Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Quinta-feira, 13.12.12

Portugal em alerta por causa da chuva

Na sequência dos avisos da meteorologia para os próximos dias, a Protecção Civil coloca parte do seu dispositivo em alerta amarelo a partir da meia-noite desta sexta-feira. A decisão abrange 10 distritos do Norte e do Centro, precisamente aqueles onde se espera que a chuva caia com maior intensidade, e vai estar em vigor até às 20h00 de sábado.

O dispositivo de operações de protecção e socorro está activo para os seguintes distritos: Viana do Castelo, Braga, Bragança, Vila Real, Aveiro, Porto, Viseu, Guarda, Coimbra e Castelo Branco.

De acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, prevê-se para sexta-feira agitação marítima, que pode chegar aos cinco metros em toda a costa ocidental. Na região do Minho, acima dos 1.400 metros, pode ainda ocorrer queda de neve.

Ainda por causa da previsão de chuva forte, o Instituto de Meteorologia colocou sob aviso laranja nove distritos do Norte: Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Porto, Viseu, Aveiro, Guarda, Castelo Branco e Bragança. Já o Centro e Sul estão com aviso amarelo nos distritos de Coimbra, Santarém, Leiria, Lisboa, Portalegre, Évora, Setúba e Beja.

A meteorologista Madalena Rodrigues diz que a precipitação será mais forte durante a madrugada. "Precipitação forte já está a ocorrer no Minho e Douro Litoral, estendendo-se gradualmente às restantes regiões", diz. "Prevê-se precipitação mais intensa a partir da madrugada de sexta, sendo mais significativa no Minho e Douro Litoral. Esta chuva vai prolongar-se até ao final de sexta", acrescenta.

A chuva forte é esperada e faz-se acompanhar também por rajadas de vento, que podem atingir os 110 quilómetros por hora nas terras altas. O Instituto de Meteorologia prevê um agravamento gradual do estado do tempo, de Norte para Sul, com chuva e vento fortes.


CONSELHOS DA PROTECÇÃO CIVIL PARA SE PROTEGER DO MAU TEMPO
- Desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objectos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;

- Fixação de estruturas soltas, nomeadamente andaimes, 'placards' e outras estruturas suspensas;

- Adopção de uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias;

- Não atravessar zonas inundadas, devido ao risco de arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;

- Especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas;

- Não praticar actividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos na orla marítima.

 por RR

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:32



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




Tags

mais tags