Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Quarta-feira, 29.02.12

LBP diz que dívida do Min Saude é de cerca de 20 milhões

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) revelou hoje que o Ministério da Saúde (MS) deve às corporações cerca de 20 milhões de euros no sector de transportes de doentes.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da LBP, Jaime Marta Soares, adiantou que foi feito um levantamento das dívidas do Ministério da Saúde aos bombeiros, situando-se a dívida em cerca de 20 milhões de euros e é oriunda das administrações regionais de saúde e dos hospitais locais e centrais.

Segundo o responsável, a dívida está relacionada com o transporte de doentes, horas de esperas dos bombeiros nos hospitais e utilização de oxigénio.

Se estas dívidas fossem pagas, permitiria que algumas corporações de bombeiros se preparassem para as “alterações radicais” que o Ministério da Saúde quer introduzir no transporte de doentes não urgentes, sublinhou.

O grupo de trabalho, do qual faz parte a LBP, criado pelo MS para analisar e apresentar proposta para o novo regulamento do transporte não urgente de doentes teve hoje mais uma reunião, tendo os bombeiros saído desagradados.

A LBP manifestou-se contra a proposta que contempla a possibilidade das viaturas ligeiras serem autorizadas a fazer o transporte não urgente de doentes.

“Os bombeiros não estão preparados para fazer transporte tipo terceiro mundo”, disse Jaime Soares, acrescentando que com as novas regras os médicos vão deixar de passar credenciais para os doentes serem transportados em ambulâncias.

Esta possibilidade vai condicionar a possibilidade da assinatura do acordo por parte da LBP, que não se identifica com “este tipo de transporte sem o mínimo de qualidade” para os utentes.

Jaime Soares disse também que ficam “aquém das expetativas” outras propostas apresentadas, como preço de quilómetro, oxigénio, horas de espera e taxas de saída.

A LBP vai solicitar hoje um encontro urgente ao secretário de Estado da Saúde e depois reunir com as federações distritais de bombeiros para ser tomada uma posição.

Jaime Soares promete que os bombeiros “não vão ficar calados”.

A agência Lusa contactou o MS, mas até ao momento não obteve qualquer resposta.

Fonte: Noticias do Centro

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 22:56



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829




Tags

mais tags