Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Quarta-feira, 07.11.12

Bombeiros da costa norte da Madeira sem chamadas durante a noite

Tal como em 2010, algumas pessoas ficaram desalojadas
por causa do mau tempo (Foto: Reuters)
Os bombeiros das associações voluntárias da costa norte da ilha da Madeira não registaram na noite de terça-feira para hoje qualquer pedido de ajuda relacionado com o mau tempo, que já causou seis feridos e 71 desalojados. 

Fonte dos Bombeiros Voluntários de São Vicente e do Porto Moniz disse que durante a noite “não foi registada qualquer chamada de emergência” e que a chuva já foi menos intensa. Os Bombeiros Voluntários de Santana também adiantaram que a “noite foi calma” e os Municipais de Machico, já na costa sul da Madeira, confirmaram que “não houve nada”.
O presidente do Serviço Regional de Protecção Civil, coronel Luís Néri, reiterou estes dados, salientando que “as coisas estão muito mais calmas, não houve nada que obrigasse à mobilização de mais meios, não houve mais incidentes ou ocorrências relativas às condições meteorológicas” durante a noite.
“Agora vamos fazer uma avaliação mais adequada às áreas afectadas e às casas inundadas para procedermos à limpeza, para a qual temos já a colaboração dos militares a partir de amanhã”, acrescentou. Luís Néri referiu ainda que os 71 desalojados se encontram realojados provisoriamente numa residencial em São Vicente (52) e num Lar de Terceira Idade do Porto Moniz (19).
O arquipélago da Madeira encontra-se hoje sob aviso verde do Instituto de Meteorologia, o que significa que não está prevista “nenhuma situação meteorológica de risco”. As previsões para a Madeira são “de período de céu muito nublado, aguaceiros em especial nas vertentes voltadas a norte, diminuindo de intensidade a partir do meio da tarde”. O vento será “moderado (20 a 35 quilómetros/hora), rodando para noroeste a partir do final da tarde soprando moderado a forte (30 a 45 quilómetros/hora) nas terras altas e sendo fraco (inferior a 15 quilómetros/hora) na vertente sul da ilha da Madeira”.
No que diz respeito ao estado do mar, prevê-se ondas de sueste com um a 1,5 metros e de ondas de norte com três a 3,5 metros.
A temperatura máxima será de 20 graus e a mínima de 15 graus Celsius.
Devido aos estragos causados pelas muitas derrocadas de segunda e terça-feira, encontram-se encerrados o troço da via expresso Terra Chã (São Vicente) - Porto Moniz e as Estradas Regionais de São Roque do Faial, Ilha, Maroços, Arco de São Jorge - Boaventura, Estrada Regional 101 - Fanal, Seixal - Chão da Ribeira e Encumeada - Paul da Serra.
Na ilha do Porto Santo, estão interrompidos os troços entre Camacha e Serra de Fora, entre o acesso à marina e a rotunda do porto, entre Fontinha e Ribeiro Cochino e entre Camacha e o Pico Castelo.
As escolas de São Vicente, na ilha da Madeira, continuam encerradas, tendo sido reabertas as escolas básica e secundária do Porto Moniz e a de 2.º e 3.º ciclos de São Jorge, em Santana.
As fortes e constantes chuvas que se abateram sobre o arquipélago na segunda e terça-feira atingindo particularmente a costa norte fizeram seis feridos e 71 desalojados, tendo destruído 28 carros, danificado 15 casas e provocado derrocadas, inundações e destruição de explorações agrícolas.


fonte: Público

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:19


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930




Tags

mais tags