Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Quarta-feira, 27.02.13

O prazer de acordar no Quartel de Bombeiros Siza Vieira





A direcção dos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso costuma reunir-se às quintas-feiras, mas abriu uma excepção. Combinaram numa sexta e foram ficando. 
 
Confraternizaram, dormiram nas camaratas e aproveitaram para tomar o pequeno-almoço. "É uma alegria", comentou ao P3 Asuil Dinis, presidente da associação que ainda está a aprender a conviver com o quartel com assinatura de Álvaro Siza Vieira. 
 
"Os bombeiros levaram todo o material e sentem-se bem". Longe vai o tempo em que não havia espaço para nada e em que os carros ficavam estacionados à porta. 
 
"Temos um parque de viaturas espaçoso... agora até parece que temos poucos carros..." O dia-a-dia é quase normal. "Vamo-nos adaptando. Aprendemos onde pendurar as coisas, perguntamos onde colocar uma estante. Nada é feito sem autorização do arquitecto".
 
 
por Nelson Garrido / P3

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 18:24

Quarta-feira, 27.02.13

Simulacro em Valongo envolve meio milhar de operacionais

O concelho de Valongo vai avaliar o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil, no próximo dia 2 de março, com um simulacro que irá testar um vasto conjunto de meios de socorro do distrito. 
 
Organizado pela Câmara Municipal de Valongo e pelo Comando Distrital de Operações de Socorro do Porto da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o simulacro vai envolver cerca de 118 veículos, 514 operacionais e 165 figurantes, dos diversos agentes de proteção civil do Distrito. 
 
A testar o plano vão estar todos os Corpos de Bombeiros Voluntários do Distrito, INEM, GNR, PSP, Sapadores Florestais, Hospital de S. Martinho, AFOCELCA, SCERA Rádio Amadores, Fraternidade Nun"Alvares. O simulacro terá início a partir das 11.00, com um incêndio florestal, para testar a rapidez e eficiência dos meios de socorro existentes no distrito do Porto. 
 
Às 13.00 será ativado o Plano Municipal de Proteção Civil e assim o concelho de Valongo será transformado num verdadeiro teatro de operações. Ao longo da tarde serão realizadas inúmeras ações, num total de 16 cenários. Incêndios florestais, incêndios urbanos com evacuação de pessoas, resgate num fojo, incêndio no Hospital de S. Martinho com evacuação total, evacuação da Aldeia de Couce, resgate no Rio Ferreira e resgate numa ravina são alguns dos cenários que vão colocar à prova os inúmeros meios envolvidos neste simulacro. 
 
As evacuações do Hospital de S. Martinho e da Aldeia de Couce vão levar à montagem de um Posto Médico Avançado nas traseiras do Hospital onde serão prestados os cuidados médicos às vítimas. A coordenação de todos estes meios será feita a partir do Posto de Comando que ficará localizado junto à Biblioteca Municipal de Valongo.
 
 
por Diário de Noticias

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 18:20

Quarta-feira, 27.02.13

Bombeiros e proteção civil da Guarda levaram refeições a idosos

Os bombeiros da Guarda e os serviços de proteção civil municipal ajudaram esta quarta-feira instituições sociais do concelho a entregar refeições ao domicílio a mais de uma centena de idosos, devido a problemas de circulação causados pela neve. 
 
"Dois centros de dia da cidade foram apoiados pelos bombeiros na distribuição de almoços a idosos residentes na cidade e arredores", disse à agência Lusa Paulo Sequeira, comandante dos Bombeiros Voluntários da Guarda. O responsável indicou que foram entregues ao domicílio "à volta de 40 refeições a idosos". 
 
Já o serviço municipal de proteção civil recorreu a um clube de todo o terreno [Clube Todo o Terreno Vale do Mondego], com sede em Porto da Carne, naquele concelho, para entregar almoços a 18 idosos da cidade apoiados por uma instituição social, indicou o seu coordenador Eduardo Matas. 
 
O comandante dos bombeiros da Guarda indicou ainda que durante a manhã de hoje a corporação foi solicitada para transportar alguns técnicos de saúde (médicos e enfermeiros) para o Hospital Sousa Martins e uma criança, em cadeira de rodas, de uma escola da cidade para a aldeia de Barracão. 
 
"Foi auxiliado um ou outro automobilista que ficou retido pela neve, mas nada de cuidado", disse Paulo Sequeira.
 
por Jornal de Noticias

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 18:18

Quarta-feira, 27.02.13

Neve obriga a Resgate

Hoje, pouco depois das 9 horas, foram vários os alertas que solicitavam a ajuda dos Bombeiros da Cidade para situações de imobilização provocada pela neve. De entre vários, a situação mais preocupante ocorreu na E.N. 222, no sentido Foz Côa – Freixo de Numão, na sinuosa estrada de montanha vulgarmente denominada de Montragão, local onde a neve se fez sentir com mais intensidade e obrigou á imobilização de meia dezena de viaturas, incluindo duas viaturas pesadas de mercadorias. Os Bombeiros deslocaram-se ao local com dois veículos de todo o terreno, apetrechados com material de emergência pré-hospitalar e alguns artefactos alimentares, com o intuito de encostar á berma o mais possível as viaturas imobilizadas e resgatar para local seguro os ocupantes das mesmas. 
Das 6 pessoas que foram resgatadas, incluía-se uma criança. 
Este troço até ao cruzamento de Freixo de Numão esteve temporariamente intransitável, situação que esteve a cargo da GNR de Foz Côa e que, em parceria com os Soldados da Paz, realizou um excelente trabalho preventivo. 
Segundo as previsões, a quede de neve irá continuar durante tarde e noite do dia de hoje e até amanhã dia 28, havendo previsões de melhoria para a manhã do dia 28. 
Por esse motivo, os Bombeiros de Foz Côa aconselham: 
As vagas de frio podem estar associadas a outros fenómenos meteorológicos, como a queda de neve, ventos fortes ou a formação de gelo. Tenha isto em atenção ao proteger-se, um alerta da Autoridade Nacional de Protecção Civil.

Assim:

- Mantenha-se atento aos noticiários da Meteorologia e às indicações da Protecção Civil transmitidas pelos órgãos de comunicação social.

- Procure manter-se em casa ou em locais quentes.

- Use várias camadas de roupa em vez de uma única peça de tecido grosso. Evite as roupas muito justas ou as que o façam transpirar.

- O ar frio não é bom para a circulação sanguínea. Evite as actividades físicas intensas que obrigam o coração a um maior esforço e podem até conduzir a um ataque cardíaco.

- Se suspeitar que você ou alguém que o rodeia está com hipotermia ligue imediatamente para o 112.

- O consumo excessivo de electricidade pode sobrecarregar a rede originando falhas locais de energia. Procure poupar energia, desligando os aparelhos eléctricos que não sejam necessários. Tenha à mão lanterna e pilhas, para o caso de faltar a luz.

- Tenha cuidado com as lareiras. Em lugares fechados sem renovação de ar, a combustão pode originar a produção de monóxido de carbono, um gás letal.  

- Seja também cuidadoso com os aquecedores devido ao risco de acidentes domésticos.

- Evite beber bebidas alcoólicas. A sensação de calor transmitida por estas bebidas apenas temporária e aparente. Na realidade, o organismo vai ressentir-se dessa ingestão. Consuma sumos ou água.

- Evite uma exposição excessiva ao frio. Saia de casa apenas se tal for estritamente necessário. Os idosos, crianças e pessoas com dificuldades de locomoção não devem sair de casa.

- Evite deslocações desnecessárias. Suspenda-as em zonas propensas a quedas de neve e descidas significativas de temperatura.

- Informe-se junto das autoridades dos riscos que vai enfrentar no seu trajecto. Procure conhecer locais de refúgio (povoações, hotéis, estalagens).  

- Procure estar atento às indicações difundidas pela Protecção Civil na rádio


por Bombeiros de Foz Côa

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 18:17

Quarta-feira, 27.02.13

Simulacro de sismo no CascaiShopping testa resposta da Proteção Civil

CASCAIS – E se um sismo de intensidade moderada afetasse um dos mais concorridos centros comerciais do concelho, em pleno funcionamento? Qual a capacidade existente para fazer face a uma situação desta natureza? Preparar e exercitar a resposta dos agentes integrantes do Sistema Municipal de Proteção Civil de Cascais, dotando a população dos conhecimentos necessários para reagir num cenário semelhante é o objetivo do simulacro que terá lugar dia 1 de março, às 9h45, no CascaiShopping.

O exercício é um dos pontos altos da Semana da Proteção Civil de Cascais, sob o tema “Cascais, um concelho resiliente”, que hoje se inicia e que se vai estender durante toda a semana com diversas ações localizadas no CascaiShopping. Além do simulacro, que marca o Dia Internacional da Proteção Civil, a Semana envolve uma exposição que hoje se inaugura, sessões de sensibilização para escolas e público em geral e demonstração de intervenções por parte dos agentes integrantes do Sistema Municipal de Proteção Civil de Cascais.

Simulacro de sismo, 1 de março | Sinopse: 
 
A terra treme. No CascaiShopping sente-se um sismo de intensidade moderada, mas com alguma capacidade de destruição. Do incidente resultam danos em dois locais distintos no interior do CascaiShopping. O colapso de parte do edifício e de uma escada rolante de acesso ao primeiro piso provoca alguns feridos. Simultaneamente, na zona da restauração, desencadeia-se um incêndio que rapidamente se propaga às exposições.

O alerta é dado e são acionados os agentes de proteção civil. A resposta coordenada pelo Serviço Municipal de Proteção Civil conta com a participação dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche, Carcavelos – S. Domingos de Rana, Estoril, Parede e Cascais, além da GNR, Polícia Municipal e alguns serviços municipais. No terreno em permanência, as equipas de primeira intervenção do CascaiShopping, tomam as primeiras medidas.

Objetivo: Testar a prontidão e a capacidade de resposta operacional dos diferentes agentes, serviços e entidades, nas áreas de jurisdição da GNR de Alcabideche e da Câmara Municipal de Cascais e promover a articulação e a coordenação conjunta entre as entidades com responsabilidades no planeamento e gestão de emergência.

A assistir ao exercício estará Pedro Lopes de Mendonça, vereador da Proteção Civil na Câmara Municipal de Cascais, e Luís Mendonça, diretor do CascaiShopping, e representantes das diversas entidades a atuar no terreno.

A Semana da Proteção Civil prevê a realização de várias atividades que pretendem dar a conhecer ao público o trabalho desenvolvido pelas diferentes entidades que integram o Sistema Municipal de Proteção Civil. De acordo com o programa disponível em www.cm-cascais.pt e em www.cascaishopping.pt, haverá durante toda a semana muitas iniciativas dirigidas às escolas – que serão uma presença assídua de 25 de fevereiro a 1 de março das 09h30 às 12h00 e das 14h00 às 15h50 – e ao público em geral. 
 
 
por Local.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 12:12

Quarta-feira, 27.02.13

Teatro de Operações: Boas notícias

No dia 18 de Fevereiro foi publicada no Diário da República a Portaria nº 76/2013, que “Estabelece os termos e condições do Novo Programa Permanente de Cooperação”, instrumento previsto na alínea a) do artigo 31º da Lei nº 32/2007 de 14 de Agosto, que define o regime jurídico das associações humanitárias de bombeiros (AHB).

Tal como se diz no preâmbulo deste diploma, ele resulta do “consenso entre o Estado e os parceiros do sector no sentido do mútuo reconhecimento da necessidade de rever o modelo de financiamento da actividade dos corpos de bombeiros”.

É de elementar justiça reconhecer que o modelo de apoio financeiro à AHB agora aprovado melhora, substancialmente, o anterior. Para além da actualização dos valores recebidos pelo conjunto das associações, destaca-se a racionalidade da fórmula utilizada para o efeito, facto que se saúda.

Para se chegar até à versão agora em vigor, foi preciso muito labor técnico e vontade politica. Labor técnico da parte da Direcção Nacional de Bombeiros da ANPC e da equipa que em representação da Liga participou na construção deste diploma. Vontade política do Ministro da Administração Interna e do Secretário de Estado do mesmo ministério, que viabilizaram as soluções agora consagradas em lei.

Faço esta referência elogiosa porque em outras ocasiões critiquei a falta de decisões para responder aos problemas das estruturas de bombeiros, num contexto de enormes dificuldades e restrições. Não tenho uma lógica de terra queimada nem gosto de utilizar os Bombeiros para outros fins que não sejam a defesa dos seus interesses.

Os valores investidos pelo Estado nas AHB têm um retorno garantido. A título de exemplo, cabe destacar os muitos indicadores recolhidos através do Recenseamento Nacional os Bombeiros Portugueses (RNBP), administrado pela ANPC.

Diz-nos este importante instrumento de análise e estudo da realidade do sector de Bombeiros que, em 2012, os 28.541 elementos inseridos no quadro activo dos 413 corpos de bombeiros voluntários do Continente, prestaram um total de quase 15 milhões de horas de serviço operacional comprovado. Este número representa uma média superior a 520/horas/bombeiro/ano de serviço operacional voluntário.

Outros dados são susceptíveis de serem avançados em defesa da tese aqui exposta, aproveitando o rico manancial de informação que o RNBP hoje disponibiliza.

Oxalá que o tradicional secretismo que tem afastado a reflexão técnica e cientifica do sector de Bombeiros, não impeça que se tire todas as conclusões possíveis que este precioso instrumento de gestão e acção politica responsável permite.

Se assim acontecer ganha toda a gente e, sobretudo, ganham os portugueses que são os principais destinatários de um Sistema de Protecção e Socorro, racional e qualificado, tendo por principais agentes os Bombeiros.

 
por Duarte Caldeira

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 11:57

Quarta-feira, 27.02.13

Manobras 2013: Concursos decorrem em Fátima

Os Concursos Nacionais de Manobras de 2013, o 32º Concurso para Bombeiros e o 31º para Cadetes, vão decorrer em 1 e 2 de Junho próximos, em Fátima. 
 
Em circular enviada às associações e corpos de bombeiros assinada pelo presidente do concelho executivo, comandante Jaime Soares, a Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) alerta para a necessidade do cumprimento dos prazos previstos nos respectivos regulamentos, nomeadamente para o envio atempado das fichas de inscrição até 12 de Abril próximo.

“O conselho executivo da LBP continua a pugnar pela realização dos concursos nacionais de manobras, provas genuínas da nossa confederação,” refere-se na circular, sublinhando-se, muito positivamente, o crescente número de equipas concorrentes verificado ao longo dos anos, “desenvolvendo o são convívio desportivo e os laços de camaradagem entre bombeiros”.
 
 
por Jornal BP

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 11:55

Quarta-feira, 27.02.13

Passeio Todo-o-Terreno dos Bombeiros Voluntários de Peniche


Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 11:49

Quarta-feira, 27.02.13

V Encontro Nacional de Grupos de Tocadores de Concertina a favor dos Bombeiros Municipais da Lousã


Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 11:47

Quarta-feira, 27.02.13

Exposição de Modelismo Ferroviário no quartel dos Bombeiros Voluntários de Santarém



Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 11:39



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728




Tags

mais tags