Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Quinta-feira, 01.09.11

Melhor sistema do Mundo de detecção de incêndios florestais é português

Estados Unidos e países árabes são os mercados que em breve terão disponível o Forest Fire Finder, um sistema inovador de detecção e localização de fogos florestais que nasceu em Portugal. Por enquanto, o sistema desenvolvido há cinco anos pela NGNS-Ingenious Solutions está disponível em toda a Europa, América do Sul e Austrália.

Actualmente em funcionamento em Portugal (Ourém) e Espanha (Madrid e Parque Doñana), o Forest Fire Finder tem demonstrado a sua mais valia. «As baixas taxas de falsos alarmes são a grande inovação, relativamente à concorrência. Temos registado um por mês no nosso sistema, enquanto os concorrentes alemães têm entre 10 a 20 por dia», assevera Pedro Duque da empresa.

A ferramenta permite aos proprietários florestais dispor de um sistema «fidedigno», que dispensa a observação humana, dado o seu carácter autónomo e automático, e possibilita uma diminuição considerável do tempo de reacção de combate ao incêndio uma vez que detecta os incêndios nos primeiros cinco minutos.

O sistema pode ser aplicado a toda a cobertura da área florestal de um país, na protecção de parques naturais, de área florestais municipais ou de produtores florestais privados, quer o terreno seja plano ou montanhoso.

O sistema de controlo do Forest Fire Finder funciona sobre uma plataforma WEB, e é composto por 1 Servidor que recebe as informações e controla as permissões dos utilizadores, acessos e estado de funcionamento das unidades no terreno, sendo que pode funcionar através de uma rede de torres. De acordo com a dimensão da instalação poderá ser composto por servidores regionais que recebem a informação de um número limitado de sensores e por sua vez a disponibilizam para os utilizadores finais. A comunicação entre as torres e estes servidores deverá ser num sistema de satélite, rádio, wi-fi,GPRS ou internet.

Os utilizadores do sistema FFF têm acesso à informação através da Internet num site criado para o efeito e que pode funcionar nos servidores locais (em casa do cliente, nas Instituições de Detecção de Incêndios) tendo objectivamente acesso às torres das regiões em que se encontram.

Quando é detectado fumo, é enviado, de imediato, um alerta por SMS para uma ou várias unidades móveis pré-seleccionadas; este alerta diz que foi detectado um fogo e qual a sua localização – conseguida por triangulação, quando 2 unidades de FFF detectam o mesmo incêndio.

Posteriormente, o sistema envia, por GPRS, para a mesma unidade móvel a imagem captada no momento da detecção para que o utilizador possa ter uma melhor noção da urgência da situação.Mas o sistema também pode ser operacionalizado manualmente ao emitir ao servidor Web um alarme (sonoro e visual).

Fonte:amarportugal.com


Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 00:48


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930




Tags

mais tags