Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Quarta-feira, 28.09.11

Espanha: Dois camionistas morrem queimados

José Miguel Gonda Silva, bombeiro, de 29 anos, realizava o sonho de fazer a primeira viagem internacional como camionista quando, na madrugada de ontem, perdeu a vida, juntamente com o companheiro de trabalho, Armindo Sousa Sequeira, de 49 anos. 

O acidente aconteceu quando regressavam a Portugal e o camião em que seguiam chocou contra o pilar de uma ponte, pelas 04h00, na estrada A321, entre Burgos e Léon. A cabina incendiou-se e os dois homens saltaram, com os corpos em chamas, de uma altura elevada. Acabaram por morrer os dois.
Residente em Calendário, Famalicão, José Miguel estava em formação na empresa de transportes ‘Garantir Norte’. Partiu na passada terça-feira com um dos condutores mais experientes da empresa, numa viagem a Inglaterra, para transportar detergente líquido. Conta a família que estava radiante pelas novas funções. Era o seu sonho.
"Ele estava muito feliz. Morreu na concretização de um sonho que tinha desde muito novo", lamentou António Carneiro, tio de José Miguel.
Na casa da família do jovem, o ambiente era de grande consternação. A vítima era filho único e era um rapaz muito querido por toda a família e amigos. "Nós temos dez bombeiros na família, ele já pertencia aos Famalicenses há oito anos, porque gostava muito de ajudar os outros", realçou outro tio da vítima, Alfredo Gondar.

Segundo os familiares, o jovem, eufórico com a sua experiência como camionista, contactou a mãe anteontem, informando-a de que chegaria para jantar, na noite de terça-feira. As autoridades ainda não conseguiram apurar quem estaria a conduzir na altura do acidente, pelo que hoje serão realiza-das todas as análises para apu-rar o que terá antecedido na tragédia.
O CM tentou contactar os familiares de Armindo Sousa Sequeira, sem sucesso. Só se sabe que o camionista deixa mulher e dois filhos, e que já trabalhava na empresa de transportes desde 2007.

FUNERAIS SEM DATA MARCADA

Em Calendário, Famalicão, na moradia onde José Miguel vivia com os pais, o choro era ontem uma constante. Amigos e familiares estavam incrédulos com o acidente fatal e ninguém escondia a revolta pela morte prematura do jovem de 29 anos. O tio, António Carneiro, era o único que ainda conseguia articular algumas palavras. Lembrava que o sobrinho gostava de fazer longas distâncias e que só agora tinha conseguido a formação para fazer aquele tipo de viagens ao volante de um camião. Por isso, optou por tirar a carta de pesados. As datas dos funerais dos dois camionistas portugueses ainda não eram ontem conhecidas. Estão dependentes do regresso dos corpos às suas terras natais, onde vão depois decorrer as cerimónias fúnebres.

fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 19:51


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930




Tags

mais tags