Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Sexta-feira, 01.02.13

Em 2013 todos os bombeiros pagam impostos

A notícia ainda não foi confirmada, mas é dada como quase certa, o governo prepara-se para aplicar os respectivos impostos ao valor pago pela ANPC a todos os bombeiros que fazem parte das equipas afectas ao DECIF2013, sejam eles profissionais ou voluntárias.

No ano 2012 o governo resolveu somente aplicar os respectivos impostos aos valores recebidos pelos ECIN e ELAC aos bombeiros profissionais que faziam esse serviço nas suas folgas, que motivou um boicote por parte de dezenas de corpos de bombeiros do distrito de Lisboa ao DECIF, e este ano o governo pretende aplicar o respectivo imposto a todos os bombeiros, sem excepção, para isso tem ao seu dispor a máquina fiscal bem oleada ávida de receitas.

Em muitos corpos de bombeiros, os comando já informaram os elementos do quadro ativo para a possibilidade dessa situação acontecer no ano 2013, e tentam perceber a reação dos seus homens antes de aceitarem as imposições da ANPC referente ao DECIF 2013, e as reações são unânimes, pelo preço que é pago é aos bombeiros por esse serviço é NÃO, assim será o fim do DECIF para os bombeiros.


por Fénix

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 20:06

Sexta-feira, 01.02.13

Admissão às Equipas de Apoio Psicossocial

Encontram-se abertas, até 28 de fevereiro de 2013, vagas para admissão às Equipas de Apoio Psicossocial (EAPS) da ANPC. O contingente a recrutar, nas áreas da psicologia (5) e do serviço social (4), destina-se a reforçar as valências das atuais seis equipas territoriais instituídas, distribuídas pelos distritos de Viana do Castelo, Braga, Viseu, Aveiro, Setúbal, Évora e Beja.

Os candidatos devem possuir os seguintes requisitos:
1) bombeiro do quadro ativo ou de Comando de um Corpo de Bombeiros de Portugal continental;
2) habilitação académica superior em Psicologia (e membro efectivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses) ou Serviço Social; 3) disponibilidade para frequentar acções formativas aos fins-de-semana e para ser mobilizado em situação de crise;
4) autorização do Comandante do Corpo de Bombeiros para se candidatar às EAPS.
A integração nas EAPS funciona em regime de voluntariado. As candidaturas devem ser enviadas por correio electrónico para o endereço: apoio.psicossocial@prociv.pt.
por ANPC

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Diário de um Bombeiro às 20:03

Sexta-feira, 01.02.13

Eu faço parte de uma instituição de Heróis!

Todos vocês sabem dizer o que acham acerca de uma corporação de Bombeiros, sabem rebaixar, dizer o que há de mal num serviço, dizer que os bombeiros são isto e aquilo… Vocês queixam-se dos nossos erros, não nos felicitam pelas nossas vitórias. Mas não têm dois dedos de testa para dizer os riscos que um Bombeiro passa, para salvar a TUA vida!

Quando alguém se sente mal, e vêem a pessoa adorada à beira da morte sabem para quem ligar, quando a sua casa está a arder, e vêem as suas coisas que tanto custou comprar a serem destruídas, sabem para quem ligar! Deixando suas casas, suas famílias esperando e rezando para que tudo corra bem, dando as suas vida para salvar um Ser Humano! E mesmo assim, quando os Bombeiros chegam são bombardeados com a tal frase “ Demoraram muito tempo “.

Dizem que demoramos muito tempo a chegar ao local, mas não fazem ideia do que passámos para chegar até vocês. Dizem que ser Bombeiro é uma profissão como outra qualquer, é porque definitivamente não sabem o que é ser um Bombeiro.

O que é para vocês um Bombeiro?
É fácil responder, mas difícil de compreender. É uma pessoa com uma roupa engraçada que vai a correr para um incêndio de mangueira na mão e apaga o fogo?...
É uma pessoa que mete alguém dentro de um carro e transporta-a para o hospital?...
Se assim fosse, porquê não o fazes tu?...
Porque não vais tu para o meio das chamas?...
Sentir o calor do fogo, a ouvir os estalos das chamas, e sempre a rezares para que não fiques encurralado!
Porque não transportas tu a pessoa?...
Quando há um acidente ao qual envolve veículos e vitimas, porque não vais tu lá? Quase a destruir o veículo, mas sempre com o pensamento do tipo "será que só está a minha espera para sair do carro"?...
Será que está morta?...
Será que tem ferimentos graves ou que são ligeiros?
E se for um bebé que precisa de assistência médica?
Vais ter coragem para te chegar à frente?...
Pior que isso, é quando pensas que vais socorrer alguém que nunca viste na vida, e começaste a aperceber que estás numa rua conhecida, e quando dás por ti, estás a olhar para a tua mãe, pai, avó, ou, até mesmo para um amigo!

Não sabem o que é ser um Bombeiro, nem sabem ver que arriscamos tudo por vocês. É triste!!! Chegamos a chorar pelas outras pessoas, porque simplesmente nos ficam na cabeça, como se fossem nossa família. Remoemos cada caso, cada serviço. Há coisas que nos marcam. Mas vocês não conseguem ver!!

Dava uns minutos para que trocasses connosco e veres o quanto dói ser criticado num trabalho como o nosso. Nós, não somos de ferro! Somos feitos de pele, carne e osso!

Temos um coração, que nos dói cada vez que damos o que podemos dar, cada vez que nos esforçamos para te salvar, e única coisa que tu sabes fazer, é acusar-nos e criticar-nos.

E quando um bombeiro sai para uma ocorrência e não volta?
Pois, aí já dizem “coitadinho, deu a vida por um de nós”, mas só aí, é que lhe dão o respectivo valor.
Tenho orgulho no que sou, orgulho na farda que visto. É um orgulho que nem todos conseguem suportar, e por vezes iremos ter que cair, mas por vocês, levantamo-nos, todos os dias!

Por vocês, vestimos a farda vermelha, e toda a vida iremos manter o lema "Vida Por Vida". Um Bombeiro é um Herói, mas não tem super poderes.

E eu?...
Eu faço parte de uma instituição de Heróis!


Marco António Francisco
diariobombeiro@gmail.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 10:54

Sexta-feira, 01.02.13

Comunicado do Presidente da Direcção da A.H.B.V.Valadares

Nestes poucos dias que sou Presidente da Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Valadares, tive já ocasião para testemunhar a maldade e a extraordinária bondade, generosidade e coragem que pode haver nas pessoas!

Dos primeiros, falarei na Assembleia Geral de discussão e aprovação das contas de gerência de 2012.

Dos outros, dos melhores, todas as palavras serão insuficientes para retratar o como souberam disponibilizar-se para o socorro que era previsível ser necessário prestar á comunidade, por ocasião das anunciadas condições climatéricas adversas dos dias 18 e 19 do corrente... Bravo!

Estou pois a falar-vos dos Bombeiros Voluntários de Valadares. Homens e mulheres, jovens e menos jovens que tão heroicamente se entregaram ás ações de socorro que se sucediam e multiplicavam umas atrás de outras…mesmo que desprovidos das mais adequadas ferramentas para as suas ações de socorro e solidariedade!

Muito lamento que a situação económica da Associação não permita potenciar os Bombeiros com as melhores ferramentas; muito lamento que, por essas mesmas razões, tenha necessidade de pensar antes de instruir o bar a dar-lhes mais umas simples sandes para alimentar o seu poder, já que o seu querer esta suficientemente bem alimentado.

É de bravos combater árvores tamanha com motosserras de bricolage; é corajoso enfrentar a noite e sair para o socorro quando nem nós mesmos temos um gerador que nos ilumine; são tantas as carências a que manifestamente não poderemos dar resposta com as nossas parcas receitas e dividas acumuladas, estado este que me obriga, em consciência a apelar, desde já, à sociedade civil para que nos ajude nesta etapa de preparação e melhoria.

Queremos estar em condições para intervir em todas as ações que precisem de nós!

Ajude-nos a ajudar…

Contribua para esta causa… 

NIB dos BVV 0035 0829 00000416230 98 ( Caixa Geral de Depósitos )

 
António Silva
Presidente da Direcção dos B.V.Valadares

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 10:48

Sexta-feira, 01.02.13

Viana dos Castelo: Sem ambulâncias

A falta de ambulâncias em quatro corporações de Viana do Castelo obrigou ontem o INEM a mobilizar para o socorro a um idoso de 82 anos, no centro da cidade, uma ambulância da Cruz Vermelha de Aldreu, em Barcelos. O homem já estava desmaiado e a ambulância estava a 20 quilómetros do local. 


por CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 10:45

Sexta-feira, 01.02.13

CDS-PP quer formação em Suporte Básico de Vida no 3.º ciclo do ensino básico

O CDS-PP quer introduzir no 3.º ciclo do ensino básico uma formação obrigatória em Suporte Básico de Vida (SBV), revelou à Lusa a deputada do partido Teresa Caeiro.

“Já entregámos no Parlamento um projecto de resolução para esse fim que aguarda agendamento para discussão”, disse, lembrando que o Governo socialista chumbou por duas vezes esta proposta.

A recomendação do CDS-PP ao Governo para que seja dada formação em primeiros socorros nas escolas prevê que este projecto arranque já no ano lectivo 2013/2014 e tenha uma duração total entre seis a oito horas, mas não especifica em que disciplina poderá ser integrada.

“Temos de conjugar com a autonomia curricular das escolas. Primeiro é preciso ter a ideia e o objectivo para depois se ver como lá chegamos”, precisou Teresa Caeiro.

O projecto de resolução, a que a Lusa teve acesso, especifica que a formação em SBV deve ser ministrada através de parcerias institucionais a celebrar, “no respeito pela liberdade de escolha de cada escola”, com as instituições tuteladas pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

O SBV consiste em vários procedimentos de preservação de vidas em situação de emergência até à chegada de meios de socorro e permite na maior parte das paragens cardiorrespiratórias prolongar a probabilidade de sobrevivência das vítimas.

“A intervenção imediata de quem presencia uma paragem cardiorrespiratória pode ser determinante na salvaguarda da vida. Quantos mais portugueses tiverem esta formação, melhor”, defendeu a deputada.

por Lusa

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 09:56

Sexta-feira, 01.02.13

No Brasil, só 11% das cidades têm bombeiros

SÃO PAULO e BRASÍLIA - Só 11% das 5.568 cidades brasileiras possuíam ao menos uma unidade do Corpo de Bombeiros em 2009, segundo estudo encomendado pelo governo federal e coordenado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT). O número de bombeiros na ativa é menor do que padrões internacionais recomendam. De acordo com dados do Ministério da Justiça e de governos estaduais, havia cerca de 63 mil bombeiros no país em 2011 (o número não inclui o Rio Grande do Sul, que não informou o dado). O número ideal seria de 190 mil profissionais.

Para o coordenador do estudo "Brasil sem chamas" e pesquisador do IPT, José Carlos Tomina, o percentual de cidades onde os bombeiros estão presentes é muito pequeno, o que prejudica a realização de vistorias e avaliação de segurança em redes comerciais.

- No nosso país, não se trata a segurança contra incêndio da forma rigorosa como se devia. As pessoas não têm conhecimento da gravidade que é a área de segurança. Acontecem, em média, 200 mil incêndios por ano no Brasil, de média e alta proporções - diz Tomina.

Segundo ele, padrões internacionais recomendam que o adequado é haver um bombeiro para cada mil habitantes. O pesquisador, porém, diz que poucos países conseguem alcançar essa meta. Para ele, é fundamental criar um Código Nacional de Segurança Contra Incêndio.

Cerca de 1.200 pessoas morrem em incêndios no Brasil por ano em média. O número considera apenas as vítimas que foram retiradas mortas pelos bombeiros e não inclui a quantidade de pessoas que morreram em hospitais.

CNJ pede rigor em perícia

Em Brasília, o promotor Gilberto Martins, integrante do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pediu ontem ao procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Sul, Eduardo Veiga, que, se o número de vítimas do incêndio em Santa Maria crescer, as necrópsias sejam feitas com o máximo rigor. O objetivo, explicou, é detalhar as razões que provocaram o óbito para subsidiar as ações futuras, criminais ou cíveis, contra os responsáveis pela tragédia. Os exames cadavéricos das vítimas levadas para o Centro Desportivo de Santa Maria foram sumários, com a coleta de amostras de sangue e pele, dado o número elevado de mortos e o estado emocional de seus parentes.

- Percebi a frustração das famílias que, passados muitos anos (em outros casos), ainda não viram a Justiça punir com rigor - afirmou Martins.
 
 
por O Globo

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 09:49

Pág. 21/21



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728




Tags

mais tags