Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Terça-feira, 08.11.11

ENTRONCAMENTO – Direcção da Associação de Bombeiros classifica de «falsas» as questões relacionadas com problemas financeiros

A direcção da Associação dos Bombeiros Voluntários do Entroncamento repudia os recentes factos tornados públicos relativamente à "sua" situação financeira «bem como noutras matérias de carácter meramente logístico», classificando estas questões como «falsas, uma vez que não têm qualquer fundamento». Recorde-se que, na base desta polémica, está uma acção de protesto dos operacionais da corporação do Entroncamento, que se sentem «traídos e desconsiderados» pela direcção, nomeadamente por alegarem que foi retirado o direito à alimentação e ainda imposta a lavagem da respectiva roupa utilizada nas camaratas.

Refira-se que a Hertz, nessa altura, teve oportunidade de falar com Fernando Rodrigues, uma das vozes descontentes com este processo, que lamentou que estes cenários sejam explicados com a necessidade de contenção de custos. Nestas declarações, ficou ainda expresso que «quando esta direcção tomou posse, havia registo para 60 mil euros positivos... agora fala-se em 18 mil negativos». E foi, precisamente, para rebater este conjunto de acusações que surgiu, agora, um comunicado da direcção da Associação, texto esse enviado à redacção da Hertz. Ficou a garantia de que os actuais corpos gerentes «estão no bom caminho» e que tudo irão fazer «no sentido de concretizar o rumo e objectivos a que se propôs». Relativamente aos pedidos de demissão de que a direcção foi alvo, eis o esclarecimento: «Qualquer pedido de "demissão da direcção" é da estrita competência dos associados reunidos em Assembleia Geral exclusivamente convocada para esse efeito, e não de um mero capricho ou exigência dos elementos do corpo de bombeiros». Ficou, ainda, um recado aos elementos da corporação: «A situação de indisponibilidade entretanto criada por vários elementos deste corpo de bombeiros, para assegurar o socorro emergente à população do Entroncamento, é vista pela direcção como muito preocupante e está a ser objecto de medidas por parte das entidades responsáveis, nomeadamente o Município do Entroncamento e a própria Autoridade Nacional de Protecção Civil».

Desconforto em Ferreira do Zêzere
Também em Ferreira do Zêzere há ecos de algum desconforto com a recente chegada de Rui Patrício ao comando da corporação. No fórum de uma rede social, por exemplo, há registo para diversas mensagens de eventuais membros operacionais, que lamentam o facto de não haver dinheiro para bens essenciais... o que não acontece quando se promove a contratação de um novo comandante remunerado.

Fonte: Radio Hertz 98



Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 17:07



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930




Tags

mais tags