Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

diariobombeiro



Terça-feira, 20.09.11

WDSS: Seminário "Prevenção e Segurança Rodoviária" em Montemor-o-Velho

Realizou-se no passado sábado dia 17 no quartel dos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho o Seminário de Prevenção e Segurança Rodoviária. Um tema bem actual tanto no seio dos Bombeiros como fora dele.

Com um pequeno atraso, o seminário foi iniciado por Jorge Ortolá e o tema sinistralidade rodoviária, focando-se nas causas e consequências do aumento do número de acidentes rodoviários.

O Dr. Pedro Madaleno expôs-nos a vertente da Lei no que diz respeito à condução sem habilitação legal, condução sob o efeito de álcool ou drogas, condução perigosa e até mesmo sobre a resistência e coação sobre o funcionário e ofensa à integridade física.

De seguida falou-nos o 1º Sargento Pinto do Comando Territorial de Coimbra, elucidando os presentes sobre a sua missão, os meios humanos e materiais envolvidos no terreno e os dados estatísticos. No que diz respeito à actividade desenvolvida, esta pautou-se por actividades de patrulhamento dos principais itinerários rodoviários crimes rodoviários, autuações, controlos à velocidade, cinto se segurança, álcool, telemóvel, seguros, inspecções, etc. Segundo os seus dados estatísticos, verificou-se uma redução do número de mortes na estrada de 1991 para 2010, no entanto este número de mortes é maior no grupo etário mais jovem, entre os 20 e 34 anos e também dentro das localidades.

No plano de trabalhos seguiu-se uma apresentação muito especial da psicóloga Sara, pertencente ao INEM. Além de referir as reacções normais do organismo a uma situação de stress e de as diferenciar de uma situação patológica de doença, a psicólogo fez questão de referir factores a ter em conta antes, durante e após uma situação traumática. A apresentação da psicóloga contou com um testemunho importantíssimo de Ricardo, bombeiro voluntário em Alcobaça e TAE de profissão, que sofreu um acidente de viação a 09-08-2010 em S. Pedro do Sul, que acabaria por vitimar o seu chefe de viatura, sub-chefe Pombo.

Após isto, o fisioterapeuta Daniel Monteiro, explicou aos presentes os procedimentos a ter em conta numa recuperação pós-trauma, ao nível de politraumatismos, dando maior ênfase à zona torácica, de entorses cervicais, traumatismos crânio-encefálicos e lesões medulares, traumatismos estes mais susceptíveis em vítimas de acidentes rodoviários.

Relativamente ao impacto da visão na segurança rodoviária, uma especialista do serviço de oftalmologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra, referiu que este impacto apresenta factores inerentes ao próprio individuo, como a idade e doenças das quais possa padecer, ou de factores externos. Não obstante a isso, uma condução segura depende sempre da conduta de cada um.

Para terminar esta sessão, mas não menos importante, Rui Ribeiro, trouxe-nos a problemática das consequências sócio-económicas de um sinistro. Sensibilizou os presentes perante os custos e riscos que um acidente poderá ter, dando sempre atenção que as consequências sociais, como preocupações familiares, dores, horas perdidas de trabalho nunca são contabilizadas nestes seguros.

A manhã terminou com umas breves palavras de várias entidades presentes no seminário, entre elas, o Sr. 2º Comandante Distrital.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 23:04


1 comentário

De Sofia a 26.09.2011 às 15:26

Boa tarde,
Gostaria de saber em que página do facebook se encontra este texto.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930




Tags

mais tags