Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Terça-feira, 11.01.11

Hospital de Faro... Via Verde Coronária

É um trabalho de equipa que faz com que o Algarve seja uma região de referência no tratamento de enfarte agudo do miocárdio. A Via Verde Coronária ultrapassa a burocracia dos Serviços de Urgência e atua com maior rapidez para salvar vidas.

O Hospital de Faro tem a funcionar a única Unidade de Cuidados Intensivos Coronários do Algarve, que recebe diretamente os doentes identificados com enfarte agudo do miocárdio, via INEM 112.

“Quando a pessoa sente uma dor no peito, uma dor no braço, uma pessoa que desmaia, com muita falta de ar e que se prolonga por mais de 15 ou 20 minutos, aquilo que tem de fazer é ligar o 112, porque nós temos um sistema no Algarve, com o INEM, bem implementado, que vai ao local onde o doente está, consegue fazer o eletrocardiograma rapidamente e identifica logo se tem um enfarte ou não”, explica Jorge Mimoso, médico cardiologista, responsável pela Unidade de Cuidados Intensivos Coronários (UCIC) do Hospital de Faro.

“O identificar se tem um enfarte, ou não, é extremamente importante, porque permite ativar a Via Verde, que é: está o enfarte identificado e é transportado rapidamente pelo INEM aqui para a nossa unidade e para a sala de Hemodinâmica”, acrescenta o clínico.

Rapidez é vital no tratamento de situações de enfarte

“Quanto mais cedo tratarmos o enfarte do miocárdio, melhor e mais cedo conseguimos abrir as artérias relacionadas com o enfarte e conseguimos melhorar o prognóstico do doente. Sabemos que é uma patologia com alta taxa de mortalidade, em que se for tratada precocemente permite reduzir a mortalidade e conseguimos melhorar o prognóstico, reduzindo as sequelas que o próprio enfarte possa provocar”, salienta Jorge Mimoso.

“Nós implementámos essa via nos últimos 10 anos e progressivamente conseguimos que cada vez mais doentes com enfarte tivessem entrado no nosso serviço sem passar pela urgência, reduzindo os tais tempos, que são importantes e que melhoram a sobrevida, e tendo uma particularidade que é: o Algarve é considerado atualmente a nível nacional exemplar, visto que em nenhuma zona do país isso foi conseguido”, diz orgulhoso.

Mimoso sublinha, todavia, que o sucesso dos números da região está intimamente ligado ao trabalho de equipa, que é desenvolvido tanto a nível interno, no Hospital de Faro, como com o INEM, os Centros de Saúde e a própria Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, que coloca em marcha campanhas de sensibilização para a importância de estabelecer um contacto telefónico imediato com a linha 112 perante os sintomas de enfarte.

“É uma Via Verde que funciona sem qualquer tempo de espera para os doentes. O tempo de espera para cirurgia cardíaca é apenas o tempo de preparar os doentes, organizar o transporte e transportar os doentes em segurança e esta cooperação tem funcionado de uma forma extraordinária. Não há tempos de espera para a cirurgia cardíaca, é espantoso”.

O Algarve dispõe ainda de Vias Verdes AVC, no Hospital de Faro e no Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio.

por FIRESHELTER52
in: Safeplace52

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 12:03



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




Tags

mais tags