Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Sábado, 08.01.11

Espelologista ficou preso em gruta de Valongo

Homem de 30 anos foi surpreendido pela queda de uma pedra de grandes dimensões

Um espeleologista de 30 anos foi salvo, este sábado, de uma gruta na Serra de Santa Justa, em Valongo, após mais de duas horas preso debaixo de uma pedra de grandes dimensões, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros locais.
«O espeleologista estava a 70 metros de profundidade quando foi surpreendido pela queda de uma pedra de grandes dimensões», explicou à Lusa Gilberto Gonçalves, comandante adjunto dos Bombeiros Voluntários de Valongo.
O estudioso de grutas e cavernas, que trabalhava na companhia de pelo menos um colega, foi resgatado cerca das 16:15 e transportado para o Hospital S. João, no Porto, com presumível fractura de perna e outras lesões, desconhecendo-se ainda o estado de saúde.
«Ele está consciente», afirmou a fonte, acrescentando que o acidente só foi comunicado aos bombeiros às 14:12 pelo colega da vítima, que precisou de cerca de 40 minutos para subir a gruta até ter sinal de telemóvel para poder pedir ajuda.
O acidente ocorreu no Fojo das Pombas, «uma gruta romana de exploração de ouro», local de «muito difícil acesso» e onde só é possível comunicar através da rede de rádio dos bombeiros, salientou Gilberto Gonçalves.
Ao todo, participaram no resgate 14 pessoas e cinco viaturas, incluindo «uma equipa de grande ângulo dos Bombeiros de Valongo, especializada em socorro em altura e profundidade», referiu a fonte. No local, esteve também uma equipa do INEM.
 
in: IOL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:11



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




Tags

mais tags