Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Quinta-feira, 25.10.12

Tornado em Castelo Branco

É Proibida a Cópia ou Reprodução destas Imagens.

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

FOTO@Ema Gomes

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:28

Quinta-feira, 25.10.12

Tornado fez estragos em instalações industriais de Castelo Branco

FOTO: Célia Domingues / Jornal do Fundão
Um mini-tornado provocou estragos muito sérios em cinco estruturas industriais e 32 veículos de Castelo Branco, ao início da tarde desta quinta-feira. A Protecção Civil garante que o fenómeno atmosférico não fez feridos.

De acordo com o comandante distrital de Castelo Branco da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Rui Esteves, cerca das 14,40 horas, receberam relatos de uma "situação atmosférica adversa" na zona industrial da cidade.

"O Instituto de Meteorologia classifica o que se passou como um fenómeno meteorológico adverso, que se afigura com um mini-tornado", disse a mesma fonte.

Rui Esteves revelou ao JN que a tormenta produziu estragos muito sérios em duas estruturas industriais, que viram os telhados "arrancados" pelos ventos fortes e espalhados por uma extensão de aproximadamente meio quilómetro.

"O mini-tornado produziu ainda estragos médios em mais três empresas e derrubou uma linha de média tensão da EDP, um cabo de linha telefónica e sinalização rodoviária", referiu.

De igual forma, os ventos causaram danos em 32 viaturas. Uma delas "voou" e foi projetada para uma ravina.

No local, compareceram, além do serviço de Proteção Civil, elementos da GNR, PSP e dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco.


fonte: JN

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Diário de um Bombeiro às 19:13

Quinta-feira, 25.10.12

“Meu pai não vás embora por favor” (Com Video)

FOTO: Eduardo Martins
Os rostos marcados pela dor enchiam-se de lágrimas a todo o instante e as mãos de vários bombeiros agarravam com força o caixão, incapazes de dizerem o último adeus ao chefe Fernando Reis. O bombeiro da corporação da Aguda, em Gaia, que morreu na segunda-feira num acidente durante o transporte de uma doente, foi ontem a enterrar no cemitério de Serzedo, numa cerimónia que contou com centenas de pessoas.

"Temos de ser fortes, temos de aguentar e honrar o chefe", dizia uma bombeira da Aguda, que tentava reconfortar um colega lavado em lágrimas.

Corporações de todo o País, elementos da GNR, da autarquia e até o secretário de Estado da Administração Interna, Filipe Lobo d'Ávila, estiveram no adeus ao chefe Reis. Emocionados, todos lembravam com saudade o bombeiro e frisavam que aquele morreu tal como viveu: a servir os outros.

"Era um homem muito bom, com um coração enorme. Marcou todos os que o conheceram", dizia um outro bombeiro, entre lágrimas.

Susana Reis, filha do chefe Fernando Reis e também ela bombeira, gritava desesperada ao ver o caixão descer à terra. "Meu pai, não vás embora, por favor. Não merecias este fim, ainda tinhas tanto para viver", exclamava a jovem.

Diogo Matos, o colega de Fernando que ficou ferido no acidente, continua internado em estado muito crítico na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de S. João, no Porto. O prognóstico é reservado.


por Ana Isabel Fonseca
fonte: CM


FOTO: Gilberto Albuquerque
FOTO: Gilberto Albuquerque
FOTO: Gilberto Albuquerque

FOTO: Gilberto Albuquerque

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:11

Quinta-feira, 25.10.12

Aviso de Mau Tempo Para Todo o País

Previsões apontam para chuva forte, queda de granizo, trovoadas e rajadas fortes de vento.

O Instituto de Meteorologia emitiu um aviso amarelo de mau tempo para o território continental português.

A meteorologista Ângela Lourenço alerta que nas próximas horas as regiões da Grande Lisboa e do Litoral Centro vão ser afectadas “por precipitação forte, trovada, rajadas fortes de vento e queda de granizo”.

A situação vai evoluir ao longo do dia de quinta-feira. As regiões Centro e Sul vão ser as mais afectadas, mas o mau tempo também vai chegar às regiões do interior.

“Mais para o fim do dia, a situação será mais gravosa na região mais a Norte. Todo o território do Continente será afectado por tempo severo, por isso, o aviso amarelo para todo o território para as próximas 24 horas”, sublinha a meteorologista Ângela Lourenço.

A chuva forte levou, esta quarta-feira, ao encerramento de um hipermercado de Peniche, devido ao risco de queda do tecto.

No interior estavam cerca de 50 pessoas que acabaram por ser evacuadas, disse à Renascença Alexandre Barradas, adjunto de comando dos bombeiros de Peniche.


fonte: RR

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 14:21

Quinta-feira, 25.10.12

Dia Distrital do Bombeiro em Viseu


Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 14:20

Quinta-feira, 25.10.12

Despiste violento fere mãe e bebé

Um violento despiste provocou ferimentos em duas mulheres e uma bebé de 18 meses. As vítimas, residentes em Vouzela, capotaram na A25, no Carvoeiro, em Albergaria-a-Velha. No carro seguia ainda um homem que escapou ileso. O acidente ocorreu cerca das 10h10 de ontem no sentido Aveiro-Vilar Formoso, numa altura em que chovia com bastante intensidade.

O condutor perdeu o controlo do carro e acabou por capotar junto à berma. "A bebé estava muito assustada e chorava muito. A mãe, apesar de ferida tentava acalmá-la", explicou ao Correio da Manhã um condutor que chegou ao local pouco depois do acidente.

"Foi uma angústia muito grande porque não sabíamos o que fazer e elas ainda estavam dentro do carro sem conseguir sair", acrescentou a testemunha.

Ângela Santos, de 32 anos, a filha de 18 meses e a amiga Leonor Fernandes, de 41 anos, sofreram vários ferimentos, mas não corriam risco de vida.

As duas mulheres e a bebé foram assistidas e estabilizadas pelos Bombeiros Voluntários de Albergaria-a-Velha e pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital Infante D. Pedro, em Aveiro, para onde foram transportadas.

O acidente ocorreu junto ao nó do Carvoeiro, que é considerado um dos pontos negros da A25, entre Aveiro e Vilar Formoso. O piso escorregadio e a fraca visibilidade poderão ter estado na origem do acidente.

A Unidade de Trânsito da GNR de Aveiro investiga.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 09:00

Quinta-feira, 25.10.12

Tomada de Posse do novo Comandante

O dia 20 de Outubro de 2012 ficará marcado, na longa história dos Bombeiros Voluntários de Albergaria-a-Velha, por um momento marcante na história da instituição: a tomada de posse do Comandante José António Valente Ferreira, que sucede a José Ricardo Bismarck.

José António Valente Ferreira, pessoa que conhece muitíssimo bem o corpo de bombeiros, foi incorporado em 25 de Janeiro de 1988 como Motorista Auxiliar. Em termos de progressão na carreira foi inserido na Escola de Aspirantes em 1 de Setembro de 1993 passando ao Quadro Activo com a promoção a Bombeiro de 3ª Classe em 30 de Janeiro de 1994, Bombeiro de 2ª Classe em 20 de Abril de 1997, Bombeiro de 1ª Classe em 5 de Julho de 1998, Subchefe em 4 de Novembro de 1999 e a Chefe em 11 de Fevereiro de 2001. Ainda no ano de 2001 foi convidado pelo Comandante José Ricardo Bismarck para Adjunto de Comando. Em 2007 com a saída do actual 2º CODIS de Aveiro, António Ribeiro, foi convidado para assumir o cargo de 2º Comandante, função que desempenhou até Março de 2012. De Março até ao dia 20 de Outubro, assumiu interinamente o comando deste Corpo de Bombeiros.

No seu discurso, o novo Comandante disse que “talvez por ser muito operacional e pouco burocrata, quando me proponho a algo é com entrega total, esperando e exigindo de todos os que estão juntos comigo em determinada missão, a mesma entrega, o mesmo empenho, a mesma lealdade, a mesma dedicação e o mesmo rigor. Esta “forma de ser e de estar apaixonada” acarreta alguns inconvenientes, pois, em determinadas situações, podem levar a tomadas de posição dúbias, havendo sempre alguém à espreita para as catalogar como facciosismo, falta de transparência ou conexão a alguma cor. Devo confessar que tenho uma cor de eleição. Essa cor é o vermelho, mas vermelho RAL3000 que é a cor oficial dos veículos dos bombeiros. Garanto-vos que, ao aceitar esta missão, não foi com a intenção de ceder e agradar a qualquer outra cor ou a quem quer que seja mas sim, com a consciência tranquila e a vontade expressa, de contribuir de uma forma aberta e clara para a manutenção e se possível melhorar, o bom-nome e operacionalidade já existente nos Bombeiros de Albergaria”.

O salão nobre da associação foi pequeno para acolher as centenas de amigos e personalidades que não quiseram deixar de manifestar o seu apreço pelo nomeado e pela instituição.

Fonte: Bombeiros de Albergaria-a-Velha

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 01:22


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031




Tags

mais tags