Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

diariobombeiro



Terça-feira, 08.05.12

Risco de incêndio é o mais elevado da década



Duarte Caldeira, presidente do Centro de Estudos e da Proteção Civil (CEPC), adiantou esta semana que o risco de incêndios florestais este ano é “provavelmente o mais elevado da década”. Perante isto, o Ministério da Administração Interna (MAI) admitiu “medidas excecionais” e, segundo avança o Económico, fonte oficial garantiu mesmo que “o Governo tem acompanhado diariamente esta matéria”, não estando excluído um acréscimo aos cerca de 72 milhões de euros orçamentados para o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF).

Segundo Duarte Caldeira, outra das preocupações é o valor dos prejuízos causados pelos fogos, que “poderão disparar drasticamente” este ano se os dados da Autoridade Florestal Nacional para o primeiro trimestre mantiverem a atual tendência de crescimento. Em 2011, os prejuízos foram na ordem dos 102,4 milhões de euros, referentes a perdas de carbono, serviços ambientais e redução das principais atividades florestais. O saldo foi de 70.193 hectares de área ardida, dos quais 20.161 hectares em povoamentos e 50.032 em matos.

Recorde-se que o DECIF foi aprovado este ano com um mês de antecedência face ao de 2011, prevendo um “aumento de meios nos meses de Julho, Agosto e Setembro”. Além de um aumento de meios aéreos para todo o ano, “o dispositivo reúne todas as condições no combate aos incêndios florestais, bem como, aliás, na proteção e socorro das pessoas e bens, garantindo a resposta operacional adequada e articulada durante os períodos de perigo considerado”, explicou fonte do MAI.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Diário de um Bombeiro às 20:32



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031




Tags

mais tags