Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Domingo, 17.07.11

Reflorestação das áreas Portuguesas incendiadas nas últimas duas décadas.

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-1Q0z2F8knO8/TiNWkKwg3II/AAAAAAAAAD0/Pm9W68YoNTw/s1600/fQM.jpg" imageanchor="1" style="clear: left; float: left; margin-bottom: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-1Q0z2F8knO8/TiNWkKwg3II/AAAAAAAAAD0/Pm9W68YoNTw/s1600/fQM.jpg" /></a>Reflorestação das áreas Portuguesas incendiadas nas últimas duas décadas.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">A missão desta causa é em suma reunir os meios necessários para garantir um apoio prévio no reconhecimento das matas, uma aproximação humana mais eficaz, e uma manutenção a um custo simbólico.</div><br /><br /><div style="text-align: center;"><a href="http://www.causes.com/causes/243095?fb_ref=recruiter_id%3D150613264&amp;fb_source=home_oneline">http://www.causes.com/causes/243095?fb_ref=recruiter_id%3D150613264&amp;fb_source=home_oneline</a></div>  <br />Fonte: Causes <br />Colaboradora: Sofia Richau

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:42

Domingo, 17.07.11

Reflorestação das áreas Portuguesas incendiadas nas últimas duas décadas.

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-1Q0z2F8knO8/TiNWkKwg3II/AAAAAAAAAD0/Pm9W68YoNTw/s1600/fQM.jpg" imageanchor="1" style="clear: left; float: left; margin-bottom: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-1Q0z2F8knO8/TiNWkKwg3II/AAAAAAAAAD0/Pm9W68YoNTw/s1600/fQM.jpg" /></a>Reflorestação das áreas Portuguesas incendiadas nas últimas duas décadas.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">A missão desta causa é em suma reunir os meios necessários para garantir um apoio prévio no reconhecimento das matas, uma aproximação humana mais eficaz, e uma manutenção a um custo simbólico.</div><br /><br /><div style="text-align: center;"><a href="http://www.causes.com/causes/243095?fb_ref=recruiter_id%3D150613264&amp;fb_source=home_oneline">http://www.causes.com/causes/243095?fb_ref=recruiter_id%3D150613264&amp;fb_source=home_oneline</a></div>  <br />Fonte: Causes <br />Colaboradora: Sofia Richau

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:42

Domingo, 17.07.11

Operação «Férias Seguras»: seis mortos em dois dias

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-lkyfbuzmww4/TiNQFD7v2EI/AAAAAAAAADw/AVLfXrIpr-U/s1600/202.gif" imageanchor="1" style="clear: left; float: left; margin-bottom: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="149" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-lkyfbuzmww4/TiNQFD7v2EI/AAAAAAAAADw/AVLfXrIpr-U/s200/202.gif" width="200" /></a>Registaram-se: 426 acidentes que causaram 11 feridos graves e 178 ligeiros</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Seis mortos, 11 feridos graves, 178 feridos ligeiros, resultaram dos 426 acidentes rodoviários verificados em Portugal continental nos primeiros dois dias da operação «Férias Seguras», indicam dados provisórios do Comando Operacional da Guarda Republicana (GNR). </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Até às 07:40 de hoje «não há registo de algum acidente com gravidade e mortes», avançou à agência Lusa fonte da GNR.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">No sábado, o número de mortos elevou-se a seis, os feridos graves a quatro e os ligeiros a 89, resultantes de 198 acidentes rodoviários.</div><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: TVI24</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:14

Domingo, 17.07.11

Operação «Férias Seguras»: seis mortos em dois dias

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-lkyfbuzmww4/TiNQFD7v2EI/AAAAAAAAADw/AVLfXrIpr-U/s1600/202.gif" imageanchor="1" style="clear: left; float: left; margin-bottom: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="149" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-lkyfbuzmww4/TiNQFD7v2EI/AAAAAAAAADw/AVLfXrIpr-U/s200/202.gif" width="200" /></a>Registaram-se: 426 acidentes que causaram 11 feridos graves e 178 ligeiros</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Seis mortos, 11 feridos graves, 178 feridos ligeiros, resultaram dos 426 acidentes rodoviários verificados em Portugal continental nos primeiros dois dias da operação «Férias Seguras», indicam dados provisórios do Comando Operacional da Guarda Republicana (GNR). </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Até às 07:40 de hoje «não há registo de algum acidente com gravidade e mortes», avançou à agência Lusa fonte da GNR.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">No sábado, o número de mortos elevou-se a seis, os feridos graves a quatro e os ligeiros a 89, resultantes de 198 acidentes rodoviários.</div><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: TVI24</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:14

Domingo, 17.07.11

DIGNO DE SE VER....... sem duvida nenhuma

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:10

Domingo, 17.07.11

DIGNO DE SE VER....... sem duvida nenhuma

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:10

Domingo, 17.07.11

Avioneta caiu num quintal em Peniche

Uma avioneta ligeira despenhou-se, este domingo à tarde, na localidade de Atouguia da Baleia, concelho de Peniche, caindo no quintal de uma habitação, sem fazer vítimas, revelou a GNR.
A avioneta caiu na propriedade cerca das 12 horas, sem causar ferimentos no piloto, o único ocupante, e sem fazer quaisquer vítimas, disse à Lusa fonte da GNR.

O meio aéreo caiu no quintal de uma habitação situada na localidade de Atouguia da Baleia, desconhecendo-se tanto a sua proveniência como o seu destino, segundo a mesma fonte.

A GNR só veio a tomar conta da ocorrência cerca das 16 horas, estando as causas por apurar.

A investigação vai prosseguir a cargo do Instituto Nacional de Aviação Civil.

O piloto é português, mas reside em França e tem 50 anos.


Fonte: JN

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:05

Domingo, 17.07.11

Avioneta caiu num quintal em Peniche

Uma avioneta ligeira despenhou-se, este domingo à tarde, na localidade de Atouguia da Baleia, concelho de Peniche, caindo no quintal de uma habitação, sem fazer vítimas, revelou a GNR.
A avioneta caiu na propriedade cerca das 12 horas, sem causar ferimentos no piloto, o único ocupante, e sem fazer quaisquer vítimas, disse à Lusa fonte da GNR.

O meio aéreo caiu no quintal de uma habitação situada na localidade de Atouguia da Baleia, desconhecendo-se tanto a sua proveniência como o seu destino, segundo a mesma fonte.

A GNR só veio a tomar conta da ocorrência cerca das 16 horas, estando as causas por apurar.

A investigação vai prosseguir a cargo do Instituto Nacional de Aviação Civil.

O piloto é português, mas reside em França e tem 50 anos.


Fonte: JN

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:05

Domingo, 17.07.11

Incêndio Industrial Extinto em Lordelo

Segundo António Manso - Bombeiros de Lordelo:
Regressam ao quartel pelas 18.15h e informou que estiveram no local 6 viaturas e 32 homens.

Bombeiros de Lordelo quando chegaram ao local ficaram transtornados ao verificarem que incêndio era na fabrica de um colega do próprio CB.


Fonte: António Manso - BV Lordelo

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:23

Domingo, 17.07.11

Incêndio Industrial Extinto em Lordelo

Segundo António Manso - Bombeiros de Lordelo:
Regressam ao quartel pelas 18.15h e informou que estiveram no local 6 viaturas e 32 homens.

Bombeiros de Lordelo quando chegaram ao local ficaram transtornados ao verificarem que incêndio era na fabrica de um colega do próprio CB.


Fonte: António Manso - BV Lordelo

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:23

Domingo, 17.07.11

Quase 200 homens combateram esta tarde, as chamas no norte e centro do país

A Protecção Civil dá conta da existência de três incêndios activos esta tarde, em Santarém, Viseu e Bragança, que estão a ser combatidos por 192 homens (bombeiros, sapadores florestais e GNR), vários veículos operacionais e alguns meios aéreos.

Na localidade do Relvão, Chamusca (distrito de Santarém), há um incêndio com duas frentes activas que está a ser combatido por 115 operacionais, que contam com o apoio de 28 veículos, um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado.

Já em Fraguas, Vila Nova de Paiva (Viseu), deflagrou um incêndio em mato e pinhal, com uma frente activa, cuja acção de 43 homens, 12 veículos e um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado estão a tentar travar. Segundo a informação da Protecção Civil, os trabalhos estão "a evoluir favoravelmente".
No que toca à localidade de Pinheiro Velho, no concelho de Vinhais (Bragança), há um incêndio em mato com 3 frentes ativas, no Parque Natural de Montesinho, que está a ser combatido por 34 operacionais, dois veículos e dois aviões bombardeiros pesados.
A Protecção Civil dá conta da existência de três incêndios activos esta tarde, em Santarém, Viseu e Bragança, que estão a ser combatidos por 192 homens (bombeiros, sapadores florestais e GNR), vários veículos operacionais e alguns meios aéreos.

Na localidade do Relvão, Chamusca (distrito de Santarém), há um incêndio com duas frentes activas que está a ser combatido por 115 operacionais, que contam com o apoio de 28 veículos, um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado.

Já em Fraguas, Vila Nova de Paiva (Viseu), deflagrou um incêndio em mato e pinhal, com uma frente activa, cuja acção de 43 homens, 12 veículos e um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado estão a tentar travar. Segundo a informação da Protecção Civil, os trabalhos estão "a evoluir favoravelmente".

No que toca à localidade de Pinheiro Velho, no concelho de Vinhais (Bragança), há um incêndio em mato com 3 frentes ativas, no Parque Natural de Montesinho, que está a ser combatido por 34 operacionais, dois veículos e dois aviões bombardeiros pesados.

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;">A Protecção Civil dá conta da existência de três incêndios activos esta tarde, em Santarém, Viseu e Bragança, que estão a ser combatidos por 192 homens (bombeiros, sapadores florestais e GNR), vários veículos operacionais e alguns meios aéreos.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Na localidade do Relvão, Chamusca (distrito de Santarém), há um incêndio com duas frentes activas que está a ser combatido por 115 operacionais, que contam com o apoio de 28 veículos, um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Já em Fraguas, Vila Nova de Paiva (Viseu), deflagrou um incêndio em mato e pinhal, com uma frente activa, cuja acção de 43 homens, 12 veículos e um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado estão a tentar travar. Segundo a informação da Protecção Civil, os trabalhos estão "a evoluir favoravelmente".</div><div style="text-align: justify;">No que toca à localidade de Pinheiro Velho, no concelho de Vinhais (Bragança), há um incêndio em mato com 3 frentes ativas, no Parque Natural de Montesinho, que está a ser combatido por 34 operacionais, dois veículos e dois aviões bombardeiros pesados.</div><div style="text-align: justify;">A Protecção Civil dá conta da existência de três incêndios activos esta tarde, em Santarém, Viseu e Bragança, que estão a ser combatidos por 192 homens (bombeiros, sapadores florestais e GNR), vários veículos operacionais e alguns meios aéreos.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Na localidade do Relvão, Chamusca (distrito de Santarém), há um incêndio com duas frentes activas que está a ser combatido por 115 operacionais, que contam com o apoio de 28 veículos, um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Já em Fraguas, Vila Nova de Paiva (Viseu), deflagrou um incêndio em mato e pinhal, com uma frente activa, cuja acção de 43 homens, 12 veículos e um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado estão a tentar travar. Segundo a informação da Protecção Civil, os trabalhos estão "a evoluir favoravelmente".</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">No que toca à localidade de Pinheiro Velho, no concelho de Vinhais (Bragança), há um incêndio em mato com 3 frentes ativas, no Parque Natural de Montesinho, que está a ser combatido por 34 operacionais, dois veículos e dois aviões bombardeiros pesados.</div><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-tj-qSoYW05E/TiMmKMgjWxI/AAAAAAAAADs/hDpkij7xeVM/s1600/ng1581880.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="108" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-tj-qSoYW05E/TiMmKMgjWxI/AAAAAAAAADs/hDpkij7xeVM/s320/ng1581880.jpg" width="320" /></a></div><span style="font-size: xx-small;"><br /></span><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: JN</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:15

Domingo, 17.07.11

Quase 200 homens combateram esta tarde, as chamas no norte e centro do país

A Protecção Civil dá conta da existência de três incêndios activos esta tarde, em Santarém, Viseu e Bragança, que estão a ser combatidos por 192 homens (bombeiros, sapadores florestais e GNR), vários veículos operacionais e alguns meios aéreos.

Na localidade do Relvão, Chamusca (distrito de Santarém), há um incêndio com duas frentes activas que está a ser combatido por 115 operacionais, que contam com o apoio de 28 veículos, um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado.

Já em Fraguas, Vila Nova de Paiva (Viseu), deflagrou um incêndio em mato e pinhal, com uma frente activa, cuja acção de 43 homens, 12 veículos e um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado estão a tentar travar. Segundo a informação da Protecção Civil, os trabalhos estão "a evoluir favoravelmente".
No que toca à localidade de Pinheiro Velho, no concelho de Vinhais (Bragança), há um incêndio em mato com 3 frentes ativas, no Parque Natural de Montesinho, que está a ser combatido por 34 operacionais, dois veículos e dois aviões bombardeiros pesados.
A Protecção Civil dá conta da existência de três incêndios activos esta tarde, em Santarém, Viseu e Bragança, que estão a ser combatidos por 192 homens (bombeiros, sapadores florestais e GNR), vários veículos operacionais e alguns meios aéreos.

Na localidade do Relvão, Chamusca (distrito de Santarém), há um incêndio com duas frentes activas que está a ser combatido por 115 operacionais, que contam com o apoio de 28 veículos, um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado.

Já em Fraguas, Vila Nova de Paiva (Viseu), deflagrou um incêndio em mato e pinhal, com uma frente activa, cuja acção de 43 homens, 12 veículos e um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado estão a tentar travar. Segundo a informação da Protecção Civil, os trabalhos estão "a evoluir favoravelmente".

No que toca à localidade de Pinheiro Velho, no concelho de Vinhais (Bragança), há um incêndio em mato com 3 frentes ativas, no Parque Natural de Montesinho, que está a ser combatido por 34 operacionais, dois veículos e dois aviões bombardeiros pesados.

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;">A Protecção Civil dá conta da existência de três incêndios activos esta tarde, em Santarém, Viseu e Bragança, que estão a ser combatidos por 192 homens (bombeiros, sapadores florestais e GNR), vários veículos operacionais e alguns meios aéreos.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Na localidade do Relvão, Chamusca (distrito de Santarém), há um incêndio com duas frentes activas que está a ser combatido por 115 operacionais, que contam com o apoio de 28 veículos, um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Já em Fraguas, Vila Nova de Paiva (Viseu), deflagrou um incêndio em mato e pinhal, com uma frente activa, cuja acção de 43 homens, 12 veículos e um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado estão a tentar travar. Segundo a informação da Protecção Civil, os trabalhos estão "a evoluir favoravelmente".</div><div style="text-align: justify;">No que toca à localidade de Pinheiro Velho, no concelho de Vinhais (Bragança), há um incêndio em mato com 3 frentes ativas, no Parque Natural de Montesinho, que está a ser combatido por 34 operacionais, dois veículos e dois aviões bombardeiros pesados.</div><div style="text-align: justify;">A Protecção Civil dá conta da existência de três incêndios activos esta tarde, em Santarém, Viseu e Bragança, que estão a ser combatidos por 192 homens (bombeiros, sapadores florestais e GNR), vários veículos operacionais e alguns meios aéreos.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Na localidade do Relvão, Chamusca (distrito de Santarém), há um incêndio com duas frentes activas que está a ser combatido por 115 operacionais, que contam com o apoio de 28 veículos, um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Já em Fraguas, Vila Nova de Paiva (Viseu), deflagrou um incêndio em mato e pinhal, com uma frente activa, cuja acção de 43 homens, 12 veículos e um helicópetro de ataque inicial e um helicópetro bombardeiro pesado estão a tentar travar. Segundo a informação da Protecção Civil, os trabalhos estão "a evoluir favoravelmente".</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">No que toca à localidade de Pinheiro Velho, no concelho de Vinhais (Bragança), há um incêndio em mato com 3 frentes ativas, no Parque Natural de Montesinho, que está a ser combatido por 34 operacionais, dois veículos e dois aviões bombardeiros pesados.</div><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-tj-qSoYW05E/TiMmKMgjWxI/AAAAAAAAADs/hDpkij7xeVM/s1600/ng1581880.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="108" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-tj-qSoYW05E/TiMmKMgjWxI/AAAAAAAAADs/hDpkij7xeVM/s320/ng1581880.jpg" width="320" /></a></div><span style="font-size: xx-small;"><br /></span><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: JN</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:15

Domingo, 17.07.11

Seis mortos e 11 feridos graves nos dois primeiros dias da operação "Férias Seguras"

Seis mortos, 11 feridos graves, 178 feridos ligeiros, resultaram dos 426 acidentes rodoviários verificados em Portugal continental nos primeiros dois dias da operação "Férias Seguras", indicam hoje dados provisórios do Comando Operacional da Guarda Republicana (GNR).


Até às 07:40 de hoje "não há registo de algum acidente com gravidade e mortes", avançou à agência Lusa fonte da GNR.

No sábado, o número de mortos elevou-se a seis, os feridos graves a quatro e os ligeiros a 89, resultantes de 198 acidentes rodoviários.

A GNR iniciou às 00:00 de sexta-feira uma operação que irá continuar até às 24:00 de domingo para reforçar o patrulhamento nas "vias mais críticas" e assegurar a fluidez do trânsito.

Com a operação "Férias Seguras", que decorre numa altura em que a maioria dos cidadãos opta por gozar férias, o que origina um aumento do trânsito, a GNR pretende reforçar o "patrulhamento nas vias mais críticas da zona de ação à sua responsabilidade, tendo especial atenção à fluidez do tráfego e garantir o apoio a todos os utentes das vias".

Neste fim-de-semana, além das "habituais preocupações com o trânsito associado ao início de quinzena de férias", a GNR dedicará "especial atenção aos veículos de duas rodas".

No primeiro trimestre do ano, ocorreram nas vias de patrulhamento da responsabilidade da GNR, 1.567 acidentes com vítimas, envolvendo veículos de duas rodas, dos quais resultaram 60 mortos, 182 feridos graves e 1.595 feridos ligeiros.


[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;">Seis mortos, 11 feridos graves, 178 feridos ligeiros, resultaram dos 426 acidentes rodoviários verificados em Portugal continental nos primeiros dois dias da operação "Férias Seguras", indicam hoje dados provisórios do Comando Operacional da Guarda Republicana (GNR). </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Até às 07:40 de hoje "não há registo de algum acidente com gravidade e mortes", avançou à agência Lusa fonte da GNR. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">No sábado, o número de mortos elevou-se a seis, os feridos graves a quatro e os ligeiros a 89, resultantes de 198 acidentes rodoviários. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">A GNR iniciou às 00:00 de sexta-feira uma operação que irá continuar até às 24:00 de domingo para reforçar o patrulhamento nas "vias mais críticas" e assegurar a fluidez do trânsito. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Com a operação "Férias Seguras", que decorre numa altura em que a maioria dos cidadãos opta por gozar férias, o que origina um aumento do trânsito, a GNR pretende reforçar o "patrulhamento nas vias mais críticas da zona de ação à sua responsabilidade, tendo especial atenção à fluidez do tráfego e garantir o apoio a todos os utentes das vias". </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Neste fim-de-semana, além das "habituais preocupações com o trânsito associado ao início de quinzena de férias", a GNR dedicará "especial atenção aos veículos de duas rodas". </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">No primeiro trimestre do ano, ocorreram nas vias de patrulhamento da responsabilidade da GNR, 1.567 acidentes com vítimas, envolvendo veículos de duas rodas, dos quais resultaram 60 mortos, 182 feridos graves e 1.595 feridos ligeiros.</div><br /><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-9a80uyO75lY/TiMVMny17SI/AAAAAAAAADo/Ohkw4sYor64/s1600/5_ACID%257E1.JPG" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="180" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-9a80uyO75lY/TiMVMny17SI/AAAAAAAAADo/Ohkw4sYor64/s320/5_ACID%257E1.JPG" width="320" /></a></div><span style="font-size: xx-small;">Fonte: SIC Noticias</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 18:02

Domingo, 17.07.11

Seis mortos e 11 feridos graves nos dois primeiros dias da operação "Férias Seguras"

Seis mortos, 11 feridos graves, 178 feridos ligeiros, resultaram dos 426 acidentes rodoviários verificados em Portugal continental nos primeiros dois dias da operação "Férias Seguras", indicam hoje dados provisórios do Comando Operacional da Guarda Republicana (GNR).


Até às 07:40 de hoje "não há registo de algum acidente com gravidade e mortes", avançou à agência Lusa fonte da GNR.

No sábado, o número de mortos elevou-se a seis, os feridos graves a quatro e os ligeiros a 89, resultantes de 198 acidentes rodoviários.

A GNR iniciou às 00:00 de sexta-feira uma operação que irá continuar até às 24:00 de domingo para reforçar o patrulhamento nas "vias mais críticas" e assegurar a fluidez do trânsito.

Com a operação "Férias Seguras", que decorre numa altura em que a maioria dos cidadãos opta por gozar férias, o que origina um aumento do trânsito, a GNR pretende reforçar o "patrulhamento nas vias mais críticas da zona de ação à sua responsabilidade, tendo especial atenção à fluidez do tráfego e garantir o apoio a todos os utentes das vias".

Neste fim-de-semana, além das "habituais preocupações com o trânsito associado ao início de quinzena de férias", a GNR dedicará "especial atenção aos veículos de duas rodas".

No primeiro trimestre do ano, ocorreram nas vias de patrulhamento da responsabilidade da GNR, 1.567 acidentes com vítimas, envolvendo veículos de duas rodas, dos quais resultaram 60 mortos, 182 feridos graves e 1.595 feridos ligeiros.


[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;">Seis mortos, 11 feridos graves, 178 feridos ligeiros, resultaram dos 426 acidentes rodoviários verificados em Portugal continental nos primeiros dois dias da operação "Férias Seguras", indicam hoje dados provisórios do Comando Operacional da Guarda Republicana (GNR). </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Até às 07:40 de hoje "não há registo de algum acidente com gravidade e mortes", avançou à agência Lusa fonte da GNR. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">No sábado, o número de mortos elevou-se a seis, os feridos graves a quatro e os ligeiros a 89, resultantes de 198 acidentes rodoviários. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">A GNR iniciou às 00:00 de sexta-feira uma operação que irá continuar até às 24:00 de domingo para reforçar o patrulhamento nas "vias mais críticas" e assegurar a fluidez do trânsito. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Com a operação "Férias Seguras", que decorre numa altura em que a maioria dos cidadãos opta por gozar férias, o que origina um aumento do trânsito, a GNR pretende reforçar o "patrulhamento nas vias mais críticas da zona de ação à sua responsabilidade, tendo especial atenção à fluidez do tráfego e garantir o apoio a todos os utentes das vias". </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">Neste fim-de-semana, além das "habituais preocupações com o trânsito associado ao início de quinzena de férias", a GNR dedicará "especial atenção aos veículos de duas rodas". </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">No primeiro trimestre do ano, ocorreram nas vias de patrulhamento da responsabilidade da GNR, 1.567 acidentes com vítimas, envolvendo veículos de duas rodas, dos quais resultaram 60 mortos, 182 feridos graves e 1.595 feridos ligeiros.</div><br /><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-9a80uyO75lY/TiMVMny17SI/AAAAAAAAADo/Ohkw4sYor64/s1600/5_ACID%257E1.JPG" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="180" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-9a80uyO75lY/TiMVMny17SI/AAAAAAAAADo/Ohkw4sYor64/s320/5_ACID%257E1.JPG" width="320" /></a></div><span style="font-size: xx-small;">Fonte: SIC Noticias</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 18:02

Domingo, 17.07.11

FI em Lordelo

Pelas 17.15h bombeiros de Lordelo foram alertados para incêndio industrial em freguesia de Duas Igrejas foram para o local 4 viaturas e 20 homens.


Fonte: BV Lordelo - Antonio Manso

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:55

Domingo, 17.07.11

FI em Lordelo

Pelas 17.15h bombeiros de Lordelo foram alertados para incêndio industrial em freguesia de Duas Igrejas foram para o local 4 viaturas e 20 homens.


Fonte: BV Lordelo - Antonio Manso

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:55

Domingo, 17.07.11

Actualização ás 17h00 dos incendios no País

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-8nQpR1EZOIM/TiMOVWpbm0I/AAAAAAAAADk/OCbE-8Z2wHE/s1600/270502_204925429558149_100001220796038_603430_7624117_s.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="175" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-8nQpR1EZOIM/TiMOVWpbm0I/AAAAAAAAADk/OCbE-8Z2wHE/s400/270502_204925429558149_100001220796038_603430_7624117_s.jpg" width="400" /></a></div><span style="font-size: xx-small;">Fonte: ANPC/CNOS</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:33

Domingo, 17.07.11

Actualização ás 17h00 dos incendios no País

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-8nQpR1EZOIM/TiMOVWpbm0I/AAAAAAAAADk/OCbE-8Z2wHE/s1600/270502_204925429558149_100001220796038_603430_7624117_s.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="175" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-8nQpR1EZOIM/TiMOVWpbm0I/AAAAAAAAADk/OCbE-8Z2wHE/s400/270502_204925429558149_100001220796038_603430_7624117_s.jpg" width="400" /></a></div><span style="font-size: xx-small;">Fonte: ANPC/CNOS</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:33

Domingo, 17.07.11

Última actualização dos incendios activos ás 16h49

Ultima actualização 16h49

Incêndio de Vila Nova de Paiva e da Chamusca dominados
Incêndio em Vinhais ainda activo


[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Ultima actualização 16h49<br /><br />Incêndio de Vila Nova de Paiva e da Chamusca dominados<br />Incêndio em Vinhais ainda activo<br /><br /><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/--rEgEBrAeNI/TiMLbzC6cWI/AAAAAAAAADg/xl6WWZ1afYU/s1600/270354_219351094775200_100001009329864_596938_6622385_s.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="240" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/--rEgEBrAeNI/TiMLbzC6cWI/AAAAAAAAADg/xl6WWZ1afYU/s320/270354_219351094775200_100001009329864_596938_6622385_s.jpg" width="320" /></a></div><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: ANPC/CNOS</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:21

Domingo, 17.07.11

Última actualização dos incendios activos ás 16h49

Ultima actualização 16h49

Incêndio de Vila Nova de Paiva e da Chamusca dominados
Incêndio em Vinhais ainda activo


[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Ultima actualização 16h49<br /><br />Incêndio de Vila Nova de Paiva e da Chamusca dominados<br />Incêndio em Vinhais ainda activo<br /><br /><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/--rEgEBrAeNI/TiMLbzC6cWI/AAAAAAAAADg/xl6WWZ1afYU/s1600/270354_219351094775200_100001009329864_596938_6622385_s.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="240" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/--rEgEBrAeNI/TiMLbzC6cWI/AAAAAAAAADg/xl6WWZ1afYU/s320/270354_219351094775200_100001009329864_596938_6622385_s.jpg" width="320" /></a></div><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: ANPC/CNOS</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:21

Domingo, 17.07.11

INCENDEIA CASA COM FILHA DE SETE ANOS DENTRO

"Ele queria matá-las. Meteu lá dentro quatro garrafas de gás que só por sorte não explodiram", diz, angustiada, Rosa Antunes, ao olhar para o que restou da casa das vizinhas, em Covas, Vila Verde, que ontem de madrugada foi consumida por um incêndio.


A família suspeita de fogo posto e culpa o ex-marido da dona da casa. Ao que o CM apurou, antes do incêndio, o homem, um madeireiro cadastrado, com cerca de 30 anos, ligou à filha garantindo-lhe que era a última vez que falavam. A Polícia Judiciária investiga.

"Desde que se separaram ele não lhe dá descanso. Persegue-a para todo o lado e está sempre a ameaçá-la", relatou ao CM Rosa Antunes, a vizinha mais próxima da casa, no Lugar de Fundevila, em Covas, destruída ontem pelo fogo.

O incêndio começou cerca da 01h00, quando as quatro moradoras, uma menina de sete anos, a mãe, de 27, a avó, de 50 e uma tia, de 96 anos, dormiam.

O latir dos cães acordou a filha da vizinha, que ficou sobressaltada com o intenso cheiro a fumo. "Saímos logo e não se via a casa, só havia fumo", relatou a mulher. A vizinha acordou as moradoras, que saíram da habitação, e alertou os bombeiros.

O fogo começou numa arrecadação de lenha e propagou-se pelos fundos da casa. A intervenção dos bombeiros, que retiraram de imediato as quatro garrafas de gás colocadas no anexo, impediu o pior.

A PJ de Braga esteve no local a recolher indícios e já identificou o possível incendiário.

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;">"Ele queria matá-las. Meteu lá dentro quatro garrafas de gás que só por sorte não explodiram", diz, angustiada, Rosa Antunes, ao olhar para o que restou da casa das vizinhas, em Covas, Vila Verde, que ontem de madrugada foi consumida por um incêndio. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">A família suspeita de fogo posto e culpa o ex-marido da dona da casa. Ao que o CM apurou, antes do incêndio, o homem, um madeireiro cadastrado, com cerca de 30 anos, ligou à filha garantindo-lhe que era a última vez que falavam. A Polícia Judiciária investiga. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">"Desde que se separaram ele não lhe dá descanso. Persegue-a para todo o lado e está sempre a ameaçá-la", relatou ao CM Rosa Antunes, a vizinha mais próxima da casa, no Lugar de Fundevila, em Covas, destruída ontem pelo fogo.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">O incêndio começou cerca da 01h00, quando as quatro moradoras, uma menina de sete anos, a mãe, de 27, a avó, de 50 e uma tia, de 96 anos, dormiam.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">O latir dos cães acordou a filha da vizinha, que ficou sobressaltada com o intenso cheiro a fumo. "Saímos logo e não se via a casa, só havia fumo", relatou a mulher. A vizinha acordou as moradoras, que saíram da habitação, e alertou os bombeiros.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">O fogo começou numa arrecadação de lenha e propagou-se pelos fundos da casa. A intervenção dos bombeiros, que retiraram de imediato as quatro garrafas de gás colocadas no anexo, impediu o pior. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">A PJ de Braga esteve no local a recolher indícios e já identificou o possível incendiário. </div><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-s0uBFkfkrjI/TiMHSXp3oOI/AAAAAAAAADc/2S7q2WC055g/s1600/16233329_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67%2524%2524738d42d9-134c-4fbe-a85a-da00e83fdc20%2524%25248b4899e8-04b4-46a1-ab64-fc5af17f3730%2524%2524img_carrouselTopHomepage%2524%2524pt%2524%25241.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="320" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-s0uBFkfkrjI/TiMHSXp3oOI/AAAAAAAAADc/2S7q2WC055g/s320/16233329_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67%2524%2524738d42d9-134c-4fbe-a85a-da00e83fdc20%2524%25248b4899e8-04b4-46a1-ab64-fc5af17f3730%2524%2524img_carrouselTopHomepage%2524%2524pt%2524%25241.jpg" width="241" /></a></div><br /><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: CM</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:03

Domingo, 17.07.11

INCENDEIA CASA COM FILHA DE SETE ANOS DENTRO

"Ele queria matá-las. Meteu lá dentro quatro garrafas de gás que só por sorte não explodiram", diz, angustiada, Rosa Antunes, ao olhar para o que restou da casa das vizinhas, em Covas, Vila Verde, que ontem de madrugada foi consumida por um incêndio.


A família suspeita de fogo posto e culpa o ex-marido da dona da casa. Ao que o CM apurou, antes do incêndio, o homem, um madeireiro cadastrado, com cerca de 30 anos, ligou à filha garantindo-lhe que era a última vez que falavam. A Polícia Judiciária investiga.

"Desde que se separaram ele não lhe dá descanso. Persegue-a para todo o lado e está sempre a ameaçá-la", relatou ao CM Rosa Antunes, a vizinha mais próxima da casa, no Lugar de Fundevila, em Covas, destruída ontem pelo fogo.

O incêndio começou cerca da 01h00, quando as quatro moradoras, uma menina de sete anos, a mãe, de 27, a avó, de 50 e uma tia, de 96 anos, dormiam.

O latir dos cães acordou a filha da vizinha, que ficou sobressaltada com o intenso cheiro a fumo. "Saímos logo e não se via a casa, só havia fumo", relatou a mulher. A vizinha acordou as moradoras, que saíram da habitação, e alertou os bombeiros.

O fogo começou numa arrecadação de lenha e propagou-se pelos fundos da casa. A intervenção dos bombeiros, que retiraram de imediato as quatro garrafas de gás colocadas no anexo, impediu o pior.

A PJ de Braga esteve no local a recolher indícios e já identificou o possível incendiário.

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div style="text-align: justify;">"Ele queria matá-las. Meteu lá dentro quatro garrafas de gás que só por sorte não explodiram", diz, angustiada, Rosa Antunes, ao olhar para o que restou da casa das vizinhas, em Covas, Vila Verde, que ontem de madrugada foi consumida por um incêndio. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">A família suspeita de fogo posto e culpa o ex-marido da dona da casa. Ao que o CM apurou, antes do incêndio, o homem, um madeireiro cadastrado, com cerca de 30 anos, ligou à filha garantindo-lhe que era a última vez que falavam. A Polícia Judiciária investiga. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">"Desde que se separaram ele não lhe dá descanso. Persegue-a para todo o lado e está sempre a ameaçá-la", relatou ao CM Rosa Antunes, a vizinha mais próxima da casa, no Lugar de Fundevila, em Covas, destruída ontem pelo fogo.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">O incêndio começou cerca da 01h00, quando as quatro moradoras, uma menina de sete anos, a mãe, de 27, a avó, de 50 e uma tia, de 96 anos, dormiam.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">O latir dos cães acordou a filha da vizinha, que ficou sobressaltada com o intenso cheiro a fumo. "Saímos logo e não se via a casa, só havia fumo", relatou a mulher. A vizinha acordou as moradoras, que saíram da habitação, e alertou os bombeiros.</div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">O fogo começou numa arrecadação de lenha e propagou-se pelos fundos da casa. A intervenção dos bombeiros, que retiraram de imediato as quatro garrafas de gás colocadas no anexo, impediu o pior. </div><div style="text-align: justify;"><br /></div><div style="text-align: justify;">A PJ de Braga esteve no local a recolher indícios e já identificou o possível incendiário. </div><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-s0uBFkfkrjI/TiMHSXp3oOI/AAAAAAAAADc/2S7q2WC055g/s1600/16233329_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67%2524%2524738d42d9-134c-4fbe-a85a-da00e83fdc20%2524%25248b4899e8-04b4-46a1-ab64-fc5af17f3730%2524%2524img_carrouselTopHomepage%2524%2524pt%2524%25241.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="320" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-s0uBFkfkrjI/TiMHSXp3oOI/AAAAAAAAADc/2S7q2WC055g/s320/16233329_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67%2524%2524738d42d9-134c-4fbe-a85a-da00e83fdc20%2524%25248b4899e8-04b4-46a1-ab64-fc5af17f3730%2524%2524img_carrouselTopHomepage%2524%2524pt%2524%25241.jpg" width="241" /></a></div><br /><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: CM</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:03

Domingo, 17.07.11

Incendios activos as 15H31

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-jUxqouYS1E0/TiMFkpG4GjI/AAAAAAAAADY/vud_ZW8Fy8U/s1600/270675_219343038109339_100001009329864_596927_5512097_n.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="295" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-jUxqouYS1E0/TiMFkpG4GjI/AAAAAAAAADY/vud_ZW8Fy8U/s400/270675_219343038109339_100001009329864_596927_5512097_n.jpg" width="400" /></a></div><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: ANPC/CNOS</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 16:56

Domingo, 17.07.11

Incendios activos as 15H31

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-jUxqouYS1E0/TiMFkpG4GjI/AAAAAAAAADY/vud_ZW8Fy8U/s1600/270675_219343038109339_100001009329864_596927_5512097_n.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" height="295" m$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-jUxqouYS1E0/TiMFkpG4GjI/AAAAAAAAADY/vud_ZW8Fy8U/s400/270675_219343038109339_100001009329864_596927_5512097_n.jpg" width="400" /></a></div><br /><span style="font-size: xx-small;">Fonte: ANPC/CNOS</span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 16:56


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2011

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Tags

mais tags