Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Terça-feira, 11.09.12

Bombeiros de São Romão gastaram 25 mil euros no combate às chamas

Os bombeiros voluntários de São Romão, Seia, gastaram cerca de 25 mil euros no combate ao incêndio que lavrou entre domingo e quinta-feira no concelho, disse esta terça-feira à agência Lusa o presidente da direcção.

Segundo Eduardo Brito, nas operações de logística, asseguradas pela corporação de São Romão, foram gastos "cerca de 25 mil euros, dos quais, quase metade, em combustível".

O responsável adiantou que aquela associação humanitária do concelho de Seia, que ficou com a responsabilidade da logística por o incêndio ter eclodido na sua zona operacional, serviu nos quatro dias de combate às chamas "perto de 3.500 refeições" aos bombeiros.

"Não nos poupámos a esforços e recursos para os bombeiros terem, a tempo e a horas, refeições de qualidade", observou Eduardo Brito.

O presidente da direcção dos bombeiros de São Romão indicou que o levantamento final das despesas com o combate ao incêndio ficou concluído esta terça-feira, mas a corporação já recebeu "um adiantamento de 15 mil euros da parte da Autoridade Nacional de Protecção Civil e do Ministério da Administração Interna".

Disse que a direcção recebeu este gesto "com grande satisfação", reconhecendo que "houve uma prontidão bastante grande" por parte do Governo.

"Estes 15 mil euros dão para os combustíveis que temos de pagar no dia 15 de Setembro", sublinhou, admitindo que caso o dinheiro não tivesse sido disponibilizado "era muito difícil" garantir o pagamento naquela data.

Com este adiantamento, os voluntários de São Romão ficam "muito confortáveis para a resolução dos problemas" financeiros originados pelo incêndio que assolou a região de Seia na semana passada.

Eduardo Brito salientou que a sua corporação respondeu "com qualidade e eficácia" na vertente logística e os bombeiros envolvidos no combate às chamas "estiveram à altura e foram inexcedíveis" no terreno.

O fogo terá destruído uma área de "dois mil hectares, sendo cerca de 1.400 hectares na zona do Parque Natural da Serra da Estrela", segundo o presidente da Câmara Municipal de Seia, Carlos Filipe Camelo.

As chamas afectaram principalmente as freguesias de Sandomil, Sazes da Beira, Valezim, Vila Cova à Coelheira e Torrozelo.

Fonte: CM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:58



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30




Tags

mais tags