Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Domingo, 08.01.12

Simulacro: Ferido grave e morto tirados das águas do rio Cávado

“A finalidade deste tipo de exercícios também é testar a operacionalidade do corpo de bombeiros, nomeadamente ao nível das comunicações. As falhas na comunicação pode colocar em causa o envio de meios para o local e a eficácia do socorro”, adiantou o mesmo responsável dos BSB.
Os simulacros realizados ontem inserem-se nas comemorações dos 129 anos da Associação Humanitária dos BVB, que são assinalados hoje.

O dia festivo é composto por uma romagem ao cemitério, para homenagear os elementos da associação e bombeiros falecidos e com uma imposição de condecorações.
Para as 11 horas está marcada uma Missa Solene na Igreja Matriz de Barcelos, seguindo-se uma sessão cumprimentos na Câmara Municipal de Barcelos e almoço de confraternização.
Os festejos terminam com um desfile de carros de bombeiros pelas ruas da cidade.
Um ‘morto’ e um ‘ferido’ foi o resultado da ‘queda’ de um carro ao rio Cávado, ontem de manhã, em Barcelos.
O cenário fez parte do simulacro de salvamento em grande ângulo promovido pelos Bombeiros Voluntários de Barcelos (BVB), na Ponte de Santa Eugénia.
O exercício começou pouco depois das 9.30 horas, com os BVB a acorrerem ao local com uma viatura da Unidade de Cuidados Intensivos.

Dois dos elementos dos BVB desceram por um cabo (rappel) até junto do ‘ferido’, que se encontrava na margem esquerda do rio.
Depois de imobilizada, a ‘vítima’ foi resgatada numa maca com a ajuda de uma Unidade de Resgate de Montanha dos GIPS (Grupo de Intervenção, Protecção e Segurança) da GNR dos Arcos de Valdevez.

A ‘vítima mortal’ foi resgatada minutos depois, pelo mesmo processo.
Entretanto, vários elementos da corporação procederam à remoção da viatura que se encontrava a uma profundidade de cerca de cinco metros, no meio do leito do rio.

Já durante a tarde, os BVB realizaram mais três simulacros: uma indisposição na via pública de uma mulher que seguia ao volante de uma viatura, um incêndio num andar (no antigo quartel dos BVB) e um desencarceramento de vitimas resultantes de acidentes de viação.
No resgate às ‘vitimas’ e viatura estiveram envolvidos 24 elementos dos BVB, apoiados por oit o viaturas.
Em todos os simulacros os BVB contaram com a colaboração da PSP de Barcelos.

Falha nas comunicações

Durante os exercícios, principalmente no que decorreu no rio, os BSB depararam-se com uma dificuldade acrescida: as falhas na comunicação.
“O simulacro correu bem, dentro dos parâmetros para uma actividade deste género. Notamos apenas falhas de comunicação entre a central dos bombeiros e os operacionais que estiveram no terreno”, disse ao 'Correio do Minho', António Moreira, segundo comandante dos BSB.

por Miguel Viana
em Correio do Minho

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 16:55



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031




Tags

mais tags