Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Sexta-feira, 22.07.11

Temporal: Chuva forte e ventania causam estragos

Umuarama - Os estragos ocasionados por pouco mais de meia hora de chuva intensa, no início da manhã de ontem, e ventos que ultrapassaram sessenta quilômetros por hora, mobilizaram alguns setores da administração municipal. Principalmente as secretarias de Obras e Serviços Públicos e Rodoviários mobilizaram equipes, atuando de maneira integrada.
 
A intempérie trouxe constatações que podem ser úteis para o enfrentamento de situações do gênero em um futuro próximo. Uma delas é a falta de consciência de muitas pessoas, que despejam lixo e entulho indiscriminadamente na rede. Se, por um lado, a ampliação da rede coletora está sendo estudada, por outro é necessário que todos reflitam sobre atitudes simples. Ao realizar a limpeza das bocas de lobo, equipes da Prefeitura retiraram um volume considerável de lixo e entulho. O vento forte derrubou algumas árvores, retiradas das vias ainda pela manhã.
 
No centro da cidade, proximidades do Banco do Brasil e baixadão da avenida Paraná, as águas pluviais subiram rápidas e chegaram a preocupar quem passava pela região. Apesar das ocorrências, ninguém ficou ferido, segundo informações do Corpo de Bombeiros.
249 casas destelhadas
 
Os ventos fortes também atingiram o Oeste e o Centro-Sul do Paraná na noite de quarta-feira e ontem e causaram muitos estragos. Pelo menos 249 casas foram destelhadas em Medianeira, de acordo com a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil . As rajadas de ventos que causaram os prejuízos duraram cerca de dois minutos e foram registradas por volta das 20 horas de quarta, de acordo com o Corpo de Bombeiros do município.
 
A Defesa Civil ainda informou que 920 pessoas foram afetadas pelas chuvas só em Medianeira. Foram atingidos os moradores dos bairros Independência, Itaipu, Jardim das Laranjeiras, Panorâmico, Jardim Belo Horizonte, Novo Horizonte e Ana Cláudia, na região urbana, e Linha Bom Jesus, São Francisco e Alto Alegria, na zona rural.
 
Lonas estavam sendo distribuídas aos moradores nesta quinta-feira (21). Ninguém precisou deixar as casas. De acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, em São Miguel do Iguaçu, município da região de Medianeira, os ventos chegaram a 70 km/h durante a tempestade.
Uma pessoa teve ferimentos leves na perna durante a ventania em Medianeira. Houve registro de quatro quedas de árvores no município.
Outra cidade com registro de ventos fortes foi Clevelândia, no Centro-Sul do estado. Uma casa ficou destelhada.
 
Frente fria está chegando
A chuva e os ventos fortes foram ocasionados pela passagem de uma frente fria pelo Paraná. O tempo deve seguir instável no estado até domingo (24). De acordo com o meteorologista Lizandro Oliveira Jacóbsen, do Simepar, a frente fria está se deslocando para o Sudeste do país. A sexta-feira (22) será de chuva no Paraná, principalmente na região Norte. Mas as tempestades registradas na última madrugada não devem se repetir. Mesmo com a passagem da frente fria, as temperaturas devem cair na maior parte do estado nesta sexta-feira. Em Curitiba, o fim de semana será de tempo nublado com possibilidade de chuva leve durante as noites. No sábado (23), a temperatura mínima deve chegar a 9°C. Já no Oeste, região mais afetada pelas chuvas, só há possibilidade de chuva forte a partir de domingo. Nos próximos dias, a temperatura em Medianeira varia de 11°C a 23°C.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 15:40



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2011

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Tags

mais tags