Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Terça-feira, 30.08.11

Imagem e comunicação nos Bombeiros em Portugal

O tratamento da Comunicação e Imagem de qualquer instituição assume-se hoje não como uma mais valia institucional, mas sim como uma prática necessária e obrigatória, é dela que depende a formulação da opinião publica, é dela que depende grande parte da interacção com a sociedade civil.

Ao longo dos anos diversas instituições utilizaram as novas tecnologias, para promover as suas actividades de forma mais rentável, económica e como veículo de contacto directo com a sociedade. As instituições que cedo se adaptaram a esta mudança assistiram a um franco crescimento, bem como um aumento do nível de instrução e conhecimento da sociedade perante a sua natureza institucional.

Mais uma vez os Bombeiros pararam no tempo, mais uma vez os Bombeiros estagnaram na sua forma de contactar com o cidadão comum, é do cidadão comum que depende a vida das Associações de Bombeiros, seja através dos seus associados, como da angariação de novos sócios, dinamização do seu Corpo de Bombeiro e do Voluntariado ou da criação de canais de comunicação com as empresas, vendendo os seus produtos associativos.

Com a crescente crise torna-se necessário que os Bombeiros encontrem novas fontes de receita, que podem e devem estar associadas a uma mudança de imagem e de ATITUDE, apostando na qualidade do serviço prestado através da certificação da Qualidade dos seus produtos, seja ao nível da prestação de socorro, do transporte de doentes ou da formação.

Esta é uma questão que devia preocupar os actuais candidatos da Liga de Bombeiros Portugueses.

A imagem mais do que nunca tem de ser trabalhada e instituída por forma a que dela se colham frutos. Frutos de mudança, frutos de apoio e principalmente frutos de confiança da sociedade civil.

Como alguém dizia à pouco tempo numa conversa de corredor, não basta que seja um corpo de bombeiros a fazer as suas regras, não basta ser um Corpo de Bombeiros a ter um elevado grau de exigência!

A Tolerância Zero para comportamentos desviantes devia ser a nossa nova imagem de marca ;)

Mudar de atitude significará em tempos futuros uma melhor geração de Bombeiros em Portugal!

Tenho dito,

Nuno Tiago Simões
CB Setúbal

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:45


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  





Tags

mais tags