Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Domingo, 05.06.11

Corpo encontrado no rio Mondego


identidade ainda não confirmada


Familiares de uma mulher, de Cheira, desaparecida desde Janeiro, acompanharam as operações de resgate do corpo em Torres do Mondego
Um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado ontem, à hora de almoço, no rio Mondego, em Torres do Mondego. Ao que foi possível apurar, o alerta foi dado à Guarda Nacional Republicana (GNR) cerca das 12h40, por um jovem que passava naquela zona e se apercebeu do cadáver preso na vegetação de uma “ilhota”, no meio do rio.
Uma peça de roupa leva a crer que será uma mulher, no entanto, a equipa de Bombeiros Sapadores que esteve no local, com quatro homens, dois deles mergulhadores, não arrisca em afirmar com toda a certeza que se trate de alguém do sexo feminino. Para remover o corpo, os dois mergulhadores tiveram necessidade de colocar aparelhos respiratórios, devido ao odor.
No local, além da equipa dos Sapadores de Coimbra e da GNR, esteve uma médica legista, que autorizou o transporte do cadáver para o Instituto de Medicina Legal, para identificação. Estiveram ainda presentes familiares de uma mulher de 45 anos, residente em Cheira, Penacova, que no dia 15 de Janeiro ter-se-á atirado ao rio na zona da Rebordosa, no concelho de Penacova, localidade onde foi encontrada a sua viatura.
Nesta altura, nem bombeiros, nem GNR estão em condições de confirmar – e, oficialmente, relacionar – o corpo encontrado ontem com o da mulher de Penacova, a única vítima que é dada como desaparecida nesta zona. Recorde-se que o alerta para o desaparecimento de Ana Manuela foi dado por amigas, a quem ela terá mandado mensagens de despedida. Mais tarde, os bombeiros encontraram vários vestígios, nomeadamente pegadas, desde o carro até ao limite do rio, pegadas essas que foram comparadas com o calçado da mulher e que coincidiram. Também cães da GNR acabariam por indicar que a senhora terá mesmo caminhado até à água.
As buscas para encontrar o corpo de Ana Manuela decorreram ao longo de vários dias, com os Bombeiros de Penacova a contarem com o auxílio de corporações vizinhas, como os Sapadores de Coimbra e os Voluntários de Vila Nova de Poiares. Nas operações chegou a participar um helicóptero de Santa Comba Dão, que percorreu o curso do rio, entre Penacova e Coimbra, sem resultados.



Por: Patrícia Isabel Silva
Fonte: D.C

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:54


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2011

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930




Tags

mais tags