Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Quinta-feira, 27.01.11

“Ninguém Acudiu o Meu Irmão”

Um homem, de 43 anos, que foi anteontem vítima de um ataque cardíaco na sala de espera do Centro de Saúde de Ermesinde, teve de ser assistido de emergência à porta do edifício por uma equipa de bombeiros. A família garante que nem médicos nem enfermeiros acudiram o doente.

Fernando Barbosa está a lutar pela vida no Hospital S. João, no Porto, onde está internado em estado reservado.

"O meu irmão teve um ataque no centro de saúde e não havia ninguém para o acudir. Pouco tempo depois, por sorte, passou uma ambulância e os bombeiros começaram a tratá-lo no interior do veículo até chegar o INEM. É uma vergonha. Ou não havia médicos ou enfermeiros ou ninguém quis saber", disse ao CM António Barbosa, irmão do doente.

Anteontem, o homem sentiu-se mal em casa e foi a pé ao Serviço de Atendimento de Serviços Urgentes de Ermesinde, onde caiu inanimado. "As pessoas saíram aos gritos para chamar ajuda. Se não fossem os bombeiros podia ter morrido lá dentro", disse ao CM uma testemunha.

Apesar da tentativa do CM, a ARS-Norte não se pronunciou, ontem, sobre o caso.

in: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 16:29


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




Tags

mais tags