Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Quinta-feira, 09.02.12

Federação de Bombeiros de Viseu Tomou Posse em Tabuaço


Os Corpos Sociais da Federação dos Bombeiros do Distrito de Viseu, tomaram posse em Tabuaço no passado dia 4, onde compareceram 30 corporações das 33 que compõem este órgão distrital. A cerimónia decorreu no salão nobre dos bombeiros de Tabuaço, e foi presidida pelo presidente da Câmara Municipal e da mesa de honra constavam ainda dirigentes das várias estruturas dirigentes a vários níveis. Inicialmente foi assinado o protocolo de candidaturas dos dez concelhos do Douro Sul, para aquisição de viaturas e outros materiais, no âmbito do Quadro de Referência de Estratégia Nacional (QREN).

Os trabalhos continuaram com a intervenção do Comandante local, Ernesto Fonseca, agradecendo a escolha do seu quartel para esta tomada de posse, realçando a ajuda dada pela Câmara Municipal. O Dr. Rebelo Marinho presidente da Federação de Viseu, no seu discurso disparou em várias direções, defendendo uma maior autonomia com a criação de uma direção nacional própria, porque neste momento a Autoridade Nacional de Proteção Civil tenta a todo custo galvanizar o controlo total e em seu entender tal estrutura está obesa e não é o modelo ajustável. Ao governo teceu fortes críticas porque desde 1995, que não apoia a formação, sendo esta desenvolvida com os apoios comunitários.

Terminou a sua intervenção com um apelo aos colegas para que se unam, em torno do mesmo objetivo, cuja coesão será indispensável para vencer os tempos difíceis que se avizinham, mas que são também de oportunidade. De seguida o Dr.Jaime Soares, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, invocou os 600 anos da criação desta “força da paz” e manifestando acordo em muitos pontos ditos pelo orador que o antecedeu, apelou ao diálogo permanente entre as direções, de forma a cimentar estratégias no sentido de definir o funcionamento de todas a partes.

Este comandante nacional, que é também presidente da Câmara de Vila Nova de Poiares, lançou o grito de alerta para que o governo não fuja ás suas responsabilidades porque caso contrário corre-se o risco de o apoio ás populações ficar seriamente comprometido, manifestando ainda o seu desagrado, em relação às elites intermédias instaladas, que absorvem uma parte significativa de recursos.

Deixou a garantia que a Liga de Bombeiros, jamais patuará com esta situação e deixou o apelo à Associação Nacional de Proteção Civil, para que reduza ou elimine mesmo gastos supérfluos porque – diz Jaime Soares – o caminho faz-se com todos. Os trabalhos foram encerrados, pelo presidente da Câmara de Tabuaço Dr. João Ribeiro, referindo-se à situação dos bombeiros da sua terra, reconhece as dificuldades, prometendo continuar a canalizar a ajuda possível, como tem vindo a fazer, porque este é um compromisso com o povo, através desta associação humanitária.

Fonte: Noticias do Douro

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 14:07



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829




Tags

mais tags