Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Sábado, 15.01.11

Resgatado Após ter Ficado Aflito no Mar de Silvalde

Um praticante de bodyboard foi resgatado, ontem, do mar de Silvalde, em Espinho, numa operação que envolveu embarcações da estação salva-vidas do Douro, dos Bombeiros da Aguda e um helicóptero. Até o presidente da Junta se fez ao mar de mota de água.
Eram cerca das 16.30 horas quando Rui Manuel Miranda Rio, de 25 anos, de S. Pedro da Afurada (Gaia), viu-se de repente em dificuldades, em pleno mar de Silvalde, frente ao bairro dos pescadores, em Espinho. Uma parte da prancha de bodyboard partiu-se e o jovem ficou à deriva, mesmo junto às ameaçadoras pedras da cabeça do esporão da Marinha e num mar bastante encrespado.
Os amigos, esses, conseguiram sair da água e depressa se chamaram os bombeiros. Os de Espinho, apesar de terem levado para a praia uma embarcação, não conseguiram fazê-la entrar na água, tal a falta de condições do mar. Apelou-se, então, através da Capitania do Porto do Douro, aos Bombeiros Voluntários da Aguda, estacionados cerca de cinco quilómetros a norte.
"Tivemos imensa dificuldade em sair com o barco para o mar. Primeiro, porque a ondulação estava muito forte; depois, porque, devido ao assoreamento causado pelo quebra-mar, o nosso local de saída está repleto de areia", contou João Paulo Rocha, um dos quatro bombeiros da Aguda que partiram em socorro do jovem.
Entretanto, em Silvalde, começaram a chegar os meios: Polícia Marítima, Bombeiros de Espinho e Espinhenses, INEM, VMER de Gaia e até mesmo o presidente da Junta de Freguesia, Marco Gastão, que se fez ao mar com a sua mota de água. Isto, ao mesmo tempo que no ar já planava um helicóptero Alouette da Força Aérea, que tinha lançado um foguete para sinalizar a posição do jovem, até porque a luz do dia ia começando a desaparecer. Junto da praticante de bodyboard, que se manteve sempre a boiar, já se encontrava também a embarcação do Instituto de Socorros a Náufragos da estação salva-vidas do Douro.
"Foram eles que resgataram a vítima e depois passaram-na para nós", explicou João Paulo Rocha. "O rapaz, apesar de ter sinais de hipotermia, estava consciente e colaborante", continuou.
O jovem foi levado por mar até à praia da Aguda, onde entretanto já tinha chegado a VMER de Gaia, vinda de Espinho. Foram prestados cuidados à vítima que, no entanto, não necessitou de ser hospitalizada. No fim, ainda teve boleia de regresso a Espinho, onde se encontrava o seu automóvel.
A operação, que terá demorado meia hora, juntou uma multidão de curiosos na praia.

in: JN

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 14:26


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




Tags

mais tags