Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Sexta-feira, 01.03.13

Governo anuncia investimentos de 7 milhões para os bombeiros

Iniciativa visa reforçar a capacidade operacional e melhorar as condições de proteção destes profissionais
 
O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, anunciou esta sexta-feira investimentos de cerca de sete milhões de euros que visam reforçar a capacidade operacional e melhorar as condições de proteção dos bombeiros.

No dia da Proteção Civil, que se assinalou numa cerimónia na sede da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Miguel Macedo anunciou novos equipamentos para os bombeiros, rádios SIRESP para as corporações e o início da elaboração das cartas de risco.

Nesse sentido, o ministro afirmou que foi lançado um aviso para aquisição de equipamento individual para os bombeiros no valor de cinco milhões de euros, considerando tratar-se de «uma medida importante para a proteção individual» destes profissionais.

O governante anunciou também que vão ser entregues mais seis rádios SIRESP (Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal) a cada uma das corporações de bombeiros, significando um investimento de 1,3 milhões de euros.

Para o ministro, os rádios SIRESP são essenciais para as corporações dos bombeiros do ponto de vista da sua operacionalidade.

Miguel Macedo disse ainda que foram abertas candidaturas para elaboração de cartas de risco, com uma comparticipação que vai ascendeu a 1,2 milhões de euros.

Explicou que atualmente há cartas de planeamento de emergência ao nível municipal, sendo importante passar para uma escala multimunicipal.

¿Este é um trabalho muito importante do ponto de vista do planeamento na área da proteção civil com o envolvimento das autarquias que são parceiros absolutamente essenciais¿, sustentou.

Na cerimónia foram homenageados os quatro bombeiros e um elemento do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da GNR que morreram no combate aos incêndios florestais no verão de 2012.
 
 
por TVI24

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Diário de um Bombeiro às 20:45

Sexta-feira, 01.03.13

Bombeiros da Guarda abrem concurso internacional para compra de veículo limpa-neves

Guarda, 01 mar (Lusa) - Os bombeiros da Guarda vão adquirir um veículo limpa-neves, devendo o concurso público internacional ser publicado em Diário da República no início da próxima semana, disse hoje à agência Lusa o presidente da direção.

Segundo Luís Borges, presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Egitanienes (AHBVE), o caderno de encargos para aquisição de uma viatura polivalente, que terá a função de limpa-neves, mas poderá ser utilizada pelo corpo de bombeiros ao longo do ano, em outras situações de emergência, foi aprovado, na quarta-feira, em reunião da direção.

O veículo multifuncional estará equipado com uma grua e sistema de elevação de contentores, equipamento de limpa-neves (pá, depósito e espalhador de sal) e com instrumentos vocacionados para a área do desencarceramento de veículos pesados e incêndios industriais.


por Expresso

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:43

Sexta-feira, 01.03.13

Bombeiros Voluntários de Macedo de Cavaleiros realizam campanha de cobrança de quotas

A direção dos Bombeiros Voluntários de Macedo de Cavaleiros está a realizar uma campanha de cobrança de quotas aos sócios que tem os seus pagamentos em atraso.
Esta iniciativa pretende chamar a atenção dos associados para um dever cívico e social e ajudar a amortizar as contas da instituição.
O recém-eleito presidente da Associação Humanitária ressalva que a preocupação primordial recai sobre o pagamento dos salários mensais dos cerca de 20 funcionários.
De entre três mil sócios, António Batista revela que apenas 200 pagam as suas quotas.

microfone
Clica para ouvir
Cobranças Bombeiros 1 
“Nós temos 3 mil sócios nos bombeiros voluntários, nem sequer 2% dos sócios pagaram as quotas. Uma casa que não tem dinheiro, mas que tem muitos valores. A propaganda que se tem feito até agora sobre os bombeiros é muito negativa e não é verdade. Eu gostaria de ter os valores que têm os bombeiros mesmo que não tivesse dinheiro. Os bombeiros não têm dinheiro, é um facto”, sublinha.
“Os hospitais não pagam a tempo e horas como deviam pagar, não quer dizer que não paguem mas nós precisávamos do dinheiro logo, no máximo de 30 dias ter o dinheiro mas eles também não tem dinheiro e por isso existe aqui um vazio financeiro que nos fazem falta. Se os sócios não pagam, os clientes vão pagando mas apenas quando têm disponibilidade financeira para isso. Uma instituição como os bombeiros que tem mais de 20 famílias a comer dali precisa de dinheiro.”

António Batista realça o grande património dos Bombeiros Voluntários.
Como o antigo quartel e a frota automóvel, assim como o novo quartel que está avaliado em mais de um milhão de euros.

microfone
Clica para ouvir
Cobranças Bombeiros 2 
“A instituição tem uma casa de mais de 1 milhão de euros, tem outra casa que vale na ordem dos 250 mil euro, tem uma frota de carros extraordinária, dos mais modernos do distrito, é uma casa falida? Deve 200 mil euros. Não é falida!”, afirma, António Batista.
“Temos para receber dos nossos clientes atualmente na ordem dos 70/80 mil euros, lá está a rotura financeira que existe. Nós precisamos que os sócios paguem.”

Com esta iniciativa já angariaram mais de mil euros.
O responsável pelos Bombeiros Voluntários sensibiliza a população para o que considera ser um dever social.

microfone
Clica para ouvir
Cobranças Bombeiros 3 
“Fizemos uma campanha na Câmara Municipal e conseguimos mais de mil euros de quotas atrasadíssimas. Vamos fazer outra campanha no hospital e na escola mas ainda não pedimos autorização e depois vamos bater toda a cidade, dividida em quatro setores, para recuperarmos os sócios”, refere.
“Eles envergonham-se por não pagar, nós fazemos a redução de alguns anos para garantirmos a permanência do sócio e recebermos mais dinheiro, é essa a campanha que nós estamos a fazer. Apelo a toda a população, toda a gente precisa dos bombeiros quer na doença, nos desastres, nos incêndios, nos acidentes, Deus queira que nunca se precise. Toda a população do nosso concelho tem obrigação de contribuir não só com a quota como também com donativos.”

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários a levar a cabo uma campanha de cobrança de quotas aos associados.


por Onda Livre

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:42

Sexta-feira, 01.03.13

Protecção Civil deixa alertas para a Madeira

O serviço regional de Protecção Civil da Madeira desaconselhou hoje os percursos automóveis e apeados nas zonas montanhosas e especial cuidado na circulação junto à orla costeira nos próximos dias, devido às condições atmosféricas adversas previstas para o arquipélago.

Em comunicado, aquele serviço recorda que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu um aviso laranja devido às previsões de vento forte, agitação marítima e ocorrência de aguaceiros, condições associadas a um sistema frontal activo a partir da manhã de domingo até o final da tarde de segunda-feira.

Prevê-se a ocorrência de períodos de chuva moderada a forte, em particular na ilha da Madeira", sublinha o serviço regional de Proteção Civil, acrescentando que o vento será "forte a muito forte em particular nas terras altas", enquanto a altura das ondas será "significativa", devendo variar entre quatro e cinco metros.

A Proteção Civil recomenda que "sejam evitados os percursos auto e apeados, sobretudo nas zonas montanhosas e vertentes expostas".

Exorta ainda que "a circulação automóvel se processe com a máxima precaução, prestando especial atenção aos avisos e recomendações das autoridades", e que haja "especial cuidado na circulação (...) junto à orla costeira".

O presidente da Câmara do Funchal afirmou, entretanto, que os meios da autarquia estão de prevenção face ao alerta laranja do IPMA para o arquipélago, considerando que "não há motivo para alarme".

"Quanto ao alerta laranja que está a ser decretado, vamos pôr a corporação (bombeiros) e as nossas Obras Públicas de prevenção e, se a situação se agravar, tomamos as medidas adequadas em função do que está consignado no plano de emergência, mas penso que, por enquanto, não há motivo de alarme", disse Miguel Albuquerque aos jornalistas, à margem da cerimónia de abertura do programa municipal "Formação em contexto real de trabalho" dirigido aos desempregados do concelho do Funchal.

O autarca admitiu que a maior preocupação são "sempre as zonas densamente povoadas, com risco de derrocadas", uma situação de "neste momento não se perspetiva", sublinhou.

Apesar das previsões de intensa pluviosidade na Madeira, o responsável da autarquia do Funchal opina que "não será nada de extraordinário", pelo que "não há grande motivo para alarme, por enquanto".
 
 
por dnoticias.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:39

Sexta-feira, 01.03.13

Proteção Civil em Miranda do Douro: Mais vale prevenir que remediar

MIRANDA DO DOURO – No âmbito do Dia da Proteção Civil, a Câmara Municipal de Miranda do Douro promove, nos dias 28 de fevereiro e 1 de março, uma ação de sensibilização junto da comunidade escolar, nomeadamente nas escolas 1.º ciclo do ensino básico do concelho, acerca da temática “Proteção Civil – Mais vale prevenir que remediar”.

Nesta iniciativa, desenvolvida pelo serviço municipal de Proteção Civil e Gabinete Técnico Florestal, vai apresentar-se do livro digital “Nós e os Riscos” (da ANPC) que aborda a vulnerabilidade aos riscos naturais e tecnológicos e ao mesmo tempo dá conselhos sobre aos procedimentos a ter em conta em situações de perigo.

Com esta iniciativa, além se identificarem os diversos agentes de proteção civil, pretende-se dar a conhecer os riscos aos quais se está exposto e transmitir as medidas de prevenção e autoproteção adequadas a cada fenómeno.
 
 
por local.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:37

Sexta-feira, 01.03.13

Dia Mundial da Protecção Civil tem por tema «O cidadão: primeiro agente da proteção civil»

ESTARREJA – Comemora-se esta sexta-feira, 1 de março, o Dia Mundial da Protecção Civil, este ano subordinado ao tema “O cidadão: primeiro agente da proteção civil”. O Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) de Estarreja assinala a efeméride junto dos mais novos na EB1 das Cabeças, em Veiros.

A cultura de segurança deve começar desde tenra idade. “No nosso concelho levamos muito a sério a Proteção Civil e entendemos que é de bem novo que devemos começar a ser consciencializados para esta realidade. Temos apostado fortemente no incentivo e apoio às Escolas nesta vertente e na criação e dinamização dos seus Clubes de Proteção Civil”, afirma o presidente do SMPC e vereador da Proteção Civil (PC) da Câmara Municipal de Estarreja, Diamantino Sabina.

O SMPC tem vindo a trabalhar com as escolas do concelho desenvolvendo projetos e atividades no âmbito da PC como são exemplo o Clube de Proteção Civil de Estarreja. Hoje, o serviço municipal estará na EB1 das Cabeças, Veiros, para levar aos alunos a sessão intitulada “Eu sou o primeiro agente da Proteção Civil!”, onde se pretende abordar vários riscos (inundações, incêndios, ventos fortes, sismos, etc.) e respetivas medidas de autoproteção.

Será ainda divulgado o livro digital interativo “Nós e os riscos”, ferramenta que pode ser utilizada pelos professores como forma de abordagem aos vários cenários de risco. Durante a próxima semana, esta ação de sensibilização irá estar noutras escolas do concelho que aderiram à iniciativa.

No dia em que se alerta para o papel fundamental que o cidadão bem preparado tem nas primeiras horas de emergência, Diamantino Sabina sublinha que “somos hoje um Município provido de um Serviço Municipal de Proteção Civil apetrechado e preparado e já imprescindível no suporte aos restantes agentes existentes no concelho”. Contudo, caberá a cada um de nós cumprir a sua parte: planear, manter-se informado e prevenir de forma a saber como agir.

Feira da Protecção Civil nos dias 14 e 15

Nos dias 14 e 15 de março, a Câmara Municipal promove a 6ª Feira da Juventude, Formação e da Proteção Civil, um evento aberto ao público em geral, onde serão abordados vários temas, destacam-se:

. Mostra de Meios da Proteção Civil (dia 14, Parque de Autocaravanas)

. Demonstração da Equipa Cinotécnica da GNR

. Workshop sobre primeiros socorros pelo Centro Hospitalar do Baixo Vouga

. Demonstração de socorro a vítima de acidente de viação com ciclomotor, pelos Bombeiros Voluntários de Estarreja

. Segurança no local de trabalho – Autoproteção, pela Escola Prof Dr. Egas Moniz Avanca

» O Dia Mundial da Proteção Civil é comemorado todos os anos a 1 de março, dia em que entrou em vigor a Constituição da OIPC – Organização Internacional de Protecção Civil. Esta iniciativa visa sensibilizar todos os países do mundo para a importância dos temas associados à proteção civil, nomeadamente para a prevenção.

Atendendo ao facto de se comemorar em 2013, o Ano Europeu dos Cidadãos, foi definido para tema do Dia da Protecção Civil – 2013: “O cidadão: primeiro agente da proteção civil”.

“Lembre-se que você é o Primeiro Agente da Proteção Civil!

Planeie, Informe-se, Previna e Saiba como Agir.

Se cada cidadão souber o que fazer, muitos dos grandes riscos poderão ser minimizados”.

Proteger | Socorrer | Informar | Colaborar

O cidadão: primeiro agente de Proteção Civil

por local.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:36

Sexta-feira, 01.03.13

NISA assinala Dia da Protecção Civil

“O cidadão: primeiro agente de Proteção Civil”


Assinala-se, no próximo dia 1 de março, o Dia da Proteção Civil, instituído por Despacho n.º 6915/ 2008, de 21 de fevereiro, do Ministro da Administração Interna.

O tema definido pela ANPC para realçar no Dia da Proteção Civil em 2013 é: ‘O cidadão: primeiro agente de Proteção Civil’.

Sendo o “primeiro agente de Proteção Civil”, o seu papel não se circunscreve, contudo, às situações de emergência. Há todo um trabalho de preparação e planeamento a desenvolver, junto dos seus familiares, vizinhos e comunidade, com o apoio de entidades locais (juntas de freguesia, serviços municipais de proteção civil, escolas, bombeiros e outras organizações).

Para assinalar a data mencionada vai concretizar-se uma ação de sensibilização que pretende realçar a importância das medidas de prevenção associadas aos incêndios florestais, nomeadamente através da gestão do combustível junto das edificações/habitações.

A iniciativa é promovida pelo CDOS de Portalegre, com a colaboração da Junta de Freguesia de São Matias e com o apoio do Serviço Municipal de Proteção Civil de Nisa, e respetivo Gabinete Técnico Florestal, sendo desenvolvida uma ação no terreno efetuada pela Equipa de Sapadores Florestais de Município de Nisa.

Esta iniciativa será desenvolvida na manhã de dia 1 de março de 2013 (sexta-feira), a partir das 9h30’, na envolvente da Escola Primária da localidade de Chão da Velha, Freguesia de São Matias, Concelho de Nisa (39°34'51.32"N; 7°43'38.88"W).
 
 
por Jornal de Nisa

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:34

Sexta-feira, 01.03.13

Proteção Civil de Santarém pronta para o que der e vier

Um exercício simulado com três horas de duração marcou esta sexta-feira as comemorações do dia mundial da proteção civil em Santarém, onde o Jardim da Liberdade serviu de palco a um simulacro de uma intervenção de risco numa estrutura colapsada, com várias vítimas no interior.

Para testar a capacidade de resposta e intervenção dos corpos de bombeiros do concelho, o cenário montado foi o mais real possível e serviu para testar todas as situações com que as forças de socorro se podem vir a confrontar no terreno, desde a entrada no local do colapso à busca de vítimas e sobreviventes, passando pela avaliação da estrutura e mesmo o derrube de paredes, entre outras.

O exercício envolveu a recém criada equipa de busca e resgate em estruturas colapsadas (BREC) dos bombeiros municipais de Santarém, composta por 10 elementos formados com este curso específico durante a última recruta, um hospital de campanha para a primeira avaliação das vítimas e ambulâncias de socorro dos bombeiros voluntários de Santarém, e viaturas e elementos dos bombeiros voluntários de Pernes e do núcleo da Cruz Vermelha de Santarém, que também participou no simulacro com um psicólogo e um enfermeiro.

As comemorações do dia mundial da proteção civil incluíram ainda uma demonstração estática dos meios das corporações de bombeiros do concelho e a realização de vários exercícios de salvamento e socorro.
por Rede Regional

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:51

Pág. 25/25



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Tags

mais tags