Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Domingo, 25.11.12

Alerta vermelho poderá ser prolongado até à tarde de domingo na Madeira

Protecção Civil está em máxima prevenção. Chuva forte desde o final da tarde de sábado.



O alerta vermelho na Madeira deverá ser prolongado até às 15 horas de domingo, devido à previsão de chuva intensa, admitiu Vítor Prior, director do Observatório de Meteorologia do Funchal, após a última reavaliação das condições climatéricas.

“As previsões indicam que pode ainda chover com alguma intensidade até às 15 horas de domingo”, declarou Vítor Prior, adiantando que até ao momento não há grandes constrangimentos, nem danos significativos resultantes do mau tempo. De registar apenas uma derrocada que encerrou o troço da via rápida entre Câmara de Lobos e Ribeiro da Alforra, no sentido Ribeira Brava-Funchal, e a queda de uma árvore que obstruiu temporariamente o Caminho das Babosas, na freguesia do Monte, impedindo a passagem de automóveis.

O Instituto de Meteorologia (IM) prevê que neste domingo o céu se apresente muito nublado na Madeira, com abertas a partir da manhã, e chuva, por vezes forte e persistente, passando a regime de aguaceiros, por vezes fortes, a partir da manhã, como, aliás, já ocorre desde o entardecer de sábado.

Além de condições favoráveis à ocorrência de trovoada, prevê também para domingo vento moderado a forte (30 a 45 km/hora) do quadrante sul, com rajadas da ordem dos 75 km/h, soprando temporariamente forte (45 a 55 km/hora) e com rajadas da ordem dos 100 km/hora nas vertentes norte da Madeira e na ilha de Porto Santo, rodando para Norte a partir da manhã.

Nas terras altas, o vento soprará muito forte (55 a 70 km/h) do quadrante sul, com rajadas da ordem dos 120 km/hora, sendo temporariamente muito forte a excepcionalmente forte (70 a 90 km/h) e com rajadas da ordem dos 140 km/h, rodando para Norte a partir da manhã. A previsão do IM aponta igualmente para pequena descida da temperatura máxima no arquipélago.

Na sequência do aviso vermelho para a Madeira, o mais grave da escala, emitido pelo Instituto de Meteorologia para vigorar entre a meia-noite de sábado e o meio-dia de domingo, todo o dispositivo do serviço regional de Protecção Civil foi activado. Em prevenção máxima está a funcionar o Centro de Coordenação Operacional, na sede da Protecção Civil regional, congregando várias entidades com o objectivo de dar uma resposta pronta a qualquer ocorrência anómala ou grave.

“Temos todo o dispositivo de Protecção Civil activado, estamos preparados, em conjunto com todas as corporações de bombeiros da Madeira e todas as forças de autárquicas e policiais, a trabalhar de forma muito próxima com o Instituto de Meteorologia para prevenir algum acontecimento”, confirmou Jardim Ramos, secretário regional dos Assuntos Sociais. “Em alerta temos não só os serviços de prevenção de Saúde e de Segurança Social, como todos os outros departamentos que têm a responsabilidade da manutenção das ribeiras e das estradas”, adiantou, repetindo os apelos para que as pessoas cumpram as recomendações das autoridades.

As condições atmosféricas não afectaram o movimento no aeroporto da Madeira, que esteve operacional neste sábado. Mas devido às condições marítimas, a empresa Porto Santo Line anunciou o cancelamento, pelo segundo dia consecutivo, da ligação a efectuar no domingo pelo navio “Lobo Marinho” entre duas ilhas. As ondas devem oscilar entre os quatro a seis metros, podendo ser temporariamente de seis a sete metros, tendo a Capitania do Porto do Funchal reforçado o aviso de má visibilidade no mar.

Fonte: Público

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diário de um Bombeiro às 01:30



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930




Tags

mais tags