acção de perseguição” entre os Destacamentos Territorial e de Trânsito da guarda e do Comando da Polícia de Segurança Pública de Beja, que “levou à detenção dos seis homens” na entrada que liga a capital baixo-alentejana a Serpa.,

De acordo com o oficial “no interior da carrinha, uma viatura comercial fechada”, além dos seis homens, “encontravam-se as três bobines de fio de cobre” acrescentando o Major Candeias, que os indivíduos “são todos da mesma família”.

De acordo com o relato do oficial, “as três bobines de cobre têm um valor de 3.000 euros”, acabando o grupo por ser detido “e a carrinha apreendida”, tendo sido ontem ao final da tarde, presentes a tribunal, para lhes serem aplicadas as medidas de coacção tidas por convenientes.

Em Almodôvar, a GNR local deteve também na noite domingo, no Monte dos Mingas, um homem de 33 anos por violência doméstica e ameaças aos militares.
Os militares foram chamados para uma situação de violência doméstica, cerca das 21:40 horas, ao que tudo indica, pela mulher vitima das agressões, tendo juntamente com os bombeiros de Almodôvar, que também foram chamados ao local para socorrer a mulher, sido recebidos com injúrias e ameaças de agressão.

Segundo o relato do Major Candeias, da GNR de Beja, o indivíduo “foi dominado e algemado, depois dos militares fazerem uso de gás pimenta”, tendo passado a noite no posto de Almodôvar.

Presente ontem ao juiz do Tribunal daquela localidade foram-se decretadas como medidas de coação, a apresentação semanal no posto da GNR de Almodôvar e a proibição de contactar, com a vítima., que entretanto deixou a casa onde vivia com o companheiro e partiu para junto de familiares, em local não revelado pelas autoridades.

Além das sete detenções de domingo à noite, os militares do Comando Territorial de Beja, entre 15 e 21 de Novembro fizeram mais 10 detenções, sendo 3 por condução sob o efeito do álcool, 3 por condução sem habilitação legal, 3 por mandato do tribunal e 1 por agressão, resistência e coação a militar da guarda.

in: Voz da Planicie

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 01:12


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930




Tags

mais tags